o brasil desabando, o rio despencando…

“Amanheceu assim, com uma de suas placas perigando desabar, o monumento art déco em homenagem ao político gaúcho Pinheiro Machado (1851-1915), no meio da Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. Não está claro ainda se é uma cena da série “Tudo se rouba nesta cidade”, “Tudo desaba nesta cidade” ou “Tudo se vandaliza nesta cidade”.

O monumento é de 1931, assinado pelo escultor Leão Veloso, discípulo de Rodolfo Bernardelli. A figura em bronze de Pinheiro Machado, em tamanho natural, está voltada para a Rua Visconde de Pirajá, assentada sobre uma base de pedra e cimento, com quatro degraus de acesso ao pedestal de onde se elevam colunas de granito e cantaria de cinco metros de altura. Nas laterais do monumento, também em tamanho natural, duas figuras de mulher representam a “Glória” e a “Apoteose”.

 

A placa que ameaça desabar, com figuras masculinas, faz parte do conjunto e tem outras três semelhantes completando o desenho do monumento. Em 2013 todo o conjunto foi desmontado para as obras do metrô, sendo recolocado no meio da praça em 2016.”

Joaquim Ferreira dos Santos

DAQUI

laura, leandro & a mãe…

Assunto: Laura coNfirmando

“Fala, MauVal!

Tô pagando uma dívida de uns bons meses aí: você me mandou um abraço láaa numa das primeiras edições de 2018 (!) a pedido do Leandro Luz e eu não tive coragem de sair da moita pra responder!

Então tô aqui tentando reparar esse erro, saindo da moita. Tem até foto minha AQUI no site e eu me escondendo.

Bom, era só pra confirmar: mineira morando no Rio, fã número 1 do Freddie e seus Blue Caps, firme e forte na tripa do roNquinha desde 2017!

Ainda garanti minha caneca do roNca, levando minha mãe que tava de passeio pra comer no Bibi

Se puder, manda um abraço pra ele de volta? E se couber na programação, manda um Nick Cave pra ele chorar também rs.

Um abraço (atrasadíssimo) pra você e pro Nandão!”

Laura

henrique, lucas, dudu & a amada…

Assunto: tripiNha e caNecas

“Olha o Lucas aí Governador! Devidamente orieNtado.
Forte abraço!”

Henrique

+

Assunto: Blusas, caNecas e compaNhias

“Grande Mauval, saudações Nandão!

Certa vez, um amigo que participa de um programa de rádio comigo aqui em Belo Horizonte, na UFMG Educativa me falou que iria ao lançamento do livro “Preto e Branco” aqui em BH. Não pude ir porque no dia eu iria gravar o programa.
Aliás, foi ele, Thiago, que me apresentou o programa que orienta desorientando. Mais tarde, o roNca roNca foi minha companhia numa viagem de 12 horas em que saí de BH em direção ao litoral baiano (foi companhia na volta também).

Isto porque minha amada estava dormindo em grande parte da viagem, mas nos momentos de insônia ela também se encantou com as batatadas (haha) e a companhia do roNca.

Desde então, o programa é minha companhia em muitos momentos urbanos, seja no trânsito seja na caminhada pela cidade. E é por isso, para caminhar pelo mundo livre, pelas ruas de BH que queria sugerir o relançamento da blusa do roNca roNca.

Gostaria de revezar a vestimenta do programa com a camisa do Cruzeiro. Acho pouco provável eu conseguir a caneca, pois minha previsão de ir ao Rio é só em alguma decisão de campeonato em que o Cruzeiro jogará com algum time carioca.
Ainda em tempo, é necessário agradecer pelas boas descobertas que acontecem no programa, principalmente das bandas e artistas africanos.

Muitas delas estão presentes na minha programação musical quando tenho a incumbência de selecionar o que tocar nas ondas da UFMG Educativa. Por aqui, coloco a galera Tuareg, a excelente coletânea Ethiopiques, Cesária Évora, Bonga, Philip Tabane, William Onyeabor e conto sempre com as descobertas de Shirati Jazz, Gnonnas Pedro etc.

Forte abraço de quem ficou emocionado com a abertura do Minas (do grande Milton) há algumas edições atrás.

Valeu! Saudações.

Se possível, me indique onde acho a blusa, caso tenha disponível, pois a celebrada caneca será difícil para quem mora fora do Rio. A caneca que, por sinal, parece com a “sopeira de porcelana chinesa que a vovó ganhou da baronesa”, na música do Jorge Ben.
Para não deixar de pedir algo, sugiro algum etíope nas próximas pautas.

Aguardo ansiosamente o correio entregar o livro “Preto e Branco” que solicitei recentemente.

Obrigado pela companhia!”

Dudu

severino em vinil (ou LKJ no brasa)…

linton de volta ao brasa… não ao vivo como nessa fotoca de QUATRO anos atrás, no rio de janeura… também não em disco Dele mas, simplesmente, na participação MEGA inoxidável na canção “navegar impreciso” (com tom zé) no álbum “severino” dos paralamas que completa 25 anos de lançamento em 2019… JISUS!

acabei de ligar pra maternidade e a criança está indo pro forninho (pelamordedeus, não confunda as coisas)… com nascimento previsto para… breve. YEAH

“severino” apresentou – em 1994 – um som muito fora da expectativa… com forte sotaque brazuka experimental “cabeleira altíssima” sob produção de phil mazanera (ex-guitarrista do roxy music) + participações de brian may, fito paez + LKJ e tom zé numa época onde os dois gozavam do mais completo anonimato (acredite!) + capa estonteante com a arte de bispo do rosário & gringo cardia!

