youtube

fábio e o #346…

Subject: Pelo Ben do Taj Mahal
“Caríssimo MauVal,
Eis que depois de quase sofrer um acidente automobilístico ao ouvir a primeira nota do Sir Ayler ser reproduzida no falante esquerdo do automóvel numa curva suspensa da cidade de CONTAGEM-MG (berço do punk nacional), não pude passar pelo #346 sem TRÊS observações de suma importância. (Vale dizer que agora com o podcast consigo escutar o ronquinha durante dois dias seguidos, pois gasto uma meia hora para ir e voltar do trampo).
1. Wim Wenders e Aprendenders é uma lenda do jornalismo cultural de belo horizonte, pois foi exatamente com essa expressão que um digno repórter da roçatrópole intitulou uma matéria sobre um dos filmes do alemão em um grande periódico daqui — faz uns quinze anos.
2. apesar da estrada apocalíptica, itambé do mato dentro é um pedaço de local paradisíaco enfiado no meio do vale do jequitinhonha, cujas cachoeiras tive o prazer de visitar lá pelos idos de 2008. recentemente, descobri que um amigo passou num concurso para professor municipal e está dando aulas de português lá. mande um abraço, o nome dele é Paulo.
3. também há uns dez anos, caiu na minha mão, por intermédio de um amigo alemão, na Alemanha, um CD ao vivo do Taj Mahal — o cara havia alugado o disco numa biblioteca municipal berlinense. A música que abre o disco é nada menos que uma releitura de “Taj Mahal” de Jorge Ben, mas invertida: o nome é “Jorge Ben”, tocada por Taj Mahal. Não teve esse negócio aí de plágio, a cavalheirice rolou entre os dois parças.
Grande abraço!”


Fábio

macca & ivor cutler…

Paul McCartney with the poet Ivor Cutler while filming Magical Mystery Tour, for an hour in London when the Beatles’ tour bus was delayed. He was recognised by passers by and signed a few autographs. While waiting, McCartney went to the London Transport cafe above Baker Street station, where he bought a cup of tea and signed autographs, . The first day began ont he filming of The Beatles’ Magical Mystery Tour , to begin at London’s Allsop Place, near to Baker Street underground station. Paul McCartney decided that the mystery trip should start at the same location at 10.45am. September 11, 1967

luiz & jamil…

Assunto: Jamil roncando..

“Estive recentemente com Jamil Joanes amigo de longa data, desde o primeiro Rock in Rio de 85, quando assistimos Entre outros, Al Jarreau e George Benson etc. (nos encontramos em um aniversário de outro amigo em comum), e comentei com ele que o chapéu que eu estava usando, é de um programa oriundo do rádio e que resiste com a tecnologia para alegria geral da nação. Falei com ele que vc também toca contrabaixo e algumas vezes faz elogios a ele, e propus uma foto com o boné que resiste ao tempo.
Gostou de saber e disse que por muitos anos tocava de ouvido, só foi estudar música , quando precisou ler partituras para algumas gravações.
Abraços”

Luiz

 

o relógio marca…

muitos dos que circulam aqui pelo poleiro já ouviram a célebre marca radiofônica que era proferida por waldir amaral em suas transmissões futebolísticas:

– o rrrrelógio marca

e o maracanã estremecia com o sinal da rádio globo seguido da voz de waldir informando o tempo da partida.

o lance é que, ontem, na pastelaria, cruzei com o mitológico carlos alberto (amigo de adelzon alves, nelson cavaquinho, astrud gilberto, vinicius de moraes…) que chegou na minha lata e mandou:

– lembra quando o waldir amaral dizia “o relógio marca” nas transmissões?

eu: claro

ele: pois bem, olha o relógio aqui…

eu: hein?

ele: esse é o relógio que o waldir carregou no pulso durante muitos anos e que originou a célebre frase

eu: mas como você tem esse tesouro?

ele: comprei quando ele estava numa maré muito ruim de grana e desde então guardo com o maior carinho, respeito e saudade do waldir