cinema

o autor da biografia do imperial informa…

“O Mário fez um filme com o Imperial e impediu o lançamento. O Gordo pediu para ele voltar atrás, mas ele foi irredutível. Aí, Imperial esperou o cara fazer bastante sucesso e soltou a nota no jornal A Luta Democrática. Nessa época, Mário fazia a novela Duas Vidas com a Betty Faria e os dois tiveram um romance. Ela era casada com o Daniel Filho, também diretor da atração. Ele me contou que o Imperial foi muito solidário com ele. Diz que não teve participação na história da cenoura, mas que ao saber do que aconteceu, falou: “Essa cenoura vai acabar parando é no meu cu. Eu sou o principal suspeito.”

Isso tem no documentário ‘Eu sou Carlos Imperial”.

Abs.

Denilson Monteiro

(estrogonófico componente d’aTRIPA desde o século retrasado)

nick, warren & jesse…

curioso como até lá fora esse filme (de 2007) é pouco conhecido e tido como “underrated”… como exemplo da desorientation, nandão achou que ele estava em exibição nas telonas (hoje)…

This is the most underrated movie ever made period. It is downright baffling how no one ever talks about it and it was not at all successful, It has an amazing A-list cast, masterful directing,cinematography, musical score, and of course performances. I guess its just a prime example of being ahead of its time and poor marketing, especially since just this last year saw a huge trend in gritty auteur westerns(hateful 8, revenant, bone tomahawk) I have been obsessed with this film since it came out and am glad its recently starting to gain a well deserved cult following. Related side note: How the hell is Casey Affleck not a huge movie star???!!!!??

bruuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuce…

O roteirista/diretor/produtor Gurinder Chadha (“Driblando o Destino”) apresenta o inspirador drama A Música da Minha Vida (Blinded by the Light), embalado pela melodia e letras das canções atemporais de Bruce Springsteen. A Música da Minha Vida conta a história de Javed (Viveik Kalra), um adolescente britânico filho de paquistaneses, crescendo na cidade de Luton, Inglaterra, em 1987. Em meio às turbulências econômicas e raciais da época, ele escreve poesia como uma forma de escapar da intolerância de sua cidade natal e da inflexibilidade de seu pai tradicional. Porém, quando um de seus colegas lhe apresenta a música do “Chefe”, Javed vê paralelos entre sua vida simples e as letras marcantes de Springsteen. À medida que Javed descobre um escape catártico para seus próprios sonhos reprimidos, ele também começa a encontrar coragem para se expressar com sua própria voz. Baseado no aclamado livro de memórias de Sarfraz Manzoor Greetings from Bury Park, A Música da Minha Vida é uma história contagiante sobre coragem, amor, esperança, família e a capacidade única que a música tem de elevar o espírito humano. Chadha dirigiu e produziu o filme, que foi escrito por Manzoor, Chadha e Paul Mayeda Berges. A história é realçada pela música e letras poéticas de Springsteen, que deu a Chadha sua benção desde a origem do filme. A Música da Minha Vida é estrelado por Viveik Kalra, Hayley Atwell, Rob Brydon, Kulvinder Ghir, Nell Williams, Dean-Charles Chapman e Aaron Phagura. O filme foi dirigido por Gurinder Chadha a partir de um roteiro de Sarfraz Manzoor, Chadha e Paul Mayeda Berges. Jane Barclay, Chadha e Jamal Daniel produziram o filme, com produção executiva de Paul Mayeda Berges, Hannah Leader, Tory Metzger, Tracy Nurse, Stephen Spence, Peter Touche e Renee Witt. A equipe de Chadha nos bastidores incluiu o diretor de fotografia Ben Smithard, o desenhista de produção Nick Ellis, o editor Justin Krish e a figurinista Annie Hardinge. A música original foi composta por A.R. Rahman. Uma apresentação da New Line Cinema, A Música da Minha Vida tem estreia marcada para 19 de setembro de 2019 e será distribuído internacionalmente pela Warner Bros. Pictures.