roNca#400

não tem jeito (ou não tem como)…

Subject: o quatrocentão que eu respeito

“oi mau  =)

passando por aqui pra dar parabéns pelo 400, meu querido!
um pouco atrasado, é fato, porque esses dias têm sido complicados, pra dizer o mínimo, e eu procurei umas horas de paz pra ouvir o programa, o que finalmente aconteceu nesta última madrugada.
quer dizer, a ideia era ouvir uma parte ontem e outra hoje, mas o que rolou foi que comecei e não parei mais, a coisa se estendeu madrugada adentro.
e foi duca.
porque foi emocionante e histórico e divertido.
e também pelo seguinte. o programa ecoou uma conversa que eu tinha tido com a minha mulher ontem mesmo, que pode se resumir assim: “por que diabos a gente faz o que faz?” (vale mencionar que a minha mulher é atriz). e: “como fazer aquilo que nos move seguir nos movendo ainda, dia após dia, apesar de tudo?”
aí o 400 foi como uma continuação dessa conversa, que já tinha sido muito boa, que tinha feito sentido e me confortado. foi como uma outra sonorização pra essa conversa, que continua guardada aqui no peito, e que eu espero carregar comigo por muito, muito tempo.
então, de novo, parabéns pela trajetória e, antecipadamente por tudo de bom que há de vir… muito obrigado <3
beijo!”
olavo
.
+
.
Subject: vou levar pra minha incineração esse #400!

“só ontem ouvi o #400, numa tacada direta, muitas emoções!

mas preguiçoso, hein, só 206min?  senti falta dos 194min pra completar, mesmo que fosse só de falation!
fueda ouvir os depoimentos da Tripa, uma turma que eu não ouvia há muuuito tempo e outros que nunca tinha ouvido, D+!

e um salve especial para outro dos saNtos do paNteão roNquístico, São Otaner!  ele já começou a editar o livro?  um livro do RoNca feito inteiramente pela Tripa, com co-curadoria do MV e co-co-co-curadoria de Nandão e Shogun?

Cuidados é marca de caramelo?  tomando todos os Cuidados, haha!

coNgrats, e logo mais chega o #500!

cheers”
Pedro “Blackhill” (Londres, UK)
.
+
.
Subject: 400
“Caros Mauval e Nandão,

Essa celebração do Ronca 400 é a celebração da paixão pela música, tanto de vocês Como da tripa. A gente só tem a agradecer tanta devoção e dedicação, a torcida tem a exata noção que o programa é feito por gente fissurada em música assim como nós.

O programa 400 é isso, nada de novo, faz lembrar a bicicleta e o guarda chuva.
vocês falando no nosso podcast de gato e música rolando, mas a paixão e olho parado a gente sente o cheiro de longe.

Aliás, que saudade de vcs brindando lado a lado, no estúdio, vidro batendo um no outro e com aquele caramelo dentro.

Podcast total e espetacular com a história do Tomzinho abestalhado com o Buckley pai e te olhando no fundo do olho. Só creme de creme nesse programa.

Vergonha minha ter que admitir que tinha música aí que eu não conhecia, aliás,
a musa Elza me bateu forte e pesado.
é lindo ver uma artista que não precisa de mais nada na vida, com mais de 80 anos se arriscando a fazer algo diferente, ousando, saindo daquela zona de conforto. Amém

This is religion, your religion, nossa religião

Espetacular programa, obrigado sempre, que venham mais 8000″

Gustavo (de Montreal, Quebec)

é o tal lance, o #400 tem 3 horas+1/2 e muitos ainda não ouviram todo…

Subject: Parabéns

“Mauricio e Nandão, amigos,

Acabo de ouvir o #400 e, para dizer o mínimo, estou mesmerizado. Revisitar a Fluminense Fm, com Renato Russo e tudo mais, fez-me voltar até a década de 80. Lembrou-me que, nestes tempos sombrios de hoje, é preciso segurar a porta e manter a conversa em alto nível.

O áudio da Flu carregou-me até um show da emissora no Caio Martins – acho que foi em 89. A apresentação final seria com Premeditando o Breque e, por isso, alinharam vários microfones no palco. Antes do Premê, quem tocou foi a Legião Urbana, então ainda pouco conhecida no mainstream (haviam acabado de lançar o “Dois”).

