torcida

sexta feira no coração d’aTRIPA…

Assunto: Uma sexta, 3 shows, 3 lugares

“Rincon Sapiência no MAR, Tantão e os Fita no bar do Nanam na Praça Tiradentes e Skankinho 90s dancehall no Circo Voador, tão cheio q não encontrei mr. Z´. Whattanight”

Kelvin

+

Assunto: Skank no Circo

“Dear Mauval,

Estou escrevendo agora, pois demorou pra me recuperar da delícia de show que presenciamos lá no Circo.

Realmente lindo, uma vibe fantástica, comprometimento e entrega do público e banda foi maravilhoso.

Quanto mais a banda se entregava, mais o público respondia a altura. Muito bom…. aliás, tão bom que no pós show paramos num karaokê pra cantar ainda mais Skank… Não queríamos que aquela onda boa terminasse nunca…

E nada disso seria possível sem a precisa participação do Ronquinha em minha vida… e veja que ganhei vários prêmios nesse programa, eu uma legítima campeã brasileira, Corinthiana que sou, ouvi o hino do meu time no Ronca, além, de na mesma noite ouvir uma das minhas bandas favoritas of the world… Cream… veja se toca White Room pra mim… ou I Feel Free… ou as duas kkkkk…

Obrigada querido pela noite linda!!

Seguem fotos da noite que terminou de manhã…

Beijocas”

Giselle

skankinho+lelinho+z´+chamberlainzices+tim & jeff…

skank3skank1

o skank registrou sexta e ontem, no circo voador, seu novíssimo filhote “os três primeiros”.

o baby conhecerá a luz do dia lá pelos lados de março2018.

normal, lona empapuçada, banda afiadona e duas horas & cacos de total felicidade.

aTRIPA esteve presente nos dois dias e z´da mar´reportou…

Assunto: Skank

“E aí Mauricio!
Obrigado pelos ingressos pro show do Skank na sexta. Superou muito as minhas expectativas. Sabia que seria um show bacana, já que o repertório foi focado nos primeiros álbuns (a fase que conheço um pouco mais deles), mas fora as músicas, foi legal ver o domínio de palco, o clima bom(circo lotadaço)a simpatia… enfim, foi uma ótima noite. No bis tocaram músicas mais recentes, de outros discos. Duas horas e meia de show que passaram voando. Certamente saí de lá gostando bem mais da banda.
Sensacional o vídeo do momento Chamberlain que você postou ontem rs… tinha visto antes, ia até te mandar devido o sujeito lavando a cara na poça ter me lembrado o “cara pintada” (3:37 no youtube abaixo) de um vídeo que você publicou a um tempão atrás rs… que momento mágico…quase não dá pra acreditar que aquilo tudo não foi encenado. Daria uma ótima abertura de filme rs.
Uma dica, caso já não saiba e ainda não tenha visto: hoje às 21:30 vai passar no canal bis um filme sobre a história de Tim e Jeff Buckley!
No aguardo pra ver se é bom rs

Valeu Mauricio, até +”

voltando ao embalo de ontem…

depois do show, o lisérgico lelinho (baixista do skank) provocou um blubluzinho maroto ao chegar na minha lata e…

– maurição, trouxe esse presente pra você, umas das minhas camisas psicodélicas que você tanto gosta. ela foi usada no rock in rio 2015

lelinho2

UAU

será emoldurada aos primeiros segundos de amanhã

( :

clubismo de menos…

atripa.pb

Assunto: Se eu soubesse…

“Caro Mau Val, estou… mal.

Cheguei a pensar em pedir algo relativo ao Corinthians para o #259, torcedor que sou (um “fanático distante”, se é que existe), mas achei que seria clubismo demais.

E nem seria o “hino mais conhecido”. Seria o “hino oficioso”: a belezura que é “Corinthians do meu coração”, de Toquinho, com a sutil e cabriocárica participação de Sócrates, lançada em 1983.

Enfim, deixei para lá. Aí vou à bula e está lá o “Campeão dos Campeões”… se arrependimento matasse, já estava sete palmos abaixo da terra nesta hora.

