the jazz loft project

página 146…

lembra quando postei esse assunto aqui, né?

pois é, o livro se tornou meu “objeto do desejo”…

o mundo girou um pouquinho e simon, camaradaço aço aço, fez a gentileza de trazer a jóia pras minhas garras!

que coisa impressionante!

como se não bastasse mergulhar eugene smith nas profundezas da sensibilidade descacetada, “the jazz loft project” mostra, em mínimos detalhes, um mundo tão distante de nossa realidade globalizada que parece estarmos diante de uma obra de ficção.

fala seríssimo!