Pois bem, no meio de sua apresentação, Renato quebrou todos os mikes… um por um, como se declarasse: depois de mim, ninguém fala. O poeta sabia das coisas e com certeza – ao ouvir o #400 – levantou-se do túmulo, arqueou um cumprimento elegante e berrou: “porra, Mauval, o show não pode parar”.

Ouvir a Flu Fm foi como ver uma fênix renascida, que hoje seria totalmente apagada não fosse o esforço de pessoas como vocês. Enfim, meus amigos – e perdão por assim lhes exigir -, a emoção é muita.

A convivência semanal acaba fazendo com que vocês façam parte de nossa vida. É como se, toda semana, encontrássemos dois amigos, às 22:00 de quinta, e descêssemos para tomar um chope.

Portanto, prezados, mantenham a pressão no volume máximo: segurem a onda dessa caretice e do mal gosto que nos assolam. Hold the door. Exatamente, hold the fucking door. Aguentem firme na continuidade do programa, que não há noite eterna, nem mediocridade que dure para sempre. Longa via ao Ronquinha.

Abcs.,”

Renato

chico, melvin & o #400…

+

RONCA RONCA #400 (DAQUI)

O RONCA RONCA chegou a 400 edições, algo totalmente louvável, ainda mais nos nossos dias. A desorientação sonora de MauVal (acompanhado por Nandão A Lenda) sempre foi grande companheira.
Desde Março os dois não se juntavam pra fazer o programa juntos, o que não impedia de forma alguma os momentos musicais memoráveis. Teve muita revisão de arquivo, muito som bom, mas sempre faltava algo…

Aí o #400 foi chegando e a ideia para torná-lo ainda mais especial foi convidar os ouvintes (a Tripa!) para colaborar com as canções mais marcantes de 2000 pra cá.
Eu ouço o Ronca pra aprender com o MauVal, escutar o que ele seleciona, me desorientar… não sei se queria uma seleção mais formal, feita pelo público. Mas não é que a emoção bateu muito forte?

Até mesmo ouvir algo já batido como “Seven Nation Army” fez sentido. E fechou com “Trovoa”, do MAURÍCIO PEREIRA, e aí o coração não aguentou! Bonito demais!
Ouça no site roNca. Ou no spotify. MI RA CU LO SA MEN TE.

Da minha lista, elaborada e enviada no último momento, não entrou especificamente nenhuma música, mas acertei quatro artistas.

Segue, para apreciação (a do Ronca só ouvindo o programa. Ou não. Clica AQUI .):

10 nacionais 2000
Mauricio Pereira – Pra Marte
Kassin – Água
Arnaldo Antunes – Envelhecer
Marcelo Callado – Fica
Gustavo Kaly – Enquanto o Coração Te fode
Los Hermanos – Casa Pré-Fabricada
Caetano Veloso – Um abraçaço
Lê Almeida – Fuck the new school
Autoramas – Verão
Black Alien – Que nem o meu cachorro

10 internacionais 2000
LCD Soundsystem – Dance Yrself Clean
Neil Young and Crazy Horse – Walk Like a Giant
Wilco – Hate it Here
Vampire Weekend – A-Punk
National – Bloodbuzz Ohio (ou Anyone’s Ghost)
David Bowie – Next Day
El Mató A Un Policia Motorizado – Mas o Menos Bien
Cloud Nothings – I’m not part of me
Yeah Yeah Yeahs – Maps
Beastie Boys – An Open Letter to NYC

VIDA LONGA AO RONQUINHA!!!

are you experieNced?

a reverberação do #400 está muito trepidante… sobretudo, pelo fato do programa ter tomado a configuration “somos todos roNca”, sem nomes nem caras mas um treco muito forte que paira sobre todos. batatada? pode ser, apesar das mensagens que chegaram – e seguem chegando – apontarem para essa leitura “peace & love” do #400… e, sendo assim, não tenho como calar a voz d’aTRIPA, ainda mais nos tempos que estão a nos engolir…

Assunto: missa #400

“Fala Mauricio, Nandão e toda tripa.

Lendo os relatos da tripa sobre o #400, fica claro pra mim, desde o Rock Alive, parafraseando o Clube de Esquina, que Nada será como antes. Assim como eu, milhares de pessoas entraram no DNA ronqueiro e abriram caminho com novos e novos seguidores a cada ano. Quem é pego, não desgruda mais ……. quase chorei ouvindo a gravação da Fluminense com o Renato Russo. Esses registros são espetaculares.

