vimeo

temporada2…

D+D+D+D+!

a estréia é segunda que vem no canal BIS (NET 120), às 19h, com várias reprises!

pelo andar da carrocinha, essa nova temporada chegará desgarrada do padrão hype/”tô desbundadinho com vinil” que,

compreensivelmente, norteou os primeiros – e britânicos – 13 capítulos da série!

comentei no roNca sobre a excelência do “minha loja de discos”… mas lamentei a excessiva padronização das lojas.

tirando umas três (sounds of the universe/souljazz, uma de birmingham e outra que não lembro), todas as outras foram apresentadas do mesmo jeito: somos um espaço diferenciado/apoiamos a música local/frequência descolada & o diabo A4.

como se tudo fosse, literalmente, uma grande novidade! ok, muitas são fresquinhas, mas a maioria das lojas está lá bem antes

da (re)descoberta do vinil… e o principal: a grande “novidade” que envolve o vinil é processada há séculos!

felizmente, pelas presenças dos entrevistados, a prosa da nova série – made in U.S.A – parece ter mudado.

afinal, como já disse, é pra lá de compreensível a nova abordagem… não só pelo melhor entendimento da relação loja/cliente mas de tudo que está em volta… inclusive o desbunde!

tomara que eu volte a encontrar com o rodrigo para comemorar a segunda temporada… e saber quando será a terceira!

( :

o ruivo…

“Essas imagens foram feitas por meu pai e minha mãe em 75 e 76 durante o carnaval em Saquarema, município do estado do Rio de Janeiro. Essas pessoas que se vêem aqui são minha família, meus pais e avós, tios, primos e amigos, gente maravilhosa, meus grandes heróis na infância. Todo ano eles formavam esse bloco chamado Saquarema de Banda. Dá pra ver muito claro porque ao invés de chamar de Banda de Saquarema eles inverteram o nome. Todos eles de banda, alguns mesmo entortados, todos palhaços, crianças em espírito. Foi assim que eu cresci e tão logo eu consegui segurar uma baqueta passei a tocar com eles no bloco. Esses foram os momentos mais felizes da minha infância e eu e minha irmã fomos pra sempre marcados por essa época, essas pessoas. Minha irmã, com quem dirigi e editei esse vídeo é hoje ritmista da Estação Primeira de Mangueira e foi pra ela que eu escrevi essa música. Maná é a graça, a benção, e Má é ela, Marcela. Esse vídeo é uma homenagem à todos que fizeram parte desse bloco, especialmente os mais velhos que faziam tudo acontecer, uma prova de que apesar de nos sentirmos muito modernos e livres no século 21 nossos pais e avós eram muito menos caretas do que somos. Bom, pelo menos os meus.”  Rodrigo Amarante

+

25 minutos para iluminar sua sexta13…

acho que o programa “the ronnie wood show” é cheio de restrições para ser visto/compartilhado aqui por baixo.

mas se você der uma catada no google – “ronnie wood bobby gillespie” – vai aparecer o link do vimeo.

a tabelinha dos dois é ULTRA inoxidável… muitas Histórias (mary chain, soul, PiL, mick taylor, blues, velvet…)!

maior climão à vontade… mesa de bar, total… com guinness!

IMPERDÍVEL!

o bloco…

Subject: botando o bloco na rua
“Salve mauval!

to recuperando agora os programas antigos e logo no começo do programa do dia 18 vc colocou a música do sérgio sampaio e perguntou se ninguém cantou ela nas passeatas.
não sei se cantaram lá na hora, mas, olha esse video =]”
abraços,
Tiago