imprensa

o brasil desabando, o rio despencando…

“Amanheceu assim, com uma de suas placas perigando desabar, o monumento art déco em homenagem ao político gaúcho Pinheiro Machado (1851-1915), no meio da Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. Não está claro ainda se é uma cena da série “Tudo se rouba nesta cidade”, “Tudo desaba nesta cidade” ou “Tudo se vandaliza nesta cidade”.

O monumento é de 1931, assinado pelo escultor Leão Veloso, discípulo de Rodolfo Bernardelli. A figura em bronze de Pinheiro Machado, em tamanho natural, está voltada para a Rua Visconde de Pirajá, assentada sobre uma base de pedra e cimento, com quatro degraus de acesso ao pedestal de onde se elevam colunas de granito e cantaria de cinco metros de altura. Nas laterais do monumento, também em tamanho natural, duas figuras de mulher representam a “Glória” e a “Apoteose”.

 

A placa que ameaça desabar, com figuras masculinas, faz parte do conjunto e tem outras três semelhantes completando o desenho do monumento. Em 2013 todo o conjunto foi desmontado para as obras do metrô, sendo recolocado no meio da praça em 2016.”

Joaquim Ferreira dos Santos

DAQUI

vera lucia…

na boa, a sipituca com o sidão – de imediato – me jogou no comentário que fizemos no #335: “já pensou se existisse o feice na época de yoko com lennon?”… lembra?

a pauta do goleiro do vasco nem passaria aqui pelo tico… mas galgaria (e galgará) parâmetros no #336… oxente, ela é o retrato da modernidade.

como tenho ouvido muito sobre a situation, vale a pena colocar aqui algumas (muitas) letrinhas sobre a referida tragédia pessoal (sidão), social, da mídia, do esporte… e afins.

pra começar, algo que ainda não ouvi nem li: dos tais 90% que votaram no sidão, no mínimo, 70% vieram da torcida do vasco… ou seja, quem alavancou a nhaca foram os próprios vascaínos que estavam diante da TV… sofrendo não apenas com o time mas igualmente com os abutres luiz roberto, flores e casão (PQP, tirei o som).

cacilds, o jogo era santos X vasco, procede? majoritariamente, a audiência estava por conta dessas duas torcidas. vamos combinar que, nacionalmente, a torcida do CRVG é bem mais volumosa que a do glorioso esquadrão santista, procede? ainda mais com a chegada do profexô luxa à colina.

o goleiro sidão, trazido ao clube em modo “band-aid na fratura exposta”, foi atacado por um furacão de rejeição dos vascaínos assim que o seu (dele) nome foi anunciado… no próprio domingo, pela manhã, TODOS os espaços noticiando o provável time do vasco, com ele escalado, foram dinamitados pela injúria/ódio dos vascaínos.

pra tornar tudo muito pior, aos primeiros minutos da partida, o possante sidão falhou grotescamente… em quem você acha que os vascaínos votaram em peso como “o melhor jogador em campo”? em seguida, sidão vacilou de novo… lascou. resultado? até os santistas passaram a votar no goleiro do vasco somados aos listradinhos, corintianos, gremistas, tricolores, the red army, west ham hooligans, galoucura, torino mafia, arsenal gunners, campanha na web de sites engraçadinhos…

esse estilo de votação da vênus já havia sido desmoralizado em outras situações… a coisa tinha bandeado para galhofa mas nunca dessa forma tão massacrante… e aí, entra a participação da globo como principal protagonista da barbárie.

no que a tchurma pela-saco da TV (bozós das internas / produção) percebeu que a votação estava tomando um rumo 100% de ironia/macaco tião/galhofa/tiririca, tratou de manter o trem desgovernado até a explosão final com o MEGA mal-estar da entrega do “prêmio” ao infeliz/derrotado/estuprado/envergonhado sidão.

os irresponsáveis da globo não pensaram que – de vez em quando – as coisas têm limite… que existe gente envolvida… que nem tudo são números e $$$ dos patrocinadores… que, ali, naquele momento, deveria haver uma mudança de rota… que os 90% que votaram no sidão seriam descartados para premiar algum dos jogadores do santos que tiveram performances espetaculares… mas não, a vênus seguiu firme com o machado na mão e decepou a alma do sidão que carregava o nome da falecida mãe, vera lucia, em sua camisa… “foda-se, vamos aproveitar pra dar uma gozada nos cornos do clube dele”, teria dito algum FDP no controle da transmissão.

claro, jamais, teriam seguido adiante com o machado afiadão se fosse o cássio a frangar três vezes ou qualquer goleiro dos listradinhos… JAMAIS!

e aqui cabe uma observação: o cássio nunca seria votado, nessa condição de chacota, pela torcida do corinthians porque ele tem crédito e é um ídolo do clube… assim como o juninho pernambucano não seria pela torcida do vasco após perder três pênaltis… já o sidão, coitado, não tem relação alguma com o clube… e neguinho é mau feito o pica-pau.

enfim, infelizmente para mim, o sidão foi educado e “aceitou” o prêmio… eu queria ver se ele tivesse o espírito de um loco abreu, de um vampeta, de um edmundo… a globo correu um risco muito alto de colocar no ar, em rede nacional, o sidão dizer pra desorientada repórter:

