robert plant

(re)lembraNdo…

lembra quando escrevi, aqui no poleiro, que faltava um detalhe para comentar sobre as aberturas que fiz para bob plant?

pois é, voltando a fita pro dia 18 de outubro…

quando cheguei ao HSBC (no rio) para checar equipamento & som, o ben já estava me aguardando com as boas vindas!

vou acelerar a historinha, ok?

enfim, ben foi o técnico de som da turnê de robert plant… o sujeito responsável pelo P.A… consequentemente, por tudo que chegou aos nossos ouvidos. ele foi mega simpático e facilitou tudo para eu trabalhar à vontade.

devo ter tocado umas três horas seguidas no “esquenta” carioca… e, em muitas ocasiões, o ben ficou na mesa de som, com fones! sossegado!

a parada seguinte foi BH, para mim, o melhor show dos quatro que toquei.

quando entrei no “expo minas”, o ben já estava no housemix (local onde fica a thurma de som & luz) e mandou na minha lata: “gostei muito do som que você fez no rio e gravei grande parte dele”!

UAU, pra mim foi uma surpresa receber tamanha consideração… do cara responsável pelo som de plant!

consequentemente, imaginei que a “aprovação” tivesse chegado lá dentro… pro bob, claro!

o show começou e eu estava a dois metros do ben, lado a lado.

fiquei recordando do nosso primeiro encontro no rio… e de como ele não me era tão estranho.

sabe quando você não identifica no HD o rosto de uma pessoa mas sente que ela não é desconhecida? manja?

depois da terceira música, escrevi um bilhete e coloquei na mesa de som:

– você já trabalhou no estúdio real world de peter gabriel?

ele leu, abriu um sorriso e disse que sim!

pronto, a ficha caiu, era de lá que nos conhecíamos… já que estive com os paralamas durante a mixagem do álbum “hey na na” no real world, em 1998!

com mais essa conexão, fiquei soltinho para perguntar se ele poderia levar uma foto que fiz de bob, nos shows do zep em londres/1975, para ser assinada.

hahaha… ben pegou a foto na hora… e sumiu com ela… lá pros lados dos camarins.

o show acabou… e nada mais foi comentado sobre a fotografia. fiquei na minha!

fomos para brasília… na passagem de som no ginásio nilson nelson, o ben perguntou:

– e aí, maurição pegou a foto?

respondi: “não, nem sabia que tinha chegado ao bob”

– sim, chegou… e ele autografou! a foto ficou com o produtor dele!

PQParille, pensei com meus botões: “cadê a minha fotografia?”

e ninguém apareceu para dar o paradeiro da “coitada”!

no aeroporto de brasília, partindo para curitiba, um caboclo da produção candanga perguntou na fila do embarque:

– e aí, maurição… pegou sua foto?

respondi: “não, ninguém apareceu”

– ela foi entregue pra simone da produção local!

PQParille… eu estava voando para curitiba e não havia como pegar a foto na asa norte!

conclusão, meu camarada inacio, de brasília, ficou de resgatar a foto.

dois dias depois, ele ligou dizendo que estava com o “tesouro”!

UFA… pelo menos, ela continuava “viva”… e preferi não correr risco de correio, intermediários, traficantes & cia.

como o slogan da guinness prega – good things come to those who wait – só hoje, dia 21, um mês depois, a criança chegou ao meu colo:

captou?

( :

já que estou com a mão na massa, mais um detalhe sobre plant/BH…

assisti ao show com meu camaradaço ricardão e conseguimos sair muito rápido do “expo minas” pelos atalhos do estacionamento… mas tivemos que “bater”, literalmente, de frente com a multidão que ia pegar os carangos…

e a xeretinha, fantasmagoricamente, entrou em ação:

pressão!

