a bula do #372…

jefferson airplane – “the other side of this life” (ao vivo 1969)

mahmundi – “qual é a sua?”

u roy – “natty don’t fear”

tinariwen – “ama louma”

fontaines d.c – “liberty belle”

os paralamas do sucesso – “teerã”

curtis harding – “drive my car”

curtis harding – “i need a friend”

p.p arnold – “baby blue”

música de guadacanal

the band – “chest fever” (ao vivo 1969)

the band – “rag mama rag”

os mutantes – “quem tem medo de brincar de amor”

talking heads – “burning down the house” (ao vivo 1983)

ouça AQUI o programa

agenda…

Zak Starkey e Sharna “Sshh” Liguz, a dupla fundadora do selo TROJAN JAMAICA, está animada com o lançamento do TROJAN BRASIL, o braço latino-americano do label. Sexta-feira, dia 24 de janeiro, marca o início dessa parceria entre Brasil, Jamaica e Inglaterra com o lançamento de três singles: “Wake The Town”, de U-Roy (JAM); “Extra Extra”, de SSHH (UK) feat. BNegão (RJ) e “Favela Town”, do Covil do Flow (RJ). No dia seguinte, 25 de janeiro, acontece em São Paulo o primeiro show da turnê que celebra o TROJAN BRASIL. Informações sobre as datas no serviço abaixo.

U-Roy, Zak Starkey, Sshh e BNegão se apresentarão de graça, na rua, no festival oficial de aniversário de São Paulo no sábado 25/01. Em seguida, no domingo 26/01, o show será no Rio de Janeiro com o reforço do Covil do Flow no lineup. No dia 02 de fevereiro o show segue para Salvador, na Bahia, cidade que estará celebrando o Dia de Iemanjá. São múltiplas gerações musicais unindo forças para apresentar uma mescla ímpar de estilos sonoros. Sempre pautados pelo perfume da música jamaicana.

“Este show é um filho amoroso da Jamaica e do Brasil, entrelaçando a rica cultura dos dois países, celebrando o poder sem fronteiras da música”, afirma Sharna “Sshh” Liguz co-fundadora do selo TROJAN JAMAICA junto a Zak Starkey.

Zak Starkey, conhecido mundialmente como baterista do The Who e metade do duo SSHH, será o responsável pela guitarra neste espetáculo. Os outros artistas se apresentarão em cima de dubplates, no melhor estilo sound system.

No palco, o grande U-Roy: precursor do que os jamaicanos chamam de toaster. Ele vem ao Brasil celebrar – e entoar – o lançamento do single “Wake The Town”. Voltamos para 1970, o ano em que a música foi lançada e virou o primeiro grande hit do artista, estabelecendo-o como um pioneiro do que hoje se conhece como DJ e também como parte fundamental da cultura dancehall na Jamaica. O TROJAN BRASIL está muito feliz em relançar a faixa com novos arranjos e graves ainda mais intensos.

BNegão, um ícone da música urbana no Brasil, sobe ao palco para uma dobradinha com “Sshh” Liguz. Ele participa do single “Extra, Extra”, um grito à forma frugal como as notícias chegam até nós. No show, BNegão aproveita para cantar músicas próprias.

“BNegão é um cara que tem a atitude certa e uma moral muito sólida. Por isso o convidamos para participar”, afirma Sharna “Sshh” Liguz.

No show do Rio de Janeiro, domingo 26/01, e só nesta data, a festa Jamaica-Brasil contará com o show do coletivo de hip hop Covil do Flow (CDF) – um combo sagaz da comunidade da Rocinha. O selo tem muita expectativa em relação à recente assinatura com o grupo que representa o hip hop mais fresco que se pode ter atualmente. Eles são a próxima geração!

O evento carioca é parte do projeto Glória in Dub, realizado pelo principal sound system do Rio de Janeiro, o Digitaldubs, junto com o DJ e produtor Marcelinho da Lua. Eles também se apresentarão, abrindo para o show da TROJAN BRASIL.

