fotografia

direto de manchester pra fechar a celebration de roupa nova…

# Fundada em 1924, a Umbro é a autêntica marca do futebol, pois se dedica a este esporte há mais de 90 anos. Nascida em Manchester, Inglaterra, a Umbro tem seus produtos usados dentro e fora de campo em mais de 100 países por todo o mundo. Hoje, a companhia soma sua herança na alfaiataria esportiva com uma moderna visão do futebol para criar roupas, calçados e acessórios que combinam desempenho e estilo #

é isso, a UMBRO mirou nos 90 anos de são jujuba pra lançar os novos modelos do manto vascaíno e até diegão, palmeirense de dublin, acabou de encomendar esta peça pra tirar onda pela cidade…

vasco.umbro

caramba… que lindeza, mamãe!

evidente que xeretinha ficou toda serelepe para dar um chego, hoje, em são cri cri… ok, não fizemos todo aquele roteiro recomendado ali embaixo mas…

s.jujuba3

s.jujuba1

s.jujuba2

e esbarramos com fernanda, a rainha do hip hop na CADEG…

fernanda

UAU

( :

márcio confirmando…

cruzei os bigodes, hoje, com o márcio… da loja tropicália discos!

o “preto & branco” foi lançado em novembro do ano passado… ou seja, já são cinco meses ouvindo as mais inoxidáveis palavras (felizmente) sobre as minhas fotografias exibidas no livro… muuuuito muuuuuuito gratificante.

mas no encontro com o márcio, a vibe foi diferente e inesperada… caramba, o cidadão é MEGA conectado às formas, aos enquadramentos e, sobretudo, à música.

no que o livro caiu nas garras dele… o desfile dos comentários foi demolidor, página a página, foto por foto… todas as imagens vieram ilustradas por palavras inesquecíveis, reveladoras, certeiras e autênticas… D+

marcio.pb

cheers

kid, kédi tu?

quando eu soube da sipituca com kid vinil, “felizmente”, ele já havia sido transportado para são paulo.

caramba, kid é um dos mais inoxidáveis responsáveis pela proliferação da Música em solo brasileiro… há anos.

tive o prazer de fazer  uma visita ao programa dele, LIVE, em são paulo, no auge do pós-punk/new-wave, e ter tocado black uhuru – u roy – lee perry… tudim em DUB… PQP, fueda!

só esses dias dele foreta da pista são suficientes para causar um dano irreparável aos nossos ouvidos.

porra, kid… volta logo!

kid.tico

(liminha & kid, papo de 88/89, em são paulo)

barone mandou pra gente…

já foi fartamente noticiada a sipituca que aconteceu com andy summers (na casa de barone em araras) e que impossibilitou a participação dele no show que o call the police faria, ontem, em teresópolis (RJ).

ah, não soube de nada?

andy “catou um cavaco” e ao perder o equilíbrio, antes de cair de cara no chão, apoiou a mão para poupar o rostinho e… fissurou o tal dedo. tudo isso na manhã de sábado.

joão e rodrigo levaram o show adiante com a chegada do guitarrista gustavo camardella… e quem preferiu o $ de volta foi ao caixa e resolveu a situation.

em novembro, andy estará de volta para dar sequência ao call the police e registrar um DVD.

andy segue de molho (em L.A), sem chegar muito perto de sua amada mas de ótimo humor:

jb+as

o filho & o pai, retumbaNtes…

call4

Assunto: Showzaço (ou A Polícia, influência e a mãe)
“Fala Mauricio!

Primeiramente quero te agradecer pelos ótimos programas que há quase dois anos são o principal assunto da semana entre eu e o meu pai (Jorge, que te acompanha desde os tempos da Fluminense) e que me fez conhecer músicas e músicos incríveis (o que seria de mim sem ter conhecido lee hazlewood, farofa carioca, the kinks, dr John etc?). Programão terça hein, pirando no clash e nos Beatles! Segundamente, mais um agradecimento: por ter me falado desse show de ontem (call the police no vivo rio). Que show! Andy summers ali pertinho, mostrando porque é essa lenda da música. Aliás, primeira vez que eu vi o Barone de perto também. Que baterista! Sem dúvida um dos maiores do brasa (pra mim o maior na verdade). Quando soube do show, fiquei imaginando a possibilidade de eles tocarem Mother, do synchronicity, que eu acho que é a única música que o andy canta no police, e que é uma música absolutamente icônica entre eu e meu pai. Não tocaram, uma pena. Mas acho que talvez o andy não conseguisse, não quis nem voltar pro palco pro segundo bis que o Rodrigo e o Barone tentaram fazer… Bom, isso leva ao último assunto: será que dá pra vocês tocarem no ronca a música que eles não tocaram ontem (Mother)? Nós ficaríamos​ retumbantes.
Abraços
Saudações cruzmaltinas”
Luís