festa

vale muito a pena ver de novo (ou i repeat: vale muito a pena ver de novo)…

as letrinhas e imagens a seguir foram colocadas aqui no tico em 7dezembro2015 mas relatam algumas traquinagens que aconteceram na festa roNca roNca de outubro1995, no clube condomínio (horto / rio)…

roNca roNca, a festa, outubro1995 (1)…

na meiuca da década de 90, a festa roNca roNca ficou ancorada por três anos no condomínio esporte clube (horto – RJ). uma vez por mês, a desorientation baixava forte lá pelos lados das palmeiras imperiais.

nessa época, não eram muitas as festas na cidade de são sebastião… pelo contrário, estavam longe da abundância atual… na real, essa “indústria” começou, exatamente, há uns vinte anos… foram tempos de descoberta, informação, curiosidade, radiolla na globo fm… e roda girando.

a festa levava muita gente às redondezas do jardim botânico… dentro era o roNca roNca e fora, nas ruas, era o broNca broNca… neguinho ia pra não entrar, manja? estacionava o carango (abastecidão) e ficava curtindo a sonoridade que pairava, loucamente, sobre TODO o (silencioso) bairro. volta e meia cruzo com alguém que diz: “ahhhh, era você que não me deixava dormir”… ou “caramba, graças a você passei  muitas noites ao som de planet hemp-clash-maytals-martinho-underworld-chemical-verve-zeppelin-oasis. valeu”

quase sempre a gente incrementava a festa com ações conectadas ao momento: são joão, 14 de julho (distribuição FREE de champanhota), olimpíada (isso, provas “cabeleira altíssima”) e mil outros babados. em outubro6, tivemos a idéia de fotografar os presentes num estúdio, especialmente, montado no clube pelo inoxidável-tricolor-leNdário MEGA fotógrafo milton montenegro… e que os retratados, ao final da festa seguinte, pegassem suas fotocas FREE… quando todo o material – centenas de ampliações – estaria exibido numa enorme parede do clube condomínio.

como era previsto, a maioria das fotos foi retirada pelos interessados… mas nem todos conferiram a festa de novembro. conclusão, até hoje, as imagens “sobreviventes” estão comigo.

mais de vinte anos depois, essas relíquias contam uma parte descabelada da História de todos nós. existe, atualmente, uma boa quantidade de jovens que foi gerada por conta da festa. tem gente que não está mais em solo terrestre (sodade). muitos dos retratados seguem colados, amigos, dando risadas. certamente, dezenas de outros enfraqueceram a amizade, se desentenderam… ou sequer sabem os nomes dos companheiros ao lado… hahaha!

atividade que a pressão é brutal. boa viagem…

214612572089101811131421315161917

cheers

( :

roNquinha no bailão, ontem, no armazém4…

mamãe… desconexão total com a crosta terrestre!

mais uma vez, agradecimentos mil pela ULTRA-MEGA gentileza colocada em meu colo por mister peNNa.

aqui clicado, pela xeretinha, no exato momento em que passava o som da festa para as garras do roNca…

diante de três mil testemunhas que ouviram, a seco, o “por que” da minha participação no bailão…

e configurou blublu forte em meu zoinho… casca… UFA!

veja bem quem estava inoxidavelmente presente…

com a sonorização por nossa conta, bernardão & os seletores embalaram o ambiente com três petardos seguidos …

retirados de seus dois discos mais recente… e com ele bailando no dancefloor… yeah!

também frequentaram a pista em uma hora de desorientasom:

mundo livre s/a, bezerra, “el arbi”  (je suis khaled), clara nunes, paulinho boca (gravado LIVE no roNca),

joão brasil (“baranga”), paralamas (“o beco”, entortou o armazém!), sidney magal (cacilds!),

o síndico (“bom senso”, até os piratas cantaram), dona onete, tosh (legalizaNdo!)…

muitas vinhetas do roNca ecoaram pelo cais do porto carioca (skylab, seun, ottinho, “pau comer”) e

“juízo final” com nelsão (abrindo os sirviços)!

grande parte d’aTRIPA chegou a nado, felizona…

®esistro & z´ enquanto secavam os corpitchos na brisa portuária tendo a lua por testemunha…

e, pra fechar, claro, não podia faltar o boNde do bond…

( :