O programa #400 !!!!! Não foi um programa. Foi uma síntese de tudo, PARCERIA, CONFIANÇA e DEDICAÇÃO de vcs. Sempre. Edição bem pensada e conceituada, e executada de forma tão espontânea que dá raiva !!!!! kkkkkkk

Linda a emoção de vcs, linda a emoção do povo (que comentários espetaculares), que repertorio tão singular mas tão Ronqueiro.

Tenho pra mim que desde sempre, o Ronca Ronca e seus outros apelidos, fazem alguns programas (muitos na verdade) que não são programas de musica, é um todo. É pra ser ouvido como uma Suite. Os comentários, vinhetas, batatadas e musica são pra serem ouvidos juntos. Esse é um deles. Tem um que ouço sempre, sobre o Mali que pqp …… e outro sobre o lançamento do PiRACEMA com Callado imitando o maluco do Miranda, enfim ……

Vida longa ao Ronquinha, obrigado de verdade pelos 400 programas e sei la quantos mais…

Somos muitos e podemos e devemos sermos mais …….

Ronca Ronca …. o melhor !!!! o melhor !!!!!

Abraços.”

Marcola (ouvinte desde 85)

+

Assunto: Re: RoNca 400 ao vivo @ FroNt Capixaba

“Salve MauVal e Nandão ( a lenda ) !

Oque foi o #400 ?! Coisa linda de Deus ! São Mauricio , São Nandão e a Santa tripa ! Kkkk. Cada depoimento maravilhoso , com sensibilidade , coerência , malemolência , elogios gramaticais de composição , uau!! quem sou eu no meio destes gigantes da nação roNquiera ! Nobody ! Quando ouvi o relato sobre “ O vencedor “ do los hermanos pirei de vez ! Já era a segunda audição dentro do carro ! Ouvi aquilo e disse “ caraca ! Pqqpariles !! É isso ! “ aumentei no talo e cantei juntou arrepiado !! Em cada depoimento eu vi a devoção e carinho ao Ronquinha …q demais! Quero muito encontrar vários com o maNto por aí ! E o relato sobre a Ministry of defence da PJ , que imagem , que descrição , que mulher ! Fiquei em silêncio junto qdo foi tocada pela primeira vez no Ronca , senti o peso e a força dessa música ! This is religion !!

A primeira audição foi com o inoxidável Leon , amigo que fiz graças ao roNca e que anunciou a chegada à Vila Velha no dia do #400 , não poderia ser melhor , ouvimos tudo na beira da praia no beer truck do amigo João ( Tb do froNt) ! Q momento !!
Obrigado MauVal , Nandão , Shogun e toda nação ronqueira por me fazer tão feliz com essa fissuração a música ! Muita emoção ! Music is the weapon of the future !

Forte abraço !”

Mayko

the commitmeNts (ou o #400 segue estremecendo)…

Assunto: #400

“Mau Val,
hj finalmente desopilei meus sentidos e dei
play no programa 400, de joelhos. Não queria
largar no meio por qualquer motivo, então só domingo
de manhã consegui calma o suficiente para entrar em transe.

Única palavra que me vem à cabeça após ouvir é… obrigado!
Obrigado, pela honestidade esse tempo todo.
Obrigado, pela perseverança.
Obrigado, pela QUALIDADE no raciocínio e nas músicas.
BRAVO!

Obs:
Escrevi umas 30 listas nas últimas semanas e não tive
coragem de enviar pra vcs. Agora após ouvir, sei exatamente
porque. O Ronquinha é emoção pura, com doses Cavalares
de mundo REAL e é por isso que minha audiência
é quase infantil de tão entregue.

Foi uma emoção só do início ao fim!”

Fabio

+

Assunto: #400

“Mauricio, Nandão,

Eu sempre ouço o RR no dia seguinte, ás sextas pela manha , enquando trabalho.

E hoje nao foi diferente.

Ja aguardava pelo programa historico a dias e mesmo com suas solicitacoes semanais nao julgava capaz de indicar musicas que poderiam fazer parte de um programa tao memoravel e dessa importancia.

Hoje confirmei: a cada depoimento, a cada depoimento a cada de indicação de musicas pelos ouvites, eu via diminuia diantre desses ilustres desconhecidos, pesoas que pelas vozes me pareciam uns gigantes de conhecimento, sentimento e sensibilidade musical. Pessoas do bem, digamos.

Literalmente, me comparei a um legume diante dessa gente que me soou tão bacana, tao inteligente e tão sensivel.