( :

segura a capa da nova edição da revista MOJO:

picadinho plant (brasília & curitiba)…

tudo já foi dito – e escrito – sobre as presenças de bob plant no brasa.

mas tem um detalhezinho que vai ficar pra depois, ok?

pra quase fechar a pauta, algumas ações da xeretinha…

estes são os 80% finalizados do que já foi o estádio mané garrincha, em brasília.

depois da copa, ele será usado – sobretudo – para clássicos locais como gama X taquatinga!

inacreditável! espantoso!

ao lado, fica o ginásio nilson nelson que foi ocupado por robert plant & seus bluecaps, na quinta feira.

no DF, é obrigatório: passar pela loja modern music, cruzar com a rapeize do conic… e dar uns goles no beirute (asa norte)…

em curitiba, foi ótimo conhecer o teatro guaira…

segura o playlist de sábado, na capital paranaense:

do zep, a novidade foi “four sticks”… que só havia sido tocada em são paulo, dia 22!

e vamos combinar, nada se compara ao som de um teatro!

aliás, o guaira entrará numa mega reforma para se ajustar às necessidades do novo século…

afinal, ele nasceu em dezembro de 1974!

teorizando na pastelaria:

– qual a razão para a gigantesca presença da garotada nos shows de alguém tão old school?

lembrando que todas as apresentações de plant no brasa estão disponíveis em…

www.robertplant.com

ah, mais uma perguntinha:

– como pode alguém ficar duas horas imóvel, num show de “rock”, segurando um celular? como pode?

BSB & CWB

o roNca volta a cruzar bigodes com robertinho antes dos shows:

hoje, em brasília… com direito à tripa de elite do conic!

e sábado, em curitiba… pressão total no teatro guaira!

no cardápio: “jamming with edward”, skip james, king sunny adé, willie dixon, tinariwen, woody guthrie, gram parsons, dan auerbach, dr.john, cat power, ray charles, esther philips, sister rosetta tharpe, wilco, bo diddley, os buckleys, etta james, patti smith, dr.feelgood, buddy guy, mose allison, merry clayton, otis redding, john martyn, fleet foxes, terry callier…

alto, bem alto!

( :

picadinho mineiro (2)…

a passada por BH foi avassaladora… a começar pela segunda visita ao CCCP da festa roNca, na sexta feira!

olha o reduto, por volta de 10 e meia, com chuva e final de novela:

uma hora depois, fecharam a porta!

e aTRIPA? hahaha, sempre together:

olha a vibe de outro componente:

“Maurício, tudo bem? Sou o Guto, estive no CCCP.
antes de mais nada, foi uma hoNra finalmente poder te conhecer.
Fiquei realmente emocionado em poder curtir uma sonorização sua. Depois de tantas tentativas, deu certo.
Acho que vc não se lembrou de mim, mas creio que vc se lembra das “ouvinhetas”. Pois é, eu que enviei a primeira e desencadeou a trozoba.
Como disse, moro em recife mas sou natural daqui, e vim este fim de semana pro aniversario da minha filha, Joana. Por uma felicidade rara coincidiu de vc estar aqui na mesma data.
E por uma felicidade ainda maior, consegui finalmente colocar minhas garras no maNto. Fiquei muito feliz. Mas ele vai direto pra Joana! =) vai tá em ótimas mãozinhas!!!
Obrigado por tudo… Mesmo!
E sodade eterna do jumboteko.
Um abraço!”
Guto

abayomy, donny hathaway, sebosos postizos, bixiga70, yabby you, toots, manezinho do sax, itamar, clash, herbie…

e milton nascimento garantiram a balancê até às quatro da matina!

dia seguinte, 10 mil “mineiros” – 70% garotada – já haviam comprado todos os ingressos para plant & cia na expominas!

bob chegou em vibe muito borbulhante para satisfazer uma platéia mega caliente!

tanto, que mandou “whole lotta love” e… “SONG TO THE SIREN” de TIM BUCKLEY!

música que eu havia tocado poucos minutos antes dele subir ao palco no rio de janeiro, na quinta feira! D+D+D+D+!

e aTRIPA? hahaha, sempre together… esta rapeize quer ver as fotos aqui no poleiro:

e, na saideira, ainda deu tempo de ver o jogaço galo X flu, em confins… click:

ainda cruzo os bigodes com robertinho dia 25, em brasília… e dia 27, em curitiba!

o roNca voltará à capital mineira em 23novembro!

