Todos os posts de mauval

a bula do #468 com fabio golfetti…

nara leão & tuca – “retrato em preto e branco”

seu jorge – “life on mars”

tricky & martine – “abbaon fat tracks” (12″)

keith leblanc – “malcolm X”

telephone – “le silence” (7″)

do amor – “tears and fears away” / selecionada pelo roNcraKudo tadeu lima

gong – “ego”

papo com fabio golfetti pelo telefone

gong – “oily way” (ao vivo em SP, 2007)

jeff buckley – “grace” / selecionada pelo roNcraKudo tadeu

tim buckley – “once i was” (peel session 1968) / selecionada pelo tadeu

elza soares – “desabafo”

(titita)

ouça AQUI o programa

tarci e os cavalos de patti…

Assunto: Os cavalos de Patti
“geNte querida, tudo bem?
Como sei que a tripinha é grande e a preocupação com a ouvintada da new generation é pauta constante, real e necessária, compartilho o que o carteiro deixou na minha porta hoje: o livro infanto-juvenil Os cavalos de Patti, da escritora e ilustradora uruguaia Pato Segovia, inspirado no disco Horses, e no livro Só garotos, da Patti Smith. A contracapa diz “…uma homenagem a todos aqueles que vivem em busca de liberdade, paixão e cavalos perdidos. Para punks de todas as idades”.
Além de apresentar de forma lúdica várias leNdas, vem com um QR-Code para uma playlist criada pela artista uruguaia:
Crocodile rock – Elton John
Hot Rats – Frank Zappa
Wild Horses – The Rolling Stones
Albatross – Public Image Ltd
I wanna be your dog – Iggy Pop & The Stooges
The circle game – Joni Mitchell
Blowin’ in the Wind – Bob Dylan
Perfect day – Lou Reed
Thunder Road – Bruce Springsteen
Rain Dogs – Tom Waits
Eat me – Ozzy Osbourne
Even Flow – Pearl Jam
Paprika pony – Kim Gordon
The greatest – Cat Power
Breathless – Nick Cave & The Bad Seeds
Aqualung – Jethro Tull
É da Editora Barbatana (tava com um descontão recentemente na Festa de Livros da USP e pode estar nas black fridays por aí). Pra incrementar o repertório da rapeize!
Besos”
Tarci

o #468, hoje, às 22h, com turbulência máxima…

tá sentido o astral do jumboteKo aqui em cima? pois é, vai botando a barbinha de molho porque a trepidação será brutal com fabio golfetti (gong / violeta de outono. isso mermo!) deitando falation inacreditável + roNcraKudo fazendo o setlist do programa + nandão cheio de graxinha + nara leão & tuca, “malcolm X”, tricky, seu jorge, telephone… e muito mais!

#468, hoje, às 22h, aqui no poleiro

(+ spotify, itunes, mixcloud, deezer, amazon, tunein…)

pai santana, cruyff & wilsão…

meu jisus dos céus… olha essa imagem:

pai santana, johan cruyff e wilson alves… a indagação é: quem são esses dois bicões com o monumental fotógrafo wilsão?

pois bem, o colega com a xeretinha na mão está sendo digitalizado/pesquisado pelo possante lucio branco (ele mesmo, dejóta 50% do afro embalo makula)… em breve, teremos aqui novidades sobre o majestoso arquivo de wilsão.

voltando ao registro do trio calafrio clicado por jorge reis: essa partida aconteceu no maracanã, em junho de 1976… numa ação cabeludérrima de francisco horta, presidente do fluminense, que entrou numas de trazer a estrela maior do barcelona para as laranjeiras… só isso.

+AQUI

l’aTRIPÁ inoxidable e frénétique…

Assunto: Potato omissions
“Olá MauVal e Monsieur Chutô,

Por aqui Hudson (Taxista, olho parado rastejante).
Cara, os programas franceses das últimas semanas foram irados mas aí Mau Val, vc dá uma passada no DEUS inglês Malcolm Mclaren e não dá uma ida na vertente louca do Hip Hop (old school) que abriria a oportunidade de vc falar sobre o som Bufallo Gals de 1982 onde ele foi ao extremo com o world famous supreme grupo esse que em 1984 lançou Hey DJ que cita DJs e os clubes da Inglaterra e de certa forma homenageiam o “MALQUINHO”.
Aí vc se pergunta; “esse Hudson é maluco, o que essa porra tem haver com a França?”
Eu te respondo: Nada, mas abriria um gancho (hip hop) para vc falar da música mais sampleada e “screcheada” da história que foi gravada em francês e mostra toda diversidade cultural da frança inclusive em solo Americano onde naquela época eles queriam ver o Osama mas não queria por lá a língua francesa.
A tal música é Change the Beat – Beside & Fab 5 Freddy de 1982
Curto muito vcs. Assim que possível pois a grana anda curta (hj em dia a concorrência é muito forte aqui no transporte pergunte ao Dustinho) vou dar uma força a vcs lá no apoia.se !
Abraço queridos desculpe se aqui no e-mail tem alguma batatada…”
Hudson
+
Assunto: Menu França !!
“E aí Mauval, quais as novas na capital da Guanabara?!!! 

Como sei que as panelas do Ronquinha não tem tampa e dá sempre pra colocar um ingrediente a mais no pirão, queria por um ingrediente no
menu França.
Fiquei pensando na afirmação sobre o mundo pop francês e o
que vem a mente é sempre os mais clássicos com Serge Gainsbourg, Charles Aznavour, Paul Mauriat, Jean-Michel Jarre, Jean-Luc Ponty e mais alguns poucos….
Mas lembrei que nos 80 tinha uma rapeize, que fez muito sucesso no Brasa e estava fortemente ligada a França que é a turminha da Virginia e Seus Blue Caps. Pelo menos a metade do Metrô era de franco-brasileiros. 
Aliás essa galera deve ter circulado fortemente pela Fluminense e tu deve ter cruzado (sem duplo sentido) com a Virginia algumas dezenas de vezes, o que aliás é mais um item na minha infindável… Lista Para Sentir Inveja de MauVal.
 

Respectus Maximus!!!”

Gil
+
Assunto: Ainda sobre “o beijo na boca”…
“Rapaz… quanta informação! Estou tonto e revirando meus vinis e CDs com os inventores do pãozinho e do beijo na boca. Voltei a escutar o vinil La Question com ouvidos completamente diferentes. Porra Maurição, obrigado!
Vai aí uma fotoca de algumas coisas que não param de tocar aqui em casa e vou, inclusive, relendo o livro do espetacular Serge Gainsbourg ( que vídeo foi aquele!!!).
Grande abraço!”
Gilberto
Rio de Janeiro – RJ
Grajaú