Duvido, duvido mesmo, que outros ouvintes nao tenham ficando emocionado e nao tenham chorado durante varios momentos diante de tanta emoção como aconteceu comigo nesse historico #400.

Esse final foi em tom de despedida…. valei-me, isso nunca.

Parabens, obrigado e um forte abraço.”

Flavio de BH

+

Assunto: #400 no Deezer

“Fala MauVal!

O #400 foi demais!

Vi que a bula foi em formato de “ocupa tempo” no spotify. Aqui em casa usamos o Deezer, então resolvi fazer a bula por lá também, tudo bem?

AQUI o link da playlist.

Grande abraço!

Vida longa ao RoNca!”

Rafael

+

Assunto: #400

“Salve, Simpatia!

Faz pouco acabei de ouvir o #400 pela primeira vez. Remédio com eficácia garantida pra quem tá se sentindo só em casa, né? Não foi pra isso que o termo “aldeia global” foi inventado… mas a proximidade e o “tamo junto” muito fortes me fizeram pensar nisso.

Valeu demais!

Cheers,”
Marcelo “Caipirinha”

+

Assunto: parabens

“Mauricio!!!!!

ouvi agora o 400 !!
emocionante demais, bicho !!

Muito obrigado por tudo, sempre!!!

Tô fazendo meu “Casa da vó” obviamente, muito inspirado por ti, e no da semana que vem farei uma homenagem ao Ronquita, que tanto me fez e faz feliz!

Cheers!!!”
Marcelo Callado

+

Assunto: MI-RA-CU

“mauval,

agora, a fino modo, depois de me recompor aqui do #400, com altas risadas e emoções, só posso dizer que é uma honra incrível fazer parte da tripa, essa comunidade estelar.

Ronca Ronca tem o lance que mais valorizo: liberdade total. e isso se dá por sons tão diferentes e diversos. esse é o caminho sempre.

caí da cadeira aqui com aquela da PJ Harvey.

deixar registrado aqui um salve para a conexão-Blackhill.

abraço pro nandao também, meu xará.

rumo aos mil!

a gente se encontra depois do fim do mundo.

abraçaço,

cheers.”
fernando

+

Assunto: Para toda a eternidade # 400

Osvaldo…

 

this is religion (ou o #400 cravando a fogo)…

mamãe, prestenção…

Assunto: #400 beleza pura

“Mamãezinha do céu!
Fortes emoções, blublu fortíssimo quando o Bowie chegou, hein…dali em diante foi impossível segurar as gotas que rolaram bochecha abaixo durante todo o #400
Que seleção maravilhosa.

Muito bom ouvir a voz da tripa, quanta voz macia, amorosa, gentil, é isso, Gov, é disso que a gente precisa pra acalentar nossas alminhas. Sim, é a essência do que é importante.
“a gente se reconhece pelo manto do programa”
🙂
Obrigada Mauval, obrigada Nandão, obrigada Shogun, obrigada a toda nação roNqueira.
Edna, balance a cabeça se você estiver bem!!

O ronquinha é mesmo meio mágico, muita sintonia, coincidências sei lá, várias vezes levo um tapa nas ideias e que de alguma forma, o roNca ta no meio. hehehhe
oh, a caixa de correspondência vai ficar cheio hein, a tripa deve está eufórica #400.
Vida loNga!!
Beijão”

Sissi

+

Assunto: #400 + taco taco nao pega

“Oi MauVal!
O que foi o #400! Superou todas as expectativas!
E foi meu combustível pra virar a noite trabalhando num projetinho da faculdade que até foi inspirado pelo Ronca! (um pitch pra um videocast animado apresentado por um alien fissurado em música humana… doidera que quem sabe um dia eu transforme em algo decente)
Espero ansiosa pelo “#400 lado B “com as novidades enviadas pela tripa. Não deu pra participar por total falta de tempo até pra dormir, mas sabia que a tripa não nos decepcionaria!

E um extra: é meio offtopic, mas lembrei mt das nossas queridas vinhetas quando ouvi essa:

bjs!”

Gabi

+

Assunto: #400

“Fala, Mauricio.

Lindo, lindo, lindo, lindo, lindo o #400.
Você e Nandão The Legend again, juntinhos no estúdio depois de meses que pareceram décadas. Além disso, ouvir as vozes dos ronqueiros é sempre especial. As pessoas não são números, pois números não amam.Tem alma, coração, paixão nesse negócio aí. Ouvindo a molecada, os olhinhos da ala geriátrica da Tripa, à qual me incluo, fizeram blu-blu forte.
Você citou os três elementos básicos do Ronca: comunicador – músicas – ouvintes.
Mas tem um quarto, que é justamente a junção desses outros três, a soma das partes, o todo. A cola que une tudo isso? O amor, claro.