– “tive uma atuação decepcionante e não posso aceitar essa premiação por mais que ela seja fruto da gozação e de uma brincadeira de vocês numa situação onde o profissionalismo não deveria dar espaço à chacota… mas aproveitando o clima de zoação sem graça da globo, gostaria que você levasse esse prêmio lá pra sua cabine e enfiasse no rabo do luiz roberto, do flores e do casão”

isso teria sido épico (Épico)… sidão seria aclamado nas ruas. puxaria uma carreata com botafoguenses, banguenses, tricolores, americanos… teria estátua em são jujuba e encerraria a carreira (UFA) tal e qual um gladiador!

prevendo o risco, a vênus já comunicou mudança na forma de premiar o melhor em campo… acabou o tempo da comédia… e, infelizmente, não teremos a possibilidade de alguém recitar o “poema” do sidão.

de nada serve a avalanche de desculpas, perdões e arrependimentos dos envolvidos… já era. que tivessem sido machos para se manifestar na hora H, no ar, LIVE. dois ex-jogadores pipocaram historicamente… o desrespeito, a covardia e o banditismo da vênus estarão cravados forévis em uma de suas muitas páginas negras… fueda!

pra fechar…

Sidão passou por problemas de drogas e bebidas, após tentar suicídio em uma fase de sua vida, sofreu com depressão por sentir culpa na morte de sua mãe, e no jogo de hoje, foi humilhado em rede nacional. Hoje, jogou com o nome de sua mãe na camisa e teve uma das piores atuação de sua carreira

pra fechar2, deixo aqui a crônica do santista xico sá quando o vasco faturou a copa do brasil 2011. certamente, ela explica muito porque a modernidade (de qualquer época) sempre (i repeat: SEMPRE) quis distância do CRVG…

miltão [do goma] mandou pra gente…

Enquanto você está aí, no conforto do seu combo wifi+ar condicionado, estou aqui no Lollapalooza, em Interlagos.
Trouxe minhas filhas.
Devia chamar Longeapalloza.
Tudo aqui é longe.
Interlagos é longe. Os palcos são longe. A água, a comida, os banheiros são longe.
O que esperavam, afinal?
O lugar foi feito para se ir de um ponto ao outro num fórmula um.
Como podem exigir que eu vá caminhando?
O público se divide em 2 grandes grupos: meninas de shortezinho jeans e barbudos de gel no cabelo. Alguns barbudos também usam shortezinho.
Estou sentado na grama.
Sinto que a última vez que sentei na grama o continente ainda se chamava Pangeia.
Um garoto de uns 15 anos ameaçou me ajudar a sentar.
Humilhante.
Agora começou o show de uma banda cujo nome só tem consoantes.
Tentei pronunciar e minha filha achou que eu tinha engasgado.
Sou o único num raio de 30km que nunca ouviu falar deles.
Dele na verdade.
Fica o sujeito lá sozinho, pulando e fingindo que mexe nuns botões.
Se estivesse fazendo um risoto ninguém notaria a diferença.
Martela os graves e esfrega os agudos na minha orelha. As vozes eletrônicas.
Uma moça, aqui na minha frente, dança fora de controle.
Me escapa o que leva alguém a dançar assim.
Estou hipnotizado olhando para a moça dançando.
Perco a noção do tempo.
Então percebo que foi a maconha que bateu.
Não.
Claro que eu não fumei.
Em que ano vocês acham que eu vivo? 1974?
Mesmo sendo 2019 a brisa ardida e doce da maconha cobre o lugar desde as 3 da tarde.
Uma bruma alucinógena.
Demais essa música.
O telão psicodélico.
O cara pulando.
Ainda bem que sou imune aos efeitos da marijuana.
Agora estou dançando com o vendedor de cachorros-quentes.
A música alta, o laser, fumaça, o chão que vibra.
Amanhã acho que venho de shortinho de jeans.

(Mentor Neto)

renato, leon & alex…

Subject: A song for you e o macaquito
“Foste no alvo, hein? hã?!?!
AQUI

– Some people think that writing words just to fit a melodic idea makes those words meaningless, but I think the opposite is true. There’s a line in Leon Russell’s ‘A Song for You,’ one of the greatest songs of
all time: ‘If my words don’t come together / Just listen to the melody
for my love’s in there hiding.’ That makes a lot of sense to me.”

Renato

punk…

A ideia era tentadora: experimentar um celular de alta tecnologia que não tivesse Internet — e, portanto, nem redes sociais nem WhatsApp. Um celular como os de antigamente, daqueles que só fazem e recebem ligações. Do jeito que somos bombardeados por notificações, transformar-se em uma espécie de eremita 2.0, ainda que temporariamente, é um desafio que parece muito difícil recusar. A fabricante suíça Punkt trouxe em 2017 para o mercado essa ideia maluca de um celular que ajudasse as pessoas a se desconectar, e agora lançou sua segunda versão, MP 02, que por enquanto está com o aviso de “estoque esgotado” em sua loja online… mais AQUI