Arquivo da categoria: “preto & branco”

marcelo, fabinho, o preto&branco…

volta e meia (desde 1982) comento as muitas mensagens/cartas que chegam relatando Histórias que existem para permanecer – apenas – em meu coraçãozinho… contatos que jamais tiveram/terão espaço em outras hospedagens, sacumé? isso, naturalmente, amoitadas… mesmo que venham a ser, levemente, exibidas.

essas letras (desde 1982) se relacionam com os programas… com todos eles, rock alive-ronca tripa-radiolla-roNca roNca. elas chegam de todos os lados, de todas as situações, sob os mais diversos climas. na maioria dos casos, elas carregam dor-saudade-tristeza mas, sempre, o Rádio e a Música são os antídotos para todos os sofrimentos.

exatamente com essa configuration, o marcelo (de BH) enviou um email que coloca no mesmo pacote o fabinho (chapaço dele), o roNca e o preto e branco… PQP!

marcelo, seu pombo galgou os parâmetros mais inatingíveis que o humanoide tem capacidade de imaginar… e cravou um espaço definitivo na minha existência, simples assim!

para eu escancarar meu agradecimento, seguem algumas poucas linhas das muitas enviadas…

– meu preto e branco chegou essa semana, faz parte da minha overdose recente de roNca roNca, com nandão a lenda, músicas divinas, canções inesquecíveis e conversa delirante sensacional, com direito a lágrimas com essa canção linda do Milton e canários petropolitanos, comecei a ver as fotos e pensei na hora esse livro tem que ser do Fabinho, mesmo convivendo nada com ele na atualidade resolvi que iria levar pra ele nesse sábado quando almoço na casa dos sogrões…

UFA

cheers

richardson, o livro e o silêncio…

Assunto: Garras afiadas em preto e branco
“Eis que (s)urge garboso, retumbante e reluzente a tão esperada obra. Que isso, bicho, que livro!

Me identifico muito com seu trampo, meu chapa. Desde lá da Oi FM quando aplicava o RR em minhas aulas de rádio em uma faculdade de comunicação no interior de Minas.
Também sou professor de fotografia e documentário. Agora imagina ver essas fotos que de, silenciosas, não têm nada!!!!!
Aliás… essa parada de destacar o silêncio, que em Rádio para alguns teóricos que sequer sabem o que são ondas curtas, é um erro, só pra quem é da imagem sabe o valor do silêncio.
Aliás…
O silêncio existe uma vez que a nossa mente e retina não param? A ver…
Parabéns, camarada. Quando eu colar no Rio, além da cachaça já prometida, o livro estará debaixo do braço para aquela rubrica.
Já é!?
Cheers.”

Richardson

peraí, bicho! para, tá? (ou wilsão benzendo o preto e branco)…

CARAMBA… emoção extrema com wilson alves (MEGA referência fotográfica, mestre total) em corpo a corpo com o “preto e branco, HOJE… mais uma traquinagem fotojornalística do makulense lucio branco. tenho como agradecer um milhão de vezes?

UAU… muita responsa!

D+

( :

relembrando a pauta que já esteve aqui no tico: olha o gigante, à direita, com dois desconhecidos, em pleno maraca, em junho1976…

( :

rei leon, seu gilberto e o “preto e branco”…

Assunto: o “preto e branco” fazendo 5 anos…
“Bom dia Governador Valladares,

Muitos parabéns & muito obrigado pela lembrança.
Aliás, sodade, muita sodade, de ti, do Túlio Maravilha, da tripa, dos shows, das festas, etc.
Aproveitando, as parabólicas do mangue captaram um novo imortal lendo e tendo o crânio enfeitado pelo Preto & Branco (foto) em entrevista.”
Abraços
Leon

aos interessados no “preto & branco”…

mês que vem, no dia 22, o livro “preto e branco” completará cinco anos de vida… parece que foi ontem… mas o fato é que com esse tempo na pista, as possibilidades dele se manter disponível nas livrarias começam a rarear.

atualmente, a melhor recomendação é por encomenda na UÉBI.

o livro foi lançado na livraria argumento (rua dias ferreira, leblon) que acabou de informar ter recebido algumas peças.

portanto, sebo nas canelas…

cheers