elza soares

Deusa!

o chapildo marquinhos soprou velinhas, ontem!

rapeize forte no apê, bebidinhas & bebidões, dejóta cascudo, acepipes… e tudo mais!

agora… agora, sabe qual foi o presente SURPRESA?

segura…

mamma mia… sim, ELZA SOARES, a Deusa, acompanhada pelo ultra/mega violão de joão de aquino!

PQParille!

e foi de surpresa, mesmo!

a info me foi passada pelo simples motivo de saberem da minha paixão por elza… apenas três sabiam da “visita”!

claro, levei a xeretinha e este Lp de 1960 que foi devidamente celebrado por Ela:

UAU!

chorei no ouvido Dela… “eu te amo”!

( :

uns quarenta minutos aos pés Dela!

muita emoção!

congrats, marquinhos!

( :

+

Subject: Elza
“Fala Maurício,
Tudo bem?
Fervendo essas comemorações dos 5 anos de Oi FM!!!
E essas fotos da Elza!
Peguei há pouco a caixa do Itamar Assumpção, recolocada no mercado depois de
uns problemas técnicos, e não consigo parar de ouvir a faixa Elza Soares,
que, aliás, ouvi primeiro no Ronca e pirei, especialmente com aquele final.
Rotação altíssima no CD e no IPod. Desde logo, a minha música do ano!!!
A passagem do livro do Lobão que conta sobre a gravação da participação dela
no disco O Rock Errou é arrepiante também.
Deus salve Elza Soares!!!”
Abs.
Leonardo

?!

lembra?

captei este registro na sexta feira… pós mombojó!

gente pra meirelles, diversão 100% espetacular, PEACE!

( :

mas nem tudo foram flores!

deixei o arpex bem depois da fotoca aqui de cima… a praia já estava bem vazia.

aí, brotaram as marcas de nosso descaso com a cidade, com a natureza, com nossos vizinhos… com nós mesmos!

) :

a quantidade de lixo que a gente larga na praia é um vexame, uma agressão!

o pior é saber que bastariam alguns segundos para depositar nossa sujeirada no lugar apropriado… mais nada.

ah, não tem lata de lixo suficiente?  ué, leva pra casa!  simples assim!

agora, se somos capazes de obrar solenemente para tudo que está conectado com nossa simples ida à praia…

qual nosso futuro?

desenterrar soterrados… eternamente?

FODA!

imagina as toneladas que serão retiradas, hoje, domingão, nenhuma nuvem no céu de sebá… praias lotadas!

sinister!

+