valter silva

buzum!

dei um chego, à tarde, no teatro rival pra assuntar uns finalmentes.

no que entrei no coletivo, o motora e a trocadOira deram a dica de como seria a trip.

pensei – “eles vão sossegar”!

ah, tá… eu ainda não disse – as crianças não paravam de falar UM SEGUNDO!

eu fiquei lá no fundão… mas as vozes chegavam ainda mais poderosas.

elas ecoavam, se agigantavam… doideira.

o motora & a trocadOira trepavam os assuntos… não havia espaço para respiração. sinister!!!

e aquele “mantra” ia corroendo o buzum… os passageiros… os tímpanos.

negozim já estava impaciente.

não é gracinha minha não. é vero! nunca vi nada igual… non stop!

anyway… e nessa pegada a “bad trip” foi seguindo… até o ponto do shopping rio sul.

nisso, uma passageira iniciou – sobre saltos altíssimos – a descida, lentamente.

e o motora que não parava de falar e gesticular… arrancou a nave!

PQParille… a criança sequer olhou pelo retrovisor se tinha alguém rumo ao silêncio!

a moçoila quase se estabacou e gritou – “OH, MOTORISTA”!!!

ufa! conseguiu pular fora!

aí é que vem o mais cascudo da experiência…

no que se aproxima do canecão, uma voz DIVINA, mais do fundo ainda, explode na tarde carioca:

“O MOTORISTA, TU FALA PRA CARALHO, HEIN?”

PQParille, a rapeize da ala sul do buzum foi ao chão de tanto rir!

passamos a ser, por segundos, amigos íntimos… muitos se cumprimentaram, trocaram cartões. impressive!

ha ha ha… foi foda! D+!

claro, você vai perguntar:

“o motora e a trocadOira sossegaram”?

ha ha ha… claro que não!

devem estar até agora batendo um papinho, altão!

virando…

lá no rival, cruzei com yamandú costa e valter silva acertando os detalhes para os shows de hoje e amanhã…

e clique:

( :