gonzaguinha

felipe, gonzaguinha, fredera & fripp…

Assunto: Sobre uma música do #324 (ou Robert Fripp meets Gonzaguinha)

“Caro Mau Val,

ao ver na bula do #324 “E por falar no Rei Pelé”, de Gonzaguinha, eu me lembrei de uma coisa engraçada.

Em primeiro lugar, envio este vídeo aqui, do próprio tocando a própria (emendada com “Geraldinos e arquibaldos”, que já andou pelo juMboteko dia desses), num especial da TV Cultura paulista, em 1979…

Vai daí, que num outro vídeo desse especial, um caboclo viu o guitarrista da banda de Gonzaguinha – o médiováigel Frederico “Fredera”, um dos pilares do Som Imaginário – e tascou nos comentários do YouTube: “Eu não sabia que o Gonzaguinha já tinha tocado com o Robert Fripp”.

Pior que Fripp e Fredera, de fato, tem lá uma semelhançazinha…

Abraços,”

Felipe

Gonzaguinha e banda no programa “Ponto de Encontro” da TV Cultura, de São Paulo, em 1979. Tranka Oliveira: contrabaixo (apelidado pelo próprio Gonzaguinha de “Zé do Boné”), Marquinhos: piano, Fredera: guitarra e Alvarenga: bateria