war

violência X amor…

a semana começa muito violenta aqui no poleiro!

sério, na boa… acho que neguinho está pirando em proporções industriais… globalmente!

o descontrole é absoluto! desrespeito! falta de sensibilidade… inconsequência, manja?

você não precisa ver todas as cenas – de extrema ignorância e violência – basta testemunhar o início e como o “processo” acaba…

percebeu os requintes de crueldade?

notou que o ritual satânico acontece com o espetacular disco do war, intitulado “WHY CAN’T WE BE FRIENDS”?

tá vendo como tem Gente lá em cima olhando tudo?

o “zé da cola”, evidente, nem percebeu a sutileza da escolha!

assim como ignorou este míssil do disco…

o responsável pelo “discocídio” é um joselitaço… um sem noção, uma anta.

como pode alguém que quer limpar um vinil ter a coragem de submetê-lo a tão brutal sessão de tortura?

PQParille… asfixiou o coitado por quase 24 horas! emporcalhou a vítima… e, pra finalizar, arrancou a casca a sangue frio!

dá vontade de fazer a mesma coisa com o pelasaco!

o pior é que esse ato criminoso é fartamente divulgado no Utube!!!

agora, qual a razão de toda essa perversão para limpar um vinil?

cacilds, nada é mais simples – e eficiente – que uma mera lavada no pretinho com buraco no meio… nada!

volta e meia aparece alguém perguntando como dar uma guaribada num disco que não recebeu bons tratos.

well, well, well… antes de mais nada é preciso saber que o tal escurinho esburacado tem vida própria, respira…

é preciso dar a ele todas as condições de uma moradia feliz junto com a gente.

se não partir desta filosofia, a bagaça vai desandar (tipo, fugir de casa, quebrar, empenar..)!!!

portanto, basta considerar doses razoáveis de respeito, compreensão, bons tratos e… amor!

bagacinho, meu chapa, entrou para o clube… e perguntou como proceder na faxina.

respondi ao colega:

“mete a bolacha debaixo d’água corrente… passa a mão nela, carinhosamente…
pega sabão de côco, esfrega ele numa das mãos e deixa a espuma cair sobre a crionça…
deixa o sabão de lado e, de novo, passa a mão no baby… fazendo uma espuminha…
deixa a água corrente tirar, bem, o sabão… sempre, com um passar de dedos sobre o pretinho!
não se preocupe com o rótulo/selo, ele não descola… nem estraga.
depois, coloca o disco encostado para a água escorrer… quase secar..
quando tiver apenas umas bolinhas de H2O, pega uma toalha de papel e tira o excesso…
pra fechar, basta uma flanelada… sempre com muito carinho… pronto!”
( :