tristeza

sir alan parker (ou o cinema e o futebol)…

alan parker

(1944 – 2020)

lá pelos idos de 1992, alan parker esteve no brasa para promover “the commitments”… cruzei os bigodes com ele e brotou, na globo fm, um programa engolindo tudo.

fissurado em futebol, torcedor do arsenal, alan disse que nunca houve (1992) e que, provavelmente, jamais teremos um filme decente sobre o esporte… de bate-pronto emendei: “cumassim, mister?”

e ele: é praticamente impossível a emoção do futebol ser transportada para tela do cinema.

o fato é que 28 anos se passaram e o futebol segue virgem de ter um filme inoxidável.

wel well well… pelo menos, eu não conheço.

judy & emitt…

dois tombos fortes, nas últimas horas, pra quem gosta do fairport convention… principalmente, do disco de estréia que começa com a música acima de autoria de emitt rhodes e tem judy dyble como vocalista (antes de sandy denny)… sad sad sad!

1968, pretty much the first incarnation of one of my favourite ‘folk-rock’ (sic) bands of all time (at this stage of their career they were known as the British Jefferson Airplane), featuring Judy Dyble (replaced the next year by Sandy Denny) and Iain Matthews (Ian Matthews)(who later scored a #1 hit with Joni Mitchell’s ‘Woodstock’ as Matthews Southern Comfort) on vocals, and the world famous singer/songwriter/guitarist Richard Thompson, as well as Tyger Hutchings, Simon Nicol and Martin Lamble, who sadly died on 12th May 1969, aged only 19, after Fairport’s van crashed on the M1 motorway. Richard Thompson’s girlfriend Jeannie Franklyn was killed too, the rest of the band escaped with minor injuries. Written by Emitt Rhodes. From the bands first album ‘Fairport Convention’ featuring Ian MacDonald (later known as Ian Matthews), Richard Thompson, Judy Dyble, Simon Nicol, Tyger (Ashley) Hutchings and Martin Lamble. Clare Lowther also featured on ‘cello.

pelé, o único rei…

sabe o tipo de pessoa que você fica admirando de longe? que você acompanha o picado manso da criança singrando pela calçada? que quando está perto a gentileza toma proporções avassaladoras, hein? malemolência incomum, olhar que perfura cofre de banco, manja? ninguém que saiba portar a camisa do vasco com tamanha autenticidade e beleza, sacumé?

pois bem, em tempos de massacre total, não mais terei essas doses de felicidade que há anos me acompanhavam… soube ainda agora (são 16:30) que – há uma semana – perdemos pelé, o mago dos óculos, o gentleman verdadeiro de um bairro que não mais existe (ainda mais agora).

ficou um mês entubado pelo mocorongo, resistindo, saindo na porrada diária com os genocidas que infectam a tudo e a todos.

buraco, sodade, que falta da porra

) :

jack, the ripper (ou “caipirinha” mandou pra gente)…

Assunto: Jack Charlton

“Salve, Simpatia… notícia triste!

Agora trocando idéias com Garrincha e George Best

Além de ter sido campeão do mundo pela Inglaterra, e de ter levado a Irlanda à Copa do Mundo como técnico, foi também campeão da Inglaterra pelo Leeds United, onde jogou quase 800 partidas ao longo de 21 anos.

O parceiro dele na defesa central do Leeds, Norman “Bites Yer Legs” Hunter, morreu de covid em abril, e o kop do Leeds foi rebatizado de “Norman Hunter Stand”. Com certeza Mr Charlton há de receber uma homenagem parecida.

Cheers,”
Marcelo “Caipirinha”

mais uma pra se juntar a hendrix e cartola…

perdemos, ontem, mais uma parte da História do rádio brasileiro com o sepultamento da rádio globo são paulo.

em tempos onde testemunhamos a banalização da morte, até que escolheram a época certa pra encerrar as atividades… poucos sentirão o buraco.

claro que não foi inesperado. essa página do desmonte do SGR vem sendo escrita há tempos… um fato após o outro até a total (ou quase) extinção…

que tristeza a afirmação “apoiar a vibração da cultura carioca”… caramba, que brasil é esse onde qualquer idéia se ajusta (na marra) a qualquer realidade (inexistente) e neguinho entra numa que está descobrindo a roda?

enfim, apagando o SGR como era previsto

) :

DAQUI