( :

 

picadinho mineiro…

antes de cairmos de boca nas delícias belorizontinas, vale um “alô” sobre a apresentação de bob plant, quinta feira, no rio de janeura!

ok, dia de semana… ok, caro pra meirelles… ok, HSBC… mas, cacilds, ROBERT PLANT!

como disse um chapa logo após o show – “pô, desde meu nascimento, em 1975, o zep é A banda de rock”

sim, claro, para ele e para zilhões de brasileiros… menos para os cariocas!

conclusão, o HSBC teve de ser “encurtado” para não ficar feio! mamãe!

e não estava feio… mas podia ter muuuuuuito mais gente!

uma amiga que foi, de convidada, na ala mais cara – de frente pro palco – disse que a situação esteve pra lá de folgada!

enfim, você pode achar que os 5 mil presentes tenham sido uma audiência bem numerosa para robertinho…

e o que dizer do show totalmente vendido, ontem, em BH, com 10 mil cabeças? e mais caro que o carioca!

e a data extra em são paulo, na terça feira – dia 23 – no espaço das américas? onde cabe uma holanda, dentro!

e, também, mais caro que o rio!

quer dizer, a cidade de são sebastião… continua linda!

ontem…

correria desatada… sem conseguir futucar a xeretinha & cia ltda!

enfim, bob deu ao povão que compareceu, ontem, ao HSBC tudo o que era desejado: ZEP!

“black dog”, “gallows pole”, “rock’n’roll”, “going to california”, “ramble on” e outras que não lembro os nomes…

+ howlin’ wolf, john mayall & o diabo A4!

a gente volta a cruzar os bigodes no sábado!

( :

plaNtando (3)…

a plaNtação tomou rumos inesperados & frenéticos!

além de abrir o show de bob plant, em BH, no sábado (dia 20)…

o roNca – também – tratará de seus ouvidos, antes das apresentações em:

rio de janeiro – dia 18 (quinta feira)

brasília – dia 25 (terça feira)

e

curitiba – dia 27 (sábado)

( :

plantando…

lembra quando chrissie hynde veio ao brasa, há uns oito anos (é isso?), fazer shows onde a vibe era um climão acústico, bossanovista, cool?

kamal kassin no baixo, sentadão… + domenico + moreno + adam seymour… lembra?

la hynde estava amarradona em são paulo, rio… a vida relaxada dos trópicos.

enfim…

a passagem dela pelo morro da urca (RJ) foi pra esquecer.

não que o show tenha sido ruim, pelo contrário… mas 92% dos presentes estavam lá para ouvir as músicas do pretenders…

com o peso do pretenders.

resultado: vaia, “ROCK’N’ROLL”, gritos, vaia… e até um copo plástico jogaram nela! meu deus!

tudo por conta da propaganda enganosa do show que citava mais o pretenders que o próprio nome chrissie hynde!

pois bem, sinto a mesma sipituca… começando, dia 18!

a comunicação dos shows de robert plant remete muito mais ao zep que à carreira solo do caboclo, procede?

e como a filosofia “joselita” impera forte porraqui, neguinho – sem dúvida – irá às apresentações como se estivesse indo ao royal albert hall, em 1969!

aí, rapaziada… a porca vai torcer o rabitcho, lindamente, quando encarar o repertório de blues, R&B, folk…

+ versões do zeppelin beeeeeem diferentes das originais… crime inafiançável para a joselito’s gang!

imagina a hora em que plant & the sensational space shifters atacarem de “black dog”…

sentiu?

na boa, eu prefiro ver/ouvir esta levada que tem muito mais a ver com ele, em 2012… que a tentativa risível de refazer a versão original, de 1971, na interpretação de plant aos 64 anos… e com outra banda! simples assim!

a conferir!

( :