the fall

marcelo “caipirinha” (em leeds) & mark e. smith…

Assunto: mark e. smith

“Pra mim foi uma surpresa total, eu não tinha ouvido nenhum boato, nem visto nada, que desse indicação disso. Meu primeiro pensamento foi alguma coisa como “eu pensando que 2018 não podia ser pior que 2017, e mais uma pilastra do que resta de bom caindo assim de repente”. Agora tô sabendo que o MES teve problemas de saúde nos últimos meses, e que inclusive falou disso abertamente. Mas até ontem eu não tava sabendo.

Uma coisa que me consolou foi pensar em Peel, Beefheart & Smith trocando idéias lá em cima… mais ou menos completou ou time de lá, eu acho.

Que mundinho merreca Tom & outros estão herdando, hein?

Quando a notícia caiu, eu tava ouvindo a BBC 6, programa do Marc Riley… aquele que foi de fã a roadie a baixista/guitarrista do Fall nos primeiros discos. Não preciso nem dizer que a emoção foi forte, né? Não sei se dá pra você ouvir aí, mas o programa tá AQUI. A notícia aparece pouco depois de 1h e 28 de programa. Depois vêm cinco músicas do Fall e uma do Beefheart, com uma conversa sobre onde o Marc Riley (não) estaria se não fosse o Fall quinze minutos depois do primeiro anúncio.

Abração,”

Marcelo “Caipirinha” (Leeds / UK)

a queda!

caiu, definitivamente, a suposta apresentação do the fall em são paulo.

portanto, mark & seus bluecaps passarão, apenas, por:

– salvador, dia 12

e

– recife, dia 14

tudo por conta do festival “no ar coquetel molotov 2011”!

que situação, hein?

vai encarar? salvador ou recife?

imperdível!!!

mark e. smith, a salvação!

logo+!

lembrando que vamos colocar a tampa na promo com ingresso duplo para primal scream, dia 24, em SP (HSBC).

o esquema será igual ao da semana passada:

– perguntinha cascuda

– participação por email

– número do celular nas respostas

já que vou passar o ingresso, pessoalmente, pro sortudinho(a) na porta do HSBC, ok?

well, well, well…

jumboteKo cheio de peraltice para logo mais.

vale a pena comprar uma fita K7 zerada… nada de fitinha recondicionada pra eternizar o roNca, tá?

( :

+

mark voltando…

em julho/agosto de 1989, o the fall esteve no brasa por conta do festival tucano artes.

a banda passou pelo rio de janeiro (canecão) acompanhada do coreógrafo michael clarke com quem havia criado o disco/performance “i am kurious oranj”.

coincidentemente, eu estava na terra deles quando acontceu o show… e os poucos que se recordam de alguma coisa, relatam algo mais gélido que a torcida do real madri… não sei se passaram por outras cidades.

dois anos antes, cruzei bigodes com o the fall num show em croydon (londres).

já contei algumas vezes os acontecimentos daquela noite inesquecível.

– cruzamos com mark na rua, antes do show. fomos para um pub. ele disse que parava tudo para ver “escrava iasura” (SIM). mark pagou a conta e fomos para o underground, local do show. chegamos na porta, o segurança pediu os ingressos para nós. mark abraçou simon rogers (tecladista), serico, eu e gritou: “WE’RE THE FALL”! e partimos pra dentro.

hahaha!!!

e click:

o negativo escorregou na hora da ampliação… mas ficou ótimo. climão the fall, total!!!

cacilds, lembro de muita coisa como se fosse ontem… como por exemplo, a primeira música da noite.

numa vibe MEGA “cabeleira altíssima”… a batida lenta, seca, fazia a rapaziada ondular… como se estivesse no mar, boiando! coisa de doido!!! hahaha… lembro que ficava olhando pro público, desorientadaço. todos… ao sabor de “living too late”…

ao final, serico e eu fomos “abordados” (bem estragados) pelo “homem gancho”, um segurança do recinto!

já viu, bem de perto, algum matusquela com uma porra dessas como mão?

sinister!

vazamos rapidinho!

( :

ah, o fall passará por algum SESC/SP nessa chegada ao brasa!

yeah!