historinhas

peel, caipirinha, fábio, strokes, roNca…

o possante fábio pediu (o email está aqui no tico) a íntegra das palavras proferidas por john peel que abrem todas as edições do roNca roNca desde junho 2001… quando marcelo “caipirinha” mandou um pombo para ele – durante o programa com a sessão do strokes – informando que eu estava na escuta.

para evitar equívocos, o próprio caipirinha fez o trabalho de transcrição/tradução…

( :

goodbye hello…

na boa, não tem como haver despedida ou sequer tristeza… andré sempre esteve ao nosso lado (isso, de todos nós) e assim ficará forévis. as estórias são muitas e a História não tem como ser medida… da aposta, caso ele lançasse o the fall, comigo pelado dando a volta no quarteirão… passando pelo papo ao telefone, LIVE, na flu fm / 1985, com ele dizendo que o primeiro disco do smiths estava indo pra rua por conta do programa que liliane yusim e eu apresentávamos… ao inoxidável roNca roNca com ele a bordo, na Oi fm, em 2008. JISUS!

mas, por enquanto, secando as lágrimas, não posso amoitar as letrinhas que ele montou (inéditas há oito anos) para o projeto de livro que um dia nascerá (amém)…

mamãe

vale muito a pena ver de novo (ou i repeat: vale muito a pena ver de novo)…

as letrinhas e imagens a seguir foram colocadas aqui no tico em 7dezembro2015 mas relatam algumas traquinagens que aconteceram na festa roNca roNca de outubro1995, no clube condomínio (horto / rio)…

roNca roNca, a festa, outubro1995 (1)…

na meiuca da década de 90, a festa roNca roNca ficou ancorada por três anos no condomínio esporte clube (horto – RJ). uma vez por mês, a desorientation baixava forte lá pelos lados das palmeiras imperiais.

nessa época, não eram muitas as festas na cidade de são sebastião… pelo contrário, estavam longe da abundância atual… na real, essa “indústria” começou, exatamente, há uns vinte anos… foram tempos de descoberta, informação, curiosidade, radiolla na globo fm… e roda girando.

a festa levava muita gente às redondezas do jardim botânico… dentro era o roNca roNca e fora, nas ruas, era o broNca broNca… neguinho ia pra não entrar, manja? estacionava o carango (abastecidão) e ficava curtindo a sonoridade que pairava, loucamente, sobre TODO o (silencioso) bairro. volta e meia cruzo com alguém que diz: “ahhhh, era você que não me deixava dormir”… ou “caramba, graças a você passei  muitas noites ao som de planet hemp-clash-maytals-martinho-underworld-chemical-verve-zeppelin-oasis. valeu”

quase sempre a gente incrementava a festa com ações conectadas ao momento: são joão, 14 de julho (distribuição FREE de champanhota), olimpíada (isso, provas “cabeleira altíssima”) e mil outros babados. em outubro6, tivemos a idéia de fotografar os presentes num estúdio, especialmente, montado no clube pelo inoxidável-tricolor-leNdário MEGA fotógrafo milton montenegro… e que os retratados, ao final da festa seguinte, pegassem suas fotocas FREE… quando todo o material – centenas de ampliações – estaria exibido numa enorme parede do clube condomínio.

como era previsto, a maioria das fotos foi retirada pelos interessados… mas nem todos conferiram a festa de novembro. conclusão, até hoje, as imagens “sobreviventes” estão comigo.

mais de vinte anos depois, essas relíquias contam uma parte descabelada da História de todos nós. existe, atualmente, uma boa quantidade de jovens que foi gerada por conta da festa. tem gente que não está mais em solo terrestre (sodade). muitos dos retratados seguem colados, amigos, dando risadas. certamente, dezenas de outros enfraqueceram a amizade, se desentenderam… ou sequer sabem os nomes dos companheiros ao lado… hahaha!

atividade que a pressão é brutal. boa viagem…

214612572089101811131421315161917

cheers

( :

aviso aos navegantes…

com grande felicidade no coração informo aos intere$$ados que a loja renaissance discos (na tijuca) passou a operar com cartão de crédito… UHU

afinal, é uma conquista tecnológica onde poucas vezes o comércio planetário ousou se aproximar… aqui está o claudio, possante proprietário do estabelecimento, no solene momento de introdução do dinheiro plástico em um de seus múltiplos (?!) terminais de compra…

que tempos!

