Arquivo da categoria: “preto & branco”

peraí, bicho! para, tá? (ou wilsão benzendo o preto e branco)…

CARAMBA… emoção extrema com wilson alves (MEGA referência fotográfica, mestre total) em corpo a corpo com o “preto e branco, HOJE… mais uma traquinagem fotojornalística do makulense lucio branco. tenho como agradecer um milhão de vezes?

UAU… muita responsa!

D+

( :

relembrando a pauta que já esteve aqui no tico: olha o gigante, à direita, com dois desconhecidos, em pleno maraca, em junho1976…

( :

rei leon, seu gilberto e o “preto e branco”…

Assunto: o “preto e branco” fazendo 5 anos…
“Bom dia Governador Valladares,

Muitos parabéns & muito obrigado pela lembrança.
Aliás, sodade, muita sodade, de ti, do Túlio Maravilha, da tripa, dos shows, das festas, etc.
Aproveitando, as parabólicas do mangue captaram um novo imortal lendo e tendo o crânio enfeitado pelo Preto & Branco (foto) em entrevista.”
Abraços
Leon

aos interessados no “preto & branco”…

mês que vem, no dia 22, o livro “preto e branco” completará cinco anos de vida… parece que foi ontem… mas o fato é que com esse tempo na pista, as possibilidades dele se manter disponível nas livrarias começam a rarear.

atualmente, a melhor recomendação é por encomenda na UÉBI.

o livro foi lançado na livraria argumento (rua dias ferreira, leblon) que acabou de informar ter recebido algumas peças.

portanto, sebo nas canelas…

cheers

alessandro, o chefe & o “preto e branco”…

Subject: Fomos surpreendidos novamente! (como diriam os caras do Casseta & Planeta)
“Salve MauVal! Salve Nandão, a lenda!
 
Caramba! Caramba! Caramba!
 
Tive que ir esses dias ao escritório onde eu trabalho para resolver umas pendencias que só conseguiria resolver presencialmente. Estou de quarentena, guardado em casa, desde 16 de março de 2020, aguardando esse mocorongo do corona vírus ir embora.
 
Meu chefe (aquele mesmo que em 2018 começou a me viciar nesse tal de roNca roNca) me avisou que haveria uma “coisa” em cima da minha mesa quando eu chegasse no escritório.
 
Qual não foi a minha surpresa ao chegar no escritório, ver um envelope grosso, lacrado, em cima da minha mesa endereçado a mim.
 
Pensei: que pocilga é essa que o Diogo aprontou desta vez.
 
Rapaz…. ao abrir o envelope não é que dou de cara com a maior coletânea de registros feitos pela Xeretinha na face da terra?
Que livro sensacional, Mauricio! PQP!!! (desculpe pelo alto índice de IPR neste e-mail).
Cara, folhear essas páginas é uma viagem inenarrável.
 
Mas tem um problema ai neste livro: algumas fotos dão um gatilho em um fã do BR ROCK, como eu.
Algumas páginas remetem a um pensamento: “opa, já vi essa foto em algum álbum que eu tenho aqui em casa”.
Dito e feito: Os Paralamas do Sucesso e a Legião Urbana estão lá, firmes, fortes e sacudidas, registradas pela Xeretinha de modo primoroso e marcadas a ferro e fogo na cabeça da audiência altamente qualificada deste programa.
Fui ver a ficha técnica dos álbuns que eu tenho aqui em casa e qual não foi a minha surpresa ao perceber que você sempre esteve lá, MauVal…
Caraca! Caraca! Caraca!
Nunca tive chance de agradecer pelos registros fotográficos tão bem feitos em álbuns clássicos que até hoje habitam o meu coração.

Muito obrigado, Mauricio.

Valeu mesmo!

E parabéns pelo livro: sensacional! Puta presente absurdamente bom que meu chefe me deu.

Forte abraço.”

Alessandro (SP)

os quatro anos do “preto e branco”, hoje…

em 21novembro2016 nasceu o livro “preto e branco”, há quatro anos exatos.

quando olho pra ele, na boa, não acredito que seja real… caramba, a missão foi cascuda, a gestação (minha) mega lenta e se não existissem muitos amigos com o firme propósito de fazer a criança nascer… hummmmmm, sei não, o livro seguiria na lista de meus sonhos.

tranquilamente, dá pra comparar o “preto e branco” com a existência do roNca roNca… já que o programa segue ativo, ao longo de tantos anos, exclusivamente, por conta das muitas pessoas que insistem em remar… adiante.

o “preto e branco” foi pra pista quando luiza mello, raul mourão, fred coelho e christiano calvet seguraram o touro à unha e gritaram inspirados pelo rei: “it’s now or never”.

para celebrar esses quatro aninhos, separei algumas imagens captadas pela xeretinha que  marcam um tasco de nossa trajetória. tipo: preparação, gráfica, lançamento inesquecível, divulgação e registros de peças raras com ele em mãos.

pra começar o agradecimento GIGANTE a todos que participaram (e seguem reverberando a criança), os quatro que deram o chute inicial…

UAU

lembrando que AQUI está boa parte da connection com o livro nesses quatro anos!

mais uma vez, só me resta agradecer-agradecer-agradecer e agradecer a TODOS

cheers

( :