Abraços e lave as mãos.”

Kleber

+

Assunto: o #400 <3

“Salvee, Mauricio! Salve, Nandão!

Só agora consigo escrever algumas palavras sobre o 400, mas, segui o ritual de ouvir ao vivasso ontem, religiosamente como toda semana, acompanhando a missa de São Mauricio Valladares (gostei dessa, rs)
Sou grata demais por ter participado desse programa tão bonito e importante pra toda a audiência, principalmente pra turma da minha geração, que ali no comecinho do milênio, tava começando a se interessar pela música, esse programa foi meio que um resgate dessa época. Foi bem nostálgico. Me transportou pra vários lugares e pude acessar muitas lembranças maravilhosas. <3 ao mesmo tempo que ele também traz umas memórias muitos frescas. Foi um recorte cirúrgico desses 20 anos que nos atravessaram. Incrível! Claro, muita coisa ficou de fora, mas essa seleção foi muito bem representada. Trovoa no fim… foi emocionante demais. E ouvir os comentários de cada um ali, fez meu coração bater até mais forte. 🙂 Parabéns a toda curadoria, co-curadoria e co-co-curadoria. D+!

Agradeço muito a você e ao ronquinha por existirem e estarem presentes na minha vida, há uns 15 anos. Todo dia, aprendendo mais um pouquinho contigo. Sempre atenta. Obrigada demais, Mauricio.
e sobre o papo de fazer um programa que tenha sentido pras pessoas, não tenha dúvidas disso.
me sinto honrada de fazer parte da tripa e de ter conhecido tanta gente maravilhosa através do RoNca.
Ainda agora, falava com o Zé da Maré sobre o 400 e sobre o tempo de duração. Que poderia ser assim sempre. rs
Hoje em dia, onde as pessoas estão tão apressadas, “parar” pra “ouvir” 206 minutos num programa de música é realmente para os raros,

agora, sobre a PJ Harvey passar ali pelo tico tico e se inspirar na foto do Fela Kuti, Nandão (A Lenda), fez uma boa colocação. Não tinha pensado nisso, rs

Música é a arma!

um grande abraço a todos que fizeram esse programa acontecer e que seguem na resistência, ano após ano, fazendo do ronca esse organismo vivo e pulsante, tão especial pra todos nós! Ainda mais nesses tempos tão estranhos…
esse programa foi aquele abraço, com força descomunal, como já disse o seu xará.

Viva o Ronca Ronca! Que venham mais outros 400.
beijos.
amo vocês!.”

Nathalie

+

Assunto: É Nóix Kitá 400

“…é….
roNca 400
dor prazer ilha Norte
vírus cura música ternura
selvagem lágrimas felicidade
botequins ninguéns choro risada
pautagrande (QM!) a coisa tá dura
vinhetas heavy drugs Irlanda
doença vício lókura
fontaines t`vi
olha mauricio nandão
dá pra colocar essa porcaria pra aqui?

muito amor!!!! é nóix kitá!”

selvagem
(Comunidade Quilombola Gato Maracajá
Baía de Guanabara, 2020)

zé, o #400 e o “novo normal” com 3 horas e meia…

Subject: 400 !!!
“Putaquiparile, que edição phoda, foi excelente ouvir uma  edição inédita marcando os #400 dessa encarnação do programa, em quase 207 gloriosos minutos.Pra além das músicas, entre “Black star” e “trovoa”, ouvir os inoxidáveis comentários seus e do Nandão (acrescidos de alguns relatos de parte da tripa) faz toda diferença. Saber que está, com o auxílio do shogun, digitalizando 600 fitas dos seus programas pra além do ronca, desde os “tempos do ronca” até a fase da imprensa (quando eu enfim conheci ronca) e que vai tirar isso da moita e colocar essas pepitas pra jogo é algo que me deixou eriçado pra ouvir todo esse material que por razões cronológicas não tive acesso à época rs. Com tanto material (além das novidades, é óbvio), faço votos que programas com 3 horas e meia como o de ontem sejam esse sim “o novo normal”, um dos alívios necessários pra esses dias de clausura, está desenterrando esse material em excelente momento 🙂  Valeu Mauricio, abraço, vida longa a você e ao ronca, rumo ao programa 4.000, até +”   🙂
Z

o #400centão esmigalhando o coração da ouviNtada…

o #400 está montado em 206 minutos e 57 segundos… ou seja, quase três horas e meia  da mais pura desorientação sonora… envolvendo, praticamente, todos os componentes que insistem em manter o programa vivo, desde 1982… com destaque absoluto para o irrestrito apoio da audiência.