Serviços turnê TROJAN BRASIL:

25 de Janeiro – sábado
São Paulo, SP (evento de aniversário da cidade)
22h
Palco na Praça da República, Centro
Gratuito e livre

26 de janeiro – domingo
Rio de Janeiro, RJ
Glória in Dub apresenta: U-Roy
Lançamento do selo Trojan Jamaica no Brasil com BNEGÃO + DIGITALDUBS + MARCELINHO DA LUA + ZAK STARKEY + SSHH + COVIL DO FLOW
Casa da Glória – Ladeira da Glória 98, Glória, Rio de Janeiro
Horário: 16h20 até meia noite
Ingressos:
Lote 1 – R$ 25
Lote 2 – R$ 35
Lote 3 – R$ 45
Venda online (+ 10% de taxa de conveniência) no Sympla
Evento no Facebook

02 de fevereiro – domingo
Salvador, BA
Festa do Dia de Iemanjá, Rio Vermelho
(endereço e horário a confirmar com prefeitura)

segue reverberando a visita de brasinha ao #370…

Subject: #370 #371
“Véspera de feriado fui de combo ronca ronca, não poderia deixar de ouvir a participação do nosso querido Túlio. Que onda ein! O menino (não mais tão menino rs) tá brilhando no mundo, fico feliz por ele, principalmente por não estar aqui  nesse país horrendo que está ficando e o Rio então, nem se fala…

Aí no segundo podcast eu tô lá curtindo o prog diferentao e lembrei, puxa nunca mais ouvi Soft Machine. Acaba a música e taran! Era Soft Machine hahahah.  Que surpresa boa. A moça que cantou Leonard Cohen eu também gostei demais, de uma melancolia comovente na voz, quero mais.
Espero ouvir mais o ronquinha em 2020, é incrível o poder da música em tempos difíceis. Resistir!
Um grande abraço”

Tatiana
+
Subject: Encontros e desencontros #370
“Mauval e Nandão, salvem 2020!

Senhores, escrevo para compartilhar esses encontros, desencontros e conexões que a música nos proporciona. Ali pelos idos de 2013, eu acho, tive a oportunidade de escrever para um site de notícias e crítica musical que se chamava Fita Bruta (ainda se chama assim, mas tá inativo). Fui convidado pelo Yuri de Castro e foi uma experiência muito legal de fazer parte, mesmo a distância, de uma parada que juntava uns caras muito jovens, mas com um ouvido e um olhar curiosíssimo, antenados, e dispostos a experimentar na produção dos textos, numa reflexão sobre a música, de onde ela vem e pra onde ela vai. Era uma proposta muito interessante e um dos camaradas desse site era o Túlio, que escreveu, por exemplo, que eu me lembro assim de cabeça, uma bela resenha sobre o primeiro álbum do Kiwanuka, lá em 2012.
Eu não tive o prazer de conhecer essa turma pessoalmente, mas fiquei felicíssimo de ser apresentado ao Túlio aí, no #370, como membro da Tripa e confirmando não só que estamos todos muito bem acompanhados aqui, como eu tava certo também sobre a turminha ali do Fita. Os meninos eram o futuro.
Prazer, Túlio! Alegria conhecê-lo.
Abraços!”
Thiago
BH

quarentinha…

esse registro da xeretinha jah passou por aqui quando sinatrão completou 100 no lombo, em dezembro2015… mas volta, hoje, gloriosamente, ao sermos atropelados pelos quarenta aninhos da MEGA presentação Dele no maraca… isso, no Maraca, com mais de 170.000 testemunhas… UAU.

minha mamãe, fissuradex por sinatra e elvis foi de cadeira, nessa meiuca do gramado… o desejo dela estar perto do ídolo só faria sentido se ela estivesse perto meeeeeeesmo… e, para tal, houve uma reunião familiar (com presentes e ausentes) para que o valor do ingre$$o fosse anexado ao orçamento de TODAS as gerações futuras… hahahaha… (blu blu forte aqui agora)

o grito primal de todas as futuras (e passadas) gerações foi o mesmo:

– PORRA, compra logo essa bagaça que a gente segura a marola…

pela conversão mequetrefe de hoje, esses 2.800,00 cruzeiros equivalem a uns 700 reais… merreca para o tamanho do prazer.

desejo realizado ao extremo… forévis

( :

como dá pra perceber pela foto, a xeretinha ficou na arquiba, no lado direito da tribuna, claro!

cheers