( :

pedro “blackhill”, direto de london, esclarece…

ontem, no #337, ao tocar “she’s a rainbow”, lembrei que essa song foi executada pelos stones no brasa através da escolha do público, procede? só que meu HD corroído não demonstrou certeza sobre a situation… pedro “blackhill” acabou de iluminar o fato…

Assunto: ela é um arco de chuva

“ouvindo o #337 agora, D+!

She’s A Rainbow foi pedido da turma mesmo, no segundo show de SP!

cheers!”

######

caramba, olhando para esse setlist, dá pra torrar o hipotálamo e imaginar quantos artistas (de todas as artes) podem oferecer uma obra com essa envergadura moral… quantos?

na boa, please, dá uma outra lida na sequência… e contextualiza a encrenca

mamãe

severino em vinil (ou LKJ no brasa)…

linton de volta ao brasa… não ao vivo como nessa fotoca de QUATRO anos atrás, no rio de janeura… também não em disco Dele mas, simplesmente, na participação MEGA inoxidável na canção “navegar impreciso” (com tom zé) no álbum “severino” dos paralamas que completa 25 anos de lançamento em 2019… JISUS!

acabei de ligar pra maternidade e a criança está indo pro forninho (pelamordedeus, não confunda as coisas)… com nascimento previsto para… breve. YEAH

“severino” apresentou – em 1994 – um som muito fora da expectativa… com forte sotaque brazuka experimental “cabeleira altíssima” sob produção de phil mazanera (ex-guitarrista do roxy music) + participações de brian may, fito paez + LKJ e tom zé numa época onde os dois gozavam do mais completo anonimato (acredite!) + capa estonteante com a arte de bispo do rosário & gringo cardia!

todas essas rotas rumo ao desconhecido só poderiam resultar no disco de menor vendagem da banda… sinistróide. hahahaha… mas “severino” é o típico exemplo de como certos discos conseguem ultrapassar furacões e maremotos para chegar ao cais da modernidade com pouquíssimos arranhões no casco… fueda!

na época do lançamento, 1994, o cd dominava geral e foi feita uma prensagem muito pequena em vinil que, diante da pouca venda, por ali ficou.

duas décadas e 1/2 depois, “severino” reaparecerá – gloriosamente – com tudo que temos direito… D+D+D+D+D+D+D+D+

( :

TOM, lineker, ferdinand, hoddle & liniker…

sentiu o semblante de tom caipirinha levando pra escola a garrafa do tottenham hotspur? e a pressão do pai com o escudinho maroto no carango? hahaha…

TOM, residente em leeds, alimenta (há tempos) uma linda paixão pelo clube do norte de londres e, claro, está vivendo momentos inesquecíveis com a final dia 1junho, em madri.

por falar no tottenham hotspur, prestenção nesse lendódromo – no campo do ajax – quando o lucas faz o terceiro gol… na cena estão: gary lineker (mooooonstro do english team, barcelona e tottenham), rio ferdinand (monstro do english team e manchester united) e glenn hoddle (mooooooonstro do english team e 17 anos de tottenham hotspur), todos comentaristas da TV britânica…

“oh my god, WOW, are you ok? are you ok? silence, silence”

putz, gary lineker e glenn hoddle, juntos, numa hora dessas… é muita pressão!

aproveitando, o nosso liniker tem esse nome porque o pai dele era fã do inglês… pena que trocaram o e pelo i!

( :

vera lucia…

na boa, a sipituca com o sidão – de imediato – me jogou no comentário que fizemos no #335: “já pensou se existisse o feice na época de yoko com lennon?”… lembra?

a pauta do goleiro do vasco nem passaria aqui pelo tico… mas galgaria (e galgará) parâmetros no #336… oxente, ela é o retrato da modernidade.

como tenho ouvido muito sobre a situation, vale a pena colocar aqui algumas (muitas) letrinhas sobre a referida tragédia pessoal (sidão), social, da mídia, do esporte… e afins.

pra começar, algo que ainda não ouvi nem li: dos tais 90% que votaram no sidão, no mínimo, 70% vieram da torcida do vasco… ou seja, quem alavancou a nhaca foram os próprios vascaínos que estavam diante da TV… sofrendo não apenas com o time mas igualmente com os abutres luiz roberto, flores e casão (PQP, tirei o som).

cacilds, o jogo era santos X vasco, procede? majoritariamente, a audiência estava por conta dessas duas torcidas. vamos combinar que, nacionalmente, a torcida do CRVG é bem mais volumosa que a do glorioso esquadrão santista, procede? ainda mais com a chegada do profexô luxa à colina.

