caNeca

rafael mandou pra gente (ou ela soltinha no meio do pau comendo)…

Assunto: La caNequita evade

“A porcelaNa continua sua “gira” pela América do Sul e está nos Andes há alguns dias.
Como tive problemas técnicos, não pude registra-la antes, mas agora ela deu os ares nas manifestações em Santiago.
Semana passada, teve Iron Maiden (mais uma vez) no Estádio Nacional e teria Morcheeba no sábado no parque O’Higgins. Eu tava tentando ir, mas todos os shows, jogos e eventos de multidão foram categoricamente cancelados pelo Sr. Piñera.

Un abrazo para usted y para el Nandón”

Rafael

carlos, pimeNta e…

Assunto: A música do Coringa

“Mauval, o último ronquinha, que nos brindou com algumas partes da trilha do Coringa, aumentou ainda mais a minha vontade de assistir o filme. De hj não passa!

0brigado a vc e ao Nandão pela contribuição a arte e a esse momento de alegria em nossas vidas.

Fica o registro da porcelana ao lado da Pimenta para o momento ternura.

ABS,”

Carlos

nathalie, nathalie, nathalie (ou nathalie X 1000000000)…

Assunto: porcelaNa

“fala, Mauval!
Finalmente envio uma foto da porcelana! Demorei, mas, agora vai.
ontem a noite, ouvi o #356, não consegui ouvir “ao vivo” na semana passada…e, depois daquela puxada de orelha,hahaha resolvi fazer um registro singelo da porcelaNinha. segue a foto, no anexo.

mando também um áudio do amigo Willian, de Japeri, que pegou a que seria última caneca da Renaissance… ele tentando me consolar e mostrando os poderes de cura da porcelana rs (viraria vinheta facil, haha)
enfim, depois de altas sipitucas, resgatei uma caneca e está em minhas mãos!
tai na foto, como cê pode ver! 😛

depois de colocar a audição do ronca em dia, me embrenhei pela madrugada a dentro na companhia do nick cave e os bad seeds.
criei coragem e peguei o Ghosteen pra ouvir.
Que disco bonito. E, igualmente triste. Olhinhos fizeram blublu fortemente. Precisa estar preparada pra essa viagem
Tô meio sem palavras pra esse disco. Sigo impactada e tentando digerir Ghosteen. Rolou um abalo sísmico aqui e alta comoção em “Hollywood”, que já é a minha preferida. altas reflexões.
aproveitei os efeitos do disco e peguei os últimos textos que ele anda escrevendo, aquelas cartas em resposta aos fãs. Que coisa linda e de uma gentileza sem tamanho. Ele, sempre o melhor conselheiro e melhor que qualquer terapeuta. <3 hahah
chorei de novo, lendo as cartas. Nick Cave né, sempre arrancando lágrimas.

enxugando os olhos aqui…
ansiosa pra te ouvir falar sobre o tema King Crimson no arraial do Medina, no #357
e certa de mais choradeira com alguma música do Nick caverna nesse programa.

beijos pra ti e pro Nandão
avisa pra ele segurar a onda com esse veneno, hein! hahaha”

🙂
Nath

claudio & as raridades (ou tem coisas assim)…

Assunto: Foto da Raridade

“Olá Mauricio e Nando! Tem muito tempo que comprei a caneca, logo na primeira leva do Bibi que dava como brinde pela consumação. Comprei a minha na loja do Shopping Tijuca, logo no dia seguinte ao programa em que você anunciou a venda delas. Imaginei vários cenários para compor a foto, até mesmo na rua. No final foi em casa mesmo, junto com outras relíquias que ganhei nas festas do nosso ronquinha, veladas pelos olhos poderosos de Faye Dunaway e Robert De Niro. Dois cds: um duplo do Hendrix numa do Santa Fé e uma coletânea que ganhei na do Ballroom. E um adesivo para o carro do programa que na época da Globo FM chamava-se “RADIOLLA” e era toda quarta das 22 até meia noite. Saí de casa no Méier para pegar os meus na rua do Russell, quase meia-noite. Eram dois. Esse que aparece na foto está no meu carro atualmente. Para quem perguntava o que era aquele adesivo, eu dizia: “É o programa do meu amigo Mauricio!”. Tem coisas assim, que fazem parte da nossa vida para sempre.
Um Grande Abraço!”
Claudio

william maximizando a experiência (ou o seNtido da vida)…

Assunto: CaNequinha.

“Salve MauVal e Nandão.

Bichos, cês estão bem? Espero que sim. Rapaz, essa caNequinha é uma parada né? Deixa o sabor de qualquer líquido mais encorpado, gostoso, maximiza a experiência de beber um caramelo, por exemplo. Parada é porreta.

Eu consegui o meu Graal no Renaissence Discos, graças ao aviso da minha amiga & irmã da vida Nathalie. Outra figurinha d’a Tripa. (Insssclusive o roNquinha foi um dos primeiros assuntos em comum que tivemos quando começamos a
conversar nos idos anos de 2013. Incrível como tu MauVal e o roNquinha tão presentes na minha vida. Sempre ali pelo arredores). Porra tava numa pindaiba danada, uma bad sem fim, totalmente desacreditado na vida… Até que chega uma mensagem da Nathalie avisando que no último programa você avisou que tinha caNequinha nas duas lojas aqui no RJ, pans e se desse um incerto poderia rolar. Rapaz, eu pulei da cama, troquei de roupa, pedi um Uber e fui direto pra loja. Consegui. Na hora eu mandei um áudio pra Nathalie pondo os meus sentimentos pra fora (segundo a mesma vai enviar para ti, junto da foto da caNequinha dela) e quando cheguei em casa botei o Jorge Ben 69 pra rolar no talo e tomar meu cafézinho na caNequinha. Tudo fez sentido na vida.

Em anexo tem uma foto que fiz do exato momento que tudo fez sentido na vida. E vendo agora tem as minhas religiões, paixões e até ouso a dizer primeiros amigos.

Ouviram o novo trabalho do Robert Glasper recém lançado e intitulado “fuck yo feelings”? Tá bonito a parada. Não paro de ouvir. Tanto que ainda não consegui chegar até o Nick Cave e Wilco, que lançaram também trabalho novo na pista.

Tamo juntos meus queridos! Um forte abraço de urso no Nandão essa figura ímpar e afetuosa do universo & um outro pra ti Mauricio!

Cheers /+/”

William de Abreu.
Japeri, Bxd Fluminense

(Obs: rolou um momento batatada no ronca #331. Cês erraram meu nome hahahahah. Pedi o inoxidável Júlio Barroso & sua gang 90 & as absurdetes tocando “Lilik Lamê” & e virei o Wellington. Não fiquei chateado, acontece. Programa ao vivo tem disso. Seguimos. Tamo junto. Abraços!)

leo, luísa, elazinha, caramelo & o ovo…

Assunto: Conexão México

“Fala MauVal,
Leo aqui, amigo do Valder e da história do Omar/Skank.
Ontem fui jantar com Valder pra receber o SANTO GRAAL, já que voltei ao Brasil depois de dois anos morando no México.
E eu trouxe de lá a Luísa, minha filhinha mexicana de seis meses, que já está devidamente iniciada na seita roNca roNca, como vc pode ver na foto.
Também nas fotos um caramelo e a sobremesa “ovo” que o Valder fez questão de te mandar.

Seguimos aqui na audiência muito carinhosa de vocês. Muito obrigado pelo trabalho que você e o Nandão fazem.

Um abraço!!!”

Leonardo