the clash

palais…

“White Man In Hammersmith Palais”

Midnight to six man
For the first time from Jamaica
Dillinger and Leroy Smart
Delroy Wilson, your cool operator

Ken Boothe for UK pop reggae
With backing bands sound systems
And if they’ve got anything to say
There’s many black ears here to listen

But it was Four Tops all night with encores from stage right
Charging from the bass knives to the treble
But onstage they ain’t got no roots rock rebel
Onstage they ain’t got no…roots rock rebel

Dress back jump back this is a bluebeat attack
‘Cos it won’t get you anywhere
Fooling with your guns
The British Army is waiting out there
An’ it weighs fifteen hundred tons

White youth, black youth
Better find another solution
Why not phone up Robin Hood
And ask him for some wealth distribution

Punk rockers in the UK
They won’t notice anyway
They’re all too busy fighting
For a good place under the lighting

The new groups are not concerned
With what there is to be learned
They got Burton suits, ha you think it’s funny
Turning rebellion into money

All over people changing their votes
Along with their overcoats
If Adolf Hitler flew in today
They’d send a limousine anyway

I’m the all night drug-prowling wolf
Who looks so sick in the sun
I’m the white man in the Palais
Just lookin’ for fun

I’m only
Looking for fun

( :

fizemos, ontem, no programa, uma promo com a revista MOJO… lembra?

prestenção na cavadinha que chegou from BH:

Subject: Musica preferida do Neil Young

“Caros,

A minha musica preferida do Neil Young, por ignorância musical minha, é NENHUMA!!!
Isso mesmo, inacreditável, mas não conheço o trabalho da lenda do rock americano, que alterna seu trabalho com álbuns mais “pesados” em que algumas músicas se aproximam do hard rock, com guitarras “sujas” e longos solos improvisados com muita distorção (informação retirada da nossa querida colaboradora Wikipédia).
Preciso confessar que desde que comecei a ouvir o Ronca Ronca amadureci muito meu gosto musical e conheci vários artistas conceituados e com sons fenomenais que desconhecia.
Portanto creio que ganhando a revista Mojo, juntamente com o CD, será uma oportunidade unica e deliciosa de conhecer mais um trabalho musical que tenho certeza que vou curtir muito!!!

Poderia ficar aqui pesquisando uma musica para falar que é a minha preferida. Mas a verdade é essa!!!
Espero que me escolham.
Valeu galera!!!!
bjos.”
Beth
ainda sobre ontem…
comentei os cinco shows do clash testemunhados pelo meu camarada serico em londres/1981, lembra?
qualquer hora dessas, vou cavucar aqui para encontrar os negativos com os clicks feitos por ele.
anyway…
as tais apresentações de strummer & seus bluecaps são tidas como históricas.
a banda havia lançado “sandinista” (dez/1980) e estava impregnada de jamaica… yeah!
como eu disse, ontem, esse foi (pra mim) o mais espetacular momento do clash.
tudo estava desorientadamente bem situado… som, voz de strummer, as músicas, a vibe…
as canções mais frenéticas continuavam frenéticas… mas um pouco vagarosas, “lentinhas”, ha ha ha…
enfim, o clash era a mais fodaralhaça banda on earth… no final de 1981!
muuuuuita calma nessa hora… e prestenção no setlist das crianças na temporada de sete dias no lyceum:
Broadway
One More Time
Know your Rights
Guns of Brixton
Train in Vain
White Man in Ham Palais
Magnificent 7
Wrong Em Boyo
Clash City Rockers
Koka Kola
Ivan Meets Gi Joe
Junco Partner
The Leader
I Fought the Law
Charlie Dont Surf
Somebody Got Murdered
London Calling
Clampdown
Radio Clash
Career Opportunities
Armagideon Time
Julies in the Drug Squad
Stay Free
Safe Europena Home
Police and thieves
Should I stay or Should i Go
Grafiti Rap (Futura 2000)
Janie Jones
Brand New Cadilac
Londons Burning
Complete Control