aTRIPA trippin’ (ou luiz e tiago barbarizando)…

Assunto: Porcelana da Dinastia Ming

“Gov. My Gov.!

Estou muito relapso nas missivas … Sempre q vou comentar algo acabo me distraindo e ai o bonde passa … Enfim … Agruras dos tempos modernos. No entanto, a parabólica anda sempre conectada! Apenas para exemplificar, donny hathaway – a song for you, tocada no #334, ficou algumas semanas na playlist! Que musica!

Mas vamos ao assunto deste pombo. Estive no Rio e aproveitei pra reivindicar minha porcelana. Ca está ela devidamente registrada no meu atual local de pouso!

Abs”
Luiz

+

Assunto: Ronquinha no Jazzout

“Salve Mauval!

Ontem toquei como Djalma no evento Jazzout no Hotel Vila Galé, na Lapa. E como passageiro do Jumboteko e devoto de John Peel dei uma ousada de tocar o monstrão Benjamin Clementine. Foi foda ver o poder da música dele mexendo com as pessoas! Nem tudo está perdido na noite carioca.
Agradeço do fundo coração por tanto que aprendo nessa nave.
Abraços!”
Tiago aka DjThc

o roNca no spotify…

a notícia circulou forte pelo fim de semana: o roNca roNca está no spotify… mais precisamente, na gaveta de podcasts do estabelecimento.

a maloca principal segue sendo nosso inoxidável poleiro (aqui mesmo) onde você encontra a bula do programa, registros marotos capturados no estúdio e a possibilidade de baixar o áudio… o spotify passa a remar com deezer, itunes, tune.in, mixcloud e muitos outros.

é o roNca juntando aTRIPA

cheers

goodbye hello…

na boa, não tem como haver despedida ou sequer tristeza… andré sempre esteve ao nosso lado (isso, de todos nós) e assim ficará forévis. as estórias são muitas e a História não tem como ser medida… da aposta, caso ele lançasse o the fall, comigo pelado dando a volta no quarteirão… passando pelo papo ao telefone, LIVE, na flu fm / 1985, com ele dizendo que o primeiro disco do smiths estava indo pra rua por conta do programa que liliane yusim e eu apresentávamos… ao inoxidável roNca roNca com ele a bordo, na Oi fm, em 2008. JISUS!

mas, por enquanto, secando as lágrimas, não posso amoitar as letrinhas que ele montou (inéditas há oito anos) para o projeto de livro que um dia nascerá (amém)…

mamãe

a bula do #340…

dr john – “right time wrong place” (7″)

gogol bordello – “malandrino”

billy bond – “rapé” (12″)

alton ellis – “too late”

bill withers – “lean on me” (7″)

gabriel muzak & carapaus afrobeat – “canastra”

david crosby – “music is love”

pete seeger – “wimoeh”

violeta – “wimoeh”

david crosby – “cowboy song”

billie eilish – “bad guy”

nara leão – “esse mundo é meu”

big thief – “U F O F”

thelonious monk – “bemsha swing”

roky erickson – “i walked with a zombie”

serguei – “eu sou psicodélico”

serguei – “as alucinações de serguei”

dr john – “gris gris gumbo ya ya”

dr john – “such a night” (ao vivo, 1976)

dr john – “i walk on gilded splinters”

ouça AQUI o programa

nelson & o churrascão de sábado…

Assunto: A porcelana de shenzhen mais 2 vascainos ilustres com a dama do teatro e não tem petra vai de guinness

“Mauricio, tudo bem?

Nem vou dizer que te acompanho pelo rádio em ondas sonoras lá pelo inicio dos 80 …

Segue uma singela homenagem do quanto voce faz parte da minha vida… não tem petra vai de Guinness kkkk…

Uma coisa bacana que faço aqui em casa aos sábados é um churrasco com a família e o ronca ronca de trilha sonora e não raro alguém fica mais atento ao som e esquece o ambiente kkkk.

Uma pequena provocação… anos 80 pra mim do rock brasileiro se resumem a poesia do Júlio Barroso, do renato e do Agenor… acho que foi o que de autêntico se fez… genuíno… atemporal… isso da pano pra.manga (pano pra.manga pode kkkk)… alguém da geração milênio vai achar que pano pra manga é uma nova embalagem revolucionaria eco friendly kkkk.

Grande abraço e a música salva…”

Nelson.

Ps: recentemente ouvi Rael tocando afro sambas do Baden e achei muito bacana… Se der pra tocar Monica Salmaso eu adoraria ouvir no ronca

vale muito a pena ver de novo (ou i repeat: vale muito a pena ver de novo)…

as letrinhas e imagens a seguir foram colocadas aqui no tico em 7dezembro2015 mas relatam algumas traquinagens que aconteceram na festa roNca roNca de outubro1995, no clube condomínio (horto / rio)…

roNca roNca, a festa, outubro1995 (1)…

na meiuca da década de 90, a festa roNca roNca ficou ancorada por três anos no condomínio esporte clube (horto – RJ). uma vez por mês, a desorientation baixava forte lá pelos lados das palmeiras imperiais.

nessa época, não eram muitas as festas na cidade de são sebastião… pelo contrário, estavam longe da abundância atual… na real, essa “indústria” começou, exatamente, há uns vinte anos… foram tempos de descoberta, informação, curiosidade, radiolla na globo fm… e roda girando.

a festa levava muita gente às redondezas do jardim botânico… dentro era o roNca roNca e fora, nas ruas, era o broNca broNca… neguinho ia pra não entrar, manja? estacionava o carango (abastecidão) e ficava curtindo a sonoridade que pairava, loucamente, sobre TODO o (silencioso) bairro. volta e meia cruzo com alguém que diz: “ahhhh, era você que não me deixava dormir”… ou “caramba, graças a você passei  muitas noites ao som de planet hemp-clash-maytals-martinho-underworld-chemical-verve-zeppelin-oasis. valeu”

quase sempre a gente incrementava a festa com ações conectadas ao momento: são joão, 14 de julho (distribuição FREE de champanhota), olimpíada (isso, provas “cabeleira altíssima”) e mil outros babados. em outubro6, tivemos a idéia de fotografar os presentes num estúdio, especialmente, montado no clube pelo inoxidável-tricolor-leNdário MEGA fotógrafo milton montenegro… e que os retratados, ao final da festa seguinte, pegassem suas fotocas FREE… quando todo o material – centenas de ampliações – estaria exibido numa enorme parede do clube condomínio.

como era previsto, a maioria das fotos foi retirada pelos interessados… mas nem todos conferiram a festa de novembro. conclusão, até hoje, as imagens “sobreviventes” estão comigo.

mais de vinte anos depois, essas relíquias contam uma parte descabelada da História de todos nós. existe, atualmente, uma boa quantidade de jovens que foi gerada por conta da festa. tem gente que não está mais em solo terrestre (sodade). muitos dos retratados seguem colados, amigos, dando risadas. certamente, dezenas de outros enfraqueceram a amizade, se desentenderam… ou sequer sabem os nomes dos companheiros ao lado… hahaha!

atividade que a pressão é brutal. boa viagem…

214612572089101811131421315161917

cheers

( :