todas essas rotas rumo ao desconhecido só poderiam resultar no disco de menor vendagem da banda… sinistróide. hahahaha… mas “severino” é o típico exemplo de como certos discos conseguem ultrapassar furacões e maremotos para chegar ao cais da modernidade com pouquíssimos arranhões no casco… fueda!

na época do lançamento, 1994, o cd dominava geral e foi feita uma prensagem muito pequena em vinil que, diante da pouca venda, por ali ficou.

duas décadas e 1/2 depois, “severino” reaparecerá – gloriosamente – com tudo que temos direito… D+D+D+D+D+D+D+D+

( :

caneca, canequinha, canecão…

Assunto: Caneca canequinha canecão

“Opa! Eis que vejo no site o e-mail do rapaz solicitando reserva de canecas para quem não está no Rio. Como a aquisição da caneca está sendo feita no BiBi eu fiquei sem esperanças de conseguir uma, pois talvez esteja no rio no início de junho, porém nada certo ainda 🙁
Maaaaaaaasss, será que tem como segurar uma para mim e outra pro Mário? 😀 😀
Como proceder?
Coração até acelera aqui! 😍😍😍
Segue foto da caneca do RoNca que ganhei, e que marca a data de nosso primeiro contato via email, quando ganhei a caneca numa promoção no dia do meu aniversário 😎😍. Naquela época ouvia o RoNca pra estudar e até hoje sigo nessa levada dos estudos + ronquinha, a produtividade é mil!
Volta e meia bebo meus cafés nela, mas agora estou fissurada em plantas então coloquei uma plantinha suculenta peludinha nela para embelezar a minha mesa de trabalho, sempre ao alcance dos meus olhinhos 😍
Beijocas!!! ;* ;* ;*”

Luana

celso & a moita + victor & o dadaísmo + omar & o meliante + tiago & the sensations…

Assunto: Meu Reencontro com o Ronca Ronca

“Salve Salve Mauricio e Nandão!

Sai de trás de uma moita gigante, sou da geração que conheceu o Ronca pela OiFm de São Paulo, e desde que a Rádio saiu da sintonia nunca tinha ouvido o programa.

Sai da moita no #330, e desde estão estou lapidando esse e-mail porque não sou lá tão bom com as palavras, vocabulário restrito manja.

O que tenho a dizer é OBRIGADO!

Se liga na cena de hoje.

Eu de manhã no metrô aqui de SP, na sintonia, sexta cinza vagão lotado sentido Jabaquara, quando derrepente… você conhece o Vicente, que Vicente.

Manooo baila Vicente, baita música.

Obrigado

Dois pedidos MauVal

No próximos programas manda um Hyponotic Brass Ballicki Bone

E tem alguma possibilidade de a Caneca do Ronca chegar a SP?

Abraço sem saudade porque agora tô na área.”

Celso

(Escrevendo aqui do Sesc Pompéia)

+

Assunto: roNca #336

“Maurição,
Nandão pergunta no #336: …e antes do Monty Python?
Resposta: Dadaísmo
Amigo, veja esse documentário da BBC sobre Dadaísmo. Adiante 40 minutos. Terry Gilliam explica… AQUI

Abração pra você e diga ao Nandão que a voz dele está baixa”
Do fã Victor de Brasília

+

Assunto: compacto do special AKA

“Salve!

Que bom que chegou o compacto do special AKA. Teve história. Enquanto estava no correio para postar, às 11h da manhã da 3ª passada a agência foi assaltada. O meliante entrou, pulou o balcão, começou a esvaziar os caixas. Eu escondi o celular e fiquei só de olho se ele não ia pegar o disco que tava na balança…

Felizmente tudo muito rápido e saiu sem levar nada dos clientes – e felizmente tb sem as encomendas.

Só um susto.

Abraço!”

Omar

PS: Assisti O Anjo que tava afim há um tempo, realmente muito bom, trilha Moondog casou perfeito. E o do dicionário de Oxford nem tava ligado. Assisti também, gostei. Fazia tempo que não via (ou não lembrava) de um filme bom com o Mel Gibson.

+

Assunto: Pepita Chess Records

“Fala Maurição, beleza?

Cara, eu achei um compacto da Chess Records, do The Sensations… porém, minha aparelhagem de som não permite eu tocar o disquinho de maneira apropriada, é daqueles que tem um furão no meio.

Enfim, pra não ficar com o disco juntando poeira, qual a melhor maneira de eu te mandar? manda pela caixa postal do Ronca? abraços”
Tiago

 

TOM, lineker, ferdinand, hoddle & liniker…

sentiu o semblante de tom caipirinha levando pra escola a garrafa do tottenham hotspur? e a pressão do pai com o escudinho maroto no carango? hahaha…

TOM, residente em leeds, alimenta (há tempos) uma linda paixão pelo clube do norte de londres e, claro, está vivendo momentos inesquecíveis com a final dia 1junho, em madri.

por falar no tottenham hotspur, prestenção nesse lendódromo – no campo do ajax – quando o lucas faz o terceiro gol… na cena estão: gary lineker (mooooonstro do english team, barcelona e tottenham), rio ferdinand (monstro do english team e manchester united) e glenn hoddle (mooooooonstro do english team e 17 anos de tottenham hotspur), todos comentaristas da TV britânica…

“oh my god, WOW, are you ok? are you ok? silence, silence”

putz, gary lineker e glenn hoddle, juntos, numa hora dessas… é muita pressão!

aproveitando, o nosso liniker tem esse nome porque o pai dele era fã do inglês… pena que trocaram o e pelo i!

( :