Todos os posts de mauval

pra fechar a terça feira em vibe astral total (acredite)…

nesses tempos de planeta sitiado, a gente acaba insistindo (ainda mais) em querer saber de determinadas figuras, né mermo?

algumas vezes nas derradeiras semanas perguntei ao zé:

– e aí, cuma tá o paraíba?

(é assim que me refiro ao cidadão pessoense)

e o zé: tá bem, vou armar de vocês se falarem

detalhe: telefonar pro herbert não é a mesma coisa de ligar, por exemplo, pro nandão. o paraíba tem o cotidiano muito regulado pelo relógio… com vários procedimentos. portanto, não é pegar o aparelho e… entende?

até que hoje o zé mandou na minha orelha: o H vai te ligar agora.

e o celula, trimmmmmmmmmmm… pô, não tenho o celular dele cadastrado há décadas, podia não ser ele. não daria pra atender, de cara, na galhofa… e eu, todo formal:

– alô

HAHAHAHAHAHA… do outro lado explodiu a voz do herbert como se fosse… sempre!

com todos os nossos jeitos de falar. ele lotadinho de vivacidade, segurança, engraçado pra meirelles, 100 % sagaz… em seguida joguei pesado:

– você só pode estar fazendo duas coisas, vendo o compacto do mengão campeão da liberta ou vendo os paraleimes, em mendes/1987… hahahahahaha!

não lembro quando foi a última vez que falei com ele sem ter mais ninguém por perto. só ele e eu / eu e ele… não lembro nem quero lembrar. afinal, no que ele entrou pelo meu tímpano esquerdo aos primeiros segundos de nossa prosa, senti algo muito poderoso… reconheci de estalo uma voz mega presente na minha vida mas que estava ausente há mais de vinte anos… porra, foi foda, lembrei do meu pai. caraca… e ele falando.

eu estava devastado pela emoção… quando ele disse:

– posso tocar uma música que você me ensinou a gostar

– não sei como consegui balbuciar: porra…

e, pelo celular, ouvi o paraíba tocando “lost in the supermarket”, do clash, no violão… PQP

imagina? mamãe… não me contive e perguntei: posso pedir uma?

ele: claro

esparramado no chão, às 14:06, vi estrelas com herbert tocando e cantando “tempted” do squeeze, inteirinha… J I S U S

ainda falamos do cerco planetário e comentamos a necessidade do humano se tocar de uma nova realidade, uma nova sociedade… e que nós (todos) não podemos ficar tanto tempo sem se comunicar.

é ou não é, paraíba?

aTRIPA balançando o coreto…

Assunto: Pedido

“Bom dia, MauVal!

Encontrei uma relíquia recentemente que me fez matutar… Daqui a pouco completará 15 anos que dei com os cornos no Ronca Ronca. E, claro, nunca mais me afastei desde então.

Foi no fim de 2005 que me encontrei, mas no começo de 2006 a sorte bateu na minha porta como poucas vezes: ganhei uma promoção na extinta Rádio Cidade e fui presenteado com um par de ingressos para a Festa Ronca Ronca, que seria realizada naquele mesmo dia, no Teatro Odisseia.

Mas como um estudante residente no alojamento estudantil que não tinha no cu o que o periquito roesse poderia ir a uma festa assim? Eu não tinha dinheiro pra beber, sequer pra passagem de ônibus. Fim de mês, todo mundo liso.

Mas corri atrás e consegui uma ajuda de custo. Um camarada me emprestou o dinheiro e a prima, porque nem companhia eu tinha.

Da festa em si lembro muito pouco, mas conversei com meu colega de sofrimento Lopes Maravilha, como também com o Antônio Rogério e ainda consegui descolar, junto de Vossa Senhoria, uma camisa do Ronquinha, a qual uso até hoje, e um CD do Wilco, que segue em anexo pra comprovar a traquinagem.

Se ainda der tempo, gostaria de pedir que o próximo programa seja o que mais amei, o que ouvi umas 20 vezes (sem exagero): o – se não me engano – 113, com o Carlos Moore.

Pograma inoxidável e inolvidável, que, se tudo der certo, irá ao ar no exato dia em que completo 38 primaveras.

Grande abraço, saudações alvinegras!”

Ramon

+

Assunto: Ronca Sobrenatural

“Maurição, nesses tempos insanos que estamos passando o Ronquinha tem sido meu bote salva-vidas, cara. E tô escrevendo porque ta rolando umas conexões sobrenaturais nesses dias com o Ronca.A deprê do isolamento e a distância da filhota por causa do coronga sempre bate, e é foda. Aí só a música salva! Nessa onda de VAPODN que tá rolando, aproveitei pra ouvir uns programas antigos. Aleatoriamente, tô indo na tripa e buscando uns números: 222, 321,etc.
E dessa maneira, totalmente aleatório, os programas vão se conectando, mermão!!!
Um dia coloco um número tal que é uma homenagem ao Mark Smith. Outro dia, num outro programa número tal, você mostra que Light/Fireworks foi o sample do Rio, Pontes e Overdrives!
Escutei o VAPODN dessa semana com o Midani, na quinta, e hoje escutei o 211, de dezembro de 2016. Cara, você coloca o Omar Suleyman, fala da Síria é…