the smiths

negativos & positivos (300) [royal albert hall + academy]…

quem diria que o negativos & positivos (1), com renatão, chegaria ao (300)? nenhuma chance de imaginar tal proeza. sacumé, né? afinal, preguiça-desinteresse-falta do que mostrar-mão de obra excessiva (sim, dá uma trabalheira arretada) são inimigos letais para qualquer atividade. enfim, jamais pensei tal marca… mas chegamos ao (300). vale lembrar que 96% das imagens que ilustram o N & P jamais foram vistas, sequer por mim. são fotografias inéditas que por um longo tempo ficaram adormecidas… até serem resgatadas pelo tal scanner de negativos & positivos (slides).

para celebrar a edição300, brotaram duas imagens que estão no mesmo filme. coincidentemente, a xeretinha registrou duas das maiores catedrais da música planetária no mesmo dia… e repito: eu jamais havia visto essas fotografias… nasceram hoje.

assim como sou fissurado por estádios de futebol e lojas de discos tenho uma sintonia descontrolada pelos locais que abrigam música… ou seja, sou capaz de ficar horas plantado na frente de um teatro imaginando o poder devastador (no bom sentido da palavra) de tal estabelecimento na vida de milhares e milhares de pessoas que por ali passaram.

o primeiro templo sônico a iluminar o poleiro, é o MEGA clássico royal albert hall numa fotografia com climão “blow up” que, além da nobreza do RAH, destaca árvores ameaçadoras e o “advogado da rainha” que, minutos depois, seria assassinado pelo cidadão à direita descendo a escada (hahahaha, eu falei de “blow up”)…

RAH.tico

a outra jóia da desorientação musical é o academy de brixton que segue firme e forte como O2 academy, bem no meio da maior comunidade jamaicana de londres. por lá passaram alguns dos mais estrogonóficos shows do planeta. como, por exemplo, a última apresentação do smiths, no dia 12dezembro1986 … e essa outra estada de morrissey & seus bluecaps, em 24outubro, poucos dias antes de pendurarem as chuteiras… e que, por pouco, não me fez chutar tudo pra cima e adiar a volta ao brasa (vale muito clicar nos links)…

smiths.tico

royal albert hall & brixton academy  /  londres  /  setembro1986

o #115 carnavalesco, hoje (ou como o the smiths nasceu no brasil)…

violência, brutalidade… informações inéditas ausentes de nossos ouvidos/corações há quase trinta anos… doideira, acredite!

você saberá, hoje, às 22h, aqui (roncaronca.com.br), como morrissey & seus bluecaps foram gerados nos trópicos.

IMPERDÍVEL… História inoxidável da Música “brasileira” contada pelo “pai de todos”… PQParille, casca!

na boa, umas das mais relevantes presenças no jumboteKo.

na boa (2), pode pedir o “dinheiro de volta” se o fato não transcorrer, logo mais, com a grandiosidade citada.

recomendo a presença a bordo de jornalistas, pesquisadores, antropólogos, paleontologistas, escavadores, coveiros…

+

TV on the radio, sir victor uwaifo, sly, iconili, virginia rosa, husker du, café tacuba… & o diabo A4.

o parto do smiths vale a fita K7… e como vale… zerada, claro.