arctic monkeys

leon & alex (ou as declarações)…

claro que fiquei aguardando alguém do multishow informar aos apresentadores (caso eles não tenham percebido. seria possível?) que alex turner estava usando uma camiseta de LEON RUSSELL.

voces notaram o tamanho dos créditos ao final da transmissão? captaram a quantidade de neguinho no suporte da porra do “conteúdo”? PQP, será que ninguém se tocou que o alex turner ao usar uma camiseta de LEON RUSSELL estava fazendo uma declaração de amor? não houve viv’alma do canal que soubesse da importância de LEON RUSSELL no disco mais recente da macacada? ninguém percebeu que ele estava fazendo uma declaração política? será que ninguém da porra do multishow se sensibilizou que alex turner estava mandando todos eles pra PQP?

HAHAHAHAHAHA… alex nos representa 110%

uma canção pra você…

( :

rei gustavo e o ártico…

Assunto: Re: Macaquinhos

“Tava uma fila absurda qnd eu cheguei por volta de 18:40 mas tava andando rápido. a banda de abertura foi O Terno cujo trabalho eu não conheço. Só conhecia essa banda de nome. Encontrei uma amiga minha das antigas lá que estava com mais uma amiga então ficamos nós 3. Com relação ao show em si eu senti falta de mais músicas do álbum novo como por exemplo “She looks like fun” “Science Fiction” mas é complicado né quanto mais músicas os caras lançam de encaixar tudo em um Set de aproximadamente 20 músicas. Eles estavam com a energia de sempre muito eletrizante o show, clássicos do primeiro álbum e várias do álbum novo tmb. Com aquela formulinha de abrir com “Do i wanna know ” e fechar com ” R U mine”. A galera tava bem animada também cantando junto as letras. Foi bonito. Mas uma coisa que eu percebi é que eu não tenho mais aquele entusiasmo de antes, não sei se é a idade.. tô indo pra 29 mas quando eu os vi pela primeira vez em 2007 com 17 anos na Marina da Glória, nossa, foi a melhor noite da minha vida. Não sei se quanto mais a gente vai tendo contato com o mundo , vamos criando uma “casca” e nos impactando menos com as coisas. . Sei lá, tive essa viagem. Mas não quero dizer que o show foi meia boca… nada disso. Como disse, eles estavam impecáveis e foi muito bom de ver e ouvir… esse foi meu terceiro show deles. Pena que passa muito rápido né?. E demora tanto até poder ver de novo.. mas é isso…

Um abraço!”
Gustavo.

a macacada & os macaquinhos…

xeretinha pirou na maionese, ontem, no show do arctic monkeys… no HSBC (barra da tijuca – rio).

à esquerda da fotoca, os macaquinhos… com destaque pro símio principal… o tal do alex…

à direita, a macacada… nós, ok?

sou muito suspeito de falar do AM… desde seu nascimento navego freneticamente em seu matagal.

com seis álbuns no lombo (de 2006 pra cá) + três visitas ao brasa, o AM está, definitivamente, anos luz de distância

para ser considerado uma novidade… pelo contrário, já é um dinossauraço.

alex turner é um sujeito inigualável… cata aí alguém que poderia estar na mesma gaveta dele!

catou? lembrou? quem é o mpostor? hahahaha…

o fato é que durante a mudança de plumas como músico, alex foi abduzido por um dos maiores fios desencapados on earth:

josh homme… produtor do disco “humbug” (2009).

ali nascia o xandão… uma peça inoxidável dos sons planetários.

na boa, olho pra ele e vejo psicodelicamente “joe strummer-raul seixas-edwyn collins”, mixados, encavalados… e subo pelas paredes, sério.

o show de ontem não entrou apenas para a lista dos meus favoritos de 2014…

mas galgou parâmetros entre os melhores da década… mole!

a caminho do HSBC, marcelo disse:

– foi identificado, recentemente, um movimento migratório no qual grande parte dos fãs – mais envelhecidinhos – de justin bieber tomou o rumo da floresta!

ou seja, o chapa, ultra-mega infiltrado na cena/mercado do entretenimento sonoro, antes de chegar ao HSBC, adiantou

que a platéia seria majoritariamente muito jovem & feminina… BINGO… que monumental mudança de rumo, hein?

em muitas situações, a torcida faz o show, né?

ué, é o nosso caso… o roNca nada seria se não fosse aTRIPA.

pois bem, se o AM barbarizou, ontem… muito deve ser creditado à macacada… PQParille, que platéia espetacular…

tive a felicidade de encontrar, totalmente por acaso, com juliano & samuca… fato que deu ainda mais relevância à noite…

o da esquerda, literalmente, virou um mico comendo manga, deitado na lama… e o pai não ficou longe.

D+!

pra fechar, no que acabou o show… quem entra no sistema de som – alto pra meirelles – para dar o popular “kiss of goodnight”?

o conterrâneo dos macaquinhos, diretamente de sheffield-UK…

JOE COCKER cantando “with a little help from my friends”… PQParille… que momento… chorei, chorei & chorei… mamãe!

que noite!

segura a lista…