Enfim, fica um pedido guardado para outra hora da música do Toquinho para o Tico, que é para o Coringão o que, vá lá, é o “Calango Vascaíno” para o CRVG…
Abraços,

Felipe

P.S.: Um ano depois de lançada, “Ministry of Defence” segue arrepiante. Poliana Joana com tudo!

pelotas, oNtem…

Assunto: Paralamas do Sucesso, Theatro Guarany Pelotas ao vivo & exclusivo 23/11/17

“Alô Governador Valladares,

Não ouvi o RoNca ao vivo nesta quinta, como de hábito, por motivos de força maior…

Vim perseguir meus (nossos) amigos-ídolos do Paralamas. Bigorrilho incrédulo (foto) com a informação de que esse foi meu show #157 na plateia do sexteto.

Herbert preocupado com o possante Junior Barranquilla e o Barone querido & atencioso como sempre.

Fundamental prestar reverência ao Mister José, também estupefato com o fato de eu atravessar meio brazil só pra vê-los, mas sempre gentil e que permitiu que eu me aproximasse deles para o registro.

E a ti, a quem devo o fato de poder estar mais próximo & conectado a eles (nunca havia conseguido juntar os três na mesma ibagem), um abraço pela parceria inoxidável de sempre.”

Leon

leon+pds

as partes fuNdas da pisciNa…

atripa

Assunto: Diana strikes again!

“Salve, MauVal!

Tem acompanhado o canal da Diana Biernat no utube? Olha que beleza o video mais recente dela.

Quisera eu ver mais gente jovem, como ela, mergulhando assim na “parte funda da piscina” e compartilhando essas informações e referências na web.

Nem tudo está perdido, meu amigo.

Abração”

Evilasio

+

Assunto: No pit, com Mauricio e PJ Harvey

“Mauricio, sou o rapaz que te abordou no Popload Festival, no pit, em meio aos fotógrafos, e disse ser seu fã (e sou mesmo). Fotografar a PJ Harvey já foi um prazer e ainda ao seu lado, puts, é a parte funda da piscina! Espero te ver mais em sampa, um abraço! (em anexo uma das fotos de Polly, feita por mim)”

Lucas

lucas.PJ

beNito, toNico, tiNoco & daNdara (ou zumbi vive)…

atripa

Assunto: SÃO MUITAS EMOÇÕES

“Sinceramente, o depoimento do Benito no roNca ganha outra dimensão. Chorei.

É tanta emoção, vou ter que andar com uma caderneta do corinthians pra anotar cada momento que dá vontade de comentar, sugerir música que conversa com outra… pqparille. Ontem vi um especial do Tonico e Tinoco, só lembrava da ouvintada e da dedicação da tripulação do Jumboteko. O Brasil pode ser outro. E hoje é 20 de Novembro. Zumbi vive! Dandara vive! Valeu MauVal!”

Pedrinho

tatiana mandou pra gente…

A mural of musician Leonard Cohen is seen on a building on November 7, 2017 in downtown Montreal. Leonard Cohen's songs strived for the universal and his voice was often solemn, yet the courtly songwriter had plentiful moments of joy and deadpan humor. One year after Cohen died at age 82, an array of artists testified to his far-reaching impact with a concert the evening on November 6, 2017 whose somber yet graceful tone befitted the celebrated singer and poet. Before more than 21,000 people at the Bell Centre arena in Cohen's native Montreal, the tribute built around short videos of his well-traveled life which included years of artistic retreat on the Greek island of Hydra and a late-age stint as a Buddhist monk in California. / AFP PHOTO / Marc BRAIBANT
A mural of musician Leonard Cohen is seen on a building on November 7, 2017 in downtown Montreal.
Leonard Cohen’s songs strived for the universal and his voice was often solemn, yet the courtly songwriter had plentiful moments of joy and deadpan humor. One year after Cohen died at age 82, an array of artists testified to his far-reaching impact with a concert the evening on November 6, 2017 whose somber yet graceful tone befitted the celebrated singer and poet. Before more than 21,000 people at the Bell Centre arena in Cohen’s native Montreal, the tribute built around short videos of his well-traveled life which included years of artistic retreat on the Greek island of Hydra and a late-age stint as a Buddhist monk in California. / AFP PHOTO / Marc BRAIBANT