o goleiro sidão, trazido ao clube em modo “band-aid na fratura exposta”, foi atacado por um furacão de rejeição dos vascaínos assim que o seu (dele) nome foi anunciado… no próprio domingo, pela manhã, TODOS os espaços noticiando o provável time do vasco, com ele escalado, foram dinamitados pela injúria/ódio dos vascaínos.

pra tornar tudo muito pior, aos primeiros minutos da partida, o possante sidão falhou grotescamente… em quem você acha que os vascaínos votaram em peso como “o melhor jogador em campo”? em seguida, sidão vacilou de novo… lascou. resultado? até os santistas passaram a votar no goleiro do vasco somados aos listradinhos, corintianos, gremistas, tricolores, the red army, west ham hooligans, galoucura, torino mafia, arsenal gunners, campanha na web de sites engraçadinhos…

esse estilo de votação da vênus já havia sido desmoralizado em outras situações… a coisa tinha bandeado para galhofa mas nunca dessa forma tão massacrante… e aí, entra a participação da globo como principal protagonista da barbárie.

no que a tchurma pela-saco da TV (bozós das internas / produção) percebeu que a votação estava tomando um rumo 100% de ironia/macaco tião/galhofa/tiririca, tratou de manter o trem desgovernado até a explosão final com o MEGA mal-estar da entrega do “prêmio” ao infeliz/derrotado/estuprado/envergonhado sidão.

os irresponsáveis da globo não pensaram que – de vez em quando – as coisas têm limite… que existe gente envolvida… que nem tudo são números e $$$ dos patrocinadores… que, ali, naquele momento, deveria haver uma mudança de rota… que os 90% que votaram no sidão seriam descartados para premiar algum dos jogadores do santos que tiveram performances espetaculares… mas não, a vênus seguiu firme com o machado na mão e decepou a alma do sidão que carregava o nome da falecida mãe, vera lucia, em sua camisa… “foda-se, vamos aproveitar pra dar uma gozada nos cornos do clube dele”, teria dito algum FDP no controle da transmissão.

claro, jamais, teriam seguido adiante com o machado afiadão se fosse o cássio a frangar três vezes ou qualquer goleiro dos listradinhos… JAMAIS!

e aqui cabe uma observação: o cássio nunca seria votado, nessa condição de chacota, pela torcida do corinthians porque ele tem crédito e é um ídolo do clube… assim como o juninho pernambucano não seria pela torcida do vasco após perder três pênaltis… já o sidão, coitado, não tem relação alguma com o clube… e neguinho é mau feito o pica-pau.

enfim, infelizmente para mim, o sidão foi educado e “aceitou” o prêmio… eu queria ver se ele tivesse o espírito de um loco abreu, de um vampeta, de um edmundo… a globo correu um risco muito alto de colocar no ar, em rede nacional, o sidão dizer pra desorientada repórter:

– “tive uma atuação decepcionante e não posso aceitar essa premiação por mais que ela seja fruto da gozação e de uma brincadeira de vocês numa situação onde o profissionalismo não deveria dar espaço à chacota… mas aproveitando o clima de zoação sem graça da globo, gostaria que você levasse esse prêmio lá pra sua cabine e enfiasse no rabo do luiz roberto, do flores e do casão”

isso teria sido épico (Épico)… sidão seria aclamado nas ruas. puxaria uma carreata com botafoguenses, banguenses, tricolores, americanos… teria estátua em são jujuba e encerraria a carreira (UFA) tal e qual um gladiador!

prevendo o risco, a vênus já comunicou mudança na forma de premiar o melhor em campo… acabou o tempo da comédia… e, infelizmente, não teremos a possibilidade de alguém recitar o “poema” do sidão.

de nada serve a avalanche de desculpas, perdões e arrependimentos dos envolvidos… já era. que tivessem sido machos para se manifestar na hora H, no ar, LIVE. dois ex-jogadores pipocaram historicamente… o desrespeito, a covardia e o banditismo da vênus estarão cravados forévis em uma de suas muitas páginas negras… fueda!

pra fechar…

Sidão passou por problemas de drogas e bebidas, após tentar suicídio em uma fase de sua vida, sofreu com depressão por sentir culpa na morte de sua mãe, e no jogo de hoje, foi humilhado em rede nacional. Hoje, jogou com o nome de sua mãe na camisa e teve uma das piores atuação de sua carreira

pra fechar2, deixo aqui a crônica do santista xico sá quando o vasco faturou a copa do brasil 2011. certamente, ela explica muito porque a modernidade (de qualquer época) sempre (i repeat: SEMPRE) quis distância do CRVG…