o #400 foi criado LIVE, na marra, com saNgue quente.. e, claro, recebendo lá de cima os acertos necessários para manter os encaixes “sobrenaturais” e não sair do trilho. o tempo do programa passou muito rápido, ainda mais com o aquecimento ofertado por valdeco. cheers

com o formato de audição “quando-onde-como quiser”, o #400 reverberará loucamente pelos próximos dias… mas, sobretudo pelos relatos dos que ficaram pendurados na íntegra do programa (LIVE), já temos certeza absoluta do impacto causado.

meu desejo desde a flu fm é o de apresentar um programa que seja importante para as pessoas… biNgo!

MEGA obrigado pela audiência frenética e pelas mensagens que estão chegando… D+D+D+D+

para exemplificar a tal importância sonhada, aqui está o pombo enviado por túlio “brasa”…

Subject: Ronca 400
“Mauricio, essa edição bateu muito forte. Que comunhão bonita de música e amizade. Muita sorte da gente ter o Ronca Ronca e você para guiar os caminhos. Emocionante demais ouvir vários sotaques e depoimentos pessoais sobre tanta música que a gente ama.
Terminar com “Trovoa” foi brilhante. Vejo como uma música quase particular da nossa turma – casual, apaixonada, urbana. É a música que vai passando entre amigos de dica em dica e costurando um laço maior no caminho. Como o Ronca Ronca é. Estamos sempre contigo!
Obrigado a ti e Nandão por tanto carinho nessa edição do Ronquinha. Estou na torcida por uma música do Wilco na repescagem.
Beijos,”
Túlio

aTRIPA trippin’…

Assunto: 400tão

“Salve Mauricio

Descendo nesse exato momento…

Vida longa…ano que vem faço 25 anos desse “vício” de te ouvir, desde o Radiolla!!!

Abraço!!!”
Tadeu.

+

“Olá, Mauricio! Tudo certo?

Ainda estou arrepiado, com as pernas bambas, roendo as unhas e bebendo um suco de maracujá. A emoção é grande.

Muito obrigado. Tudo de bom para você e vida longa ao Ronca Ronca 😉

Abraço”
Rodrigo

+

Assunto: RoNca 400 ao vivo @ FroNt Capixaba

“Bom dia Governador Valladares,
Estamos AO VIVO, eu, João & Mayko (foto) @ Praia da Costa/ Vila Velha, Victorinha, Brazil, UK, ouvindo o RoNca 400 & degustando mais uma Red Ale da boa Piabier. Obrigado por tu & Nandão existirem na vida da gente.
IPC: A tripa precisa se reunir, a nível de ser humano, numa festa RoNca pós-pandemic.
Esse é o brazil que eu quero.
Abraço,”
Leon

nelson, o #400, Ela e o tempo…

Assunto: E o 400 …..

“Aqui já tudo pronto pro 400…

Afinal é dia pra celebrar nada além ..

Celebrar o que?

Simples a música, o rádio ,o tempo, o trabalho de mais de 8 anos somente na uebi ,a tripa e a felicidade da comunhão entre pessoas por ondas sonoras …

Parabéns Mauricio e a toda a equipe do ronca porque não se faz nada sozinho nesta vida …por mais 400.. e vamos que vamos …”

Abs Nelson.

aTRIPA de olho parado na fila do #400…

Assunto: Esperando o #400…

“Ansioso, esperando o #400 já com a caneca e o caramelo preparado.
Eita! Chega logo!
Que momento…
Abração pra vocês! (Tripa, Maurição e Nandão)
Gilberto
Rio de Janeiro – RJ

+

Assunto: tá chegando a hora

“por aqui, a expectativa também é gigante

só tem um probleminha – já vasculhei o armário inteiro…

e não acho uma roupa digna pra vestir nessa noite de gala

) :

em compensação, as delícias estão garantidas: chá de laranja e mel + cookies de brownie caseiros

sim, os cookies são de minha autoria

pois é, na quarentena todo mundo virou master chef

( :

parabéns, kérido, por mais essa conquista

beijos”

Claudia