the mahavishnu orchestra

+M.O!

curioso como, terça passada, sob raios/trovões/relâmpagos & muuuuita água… o som da mahavisnu orchestra embalou a desgraceira, toda.

o tamanho da encrenca só apareceu na manhã de quarta feira… e acredite se quiser, a cada imagem que meus zôio (fazendo blu blu) encaravam na mídia, o som da M.O ecoava pelos pensamentos!

durante o vôo – abaladão – do jumboteKo, eu ainda me referi à desorientasom da M.O como a trilha do apocalipse…

e estava sendo à vera, a sangue frio, impiedosamente… fueda!

será que vai aparecer alguém fazendo um clip dos dois?

afe!

http://www.youtube.com/watch?v=-P-EBcF1u9Y

+11.1.11…

http://www.youtube.com/watch?v=Sh2Rw0yrKcQ

mamma mia!

johnny, és uma figuraça, hein?

que onda (das boas, muito boas) você tira enquanto toca guitarra!  fala sério!

( :

+

Subject: Ecos de terça… ainda
“oi, mauricio!

acabei de ler o tico-tico e descobri que você tocou “corrente de água doce”, ontem, e eu não ouvi!
buáááááá…

entrei no jumboteko toda animada, às 22h em ponto.
tudo corria bem: joão donato e paulo moura, ron wood e bo diddley, edwyn collins… de repente, um silêncio.
pensei: “ih, alguém puxou o fio da tomada”. ha ha ha…
alguns minutos se passaram… e nada. o silêncio persitia. depois, entraram umas músicas, mas não era o programa.
quando você voltou, já estava rolando o papo sobre a apresentação do marcelo jeneci no oi casa grande.
e tome chuva, relâmpago e trovoada lá fora. e eu não ouvi a lurdez da luz! vou correr atrás da “reprise” no site da oi fm.
de qualquer maneira, obrigada por lembrar do meu pedido!

outra coisa: muito bacana o seu depoimento no segundo caderno, domingo passado. imagino a sua alegria em participar desta retomada ou, como estava na matéria, “uma nova era do rádio”. tomara que toda esta expectativa, reforçada pelo crescimento no número de ouvintes, se concretize.
afinal, como você mesmo disse, o rádio é algo novo, apesar de muito velho.
e não apaga nunca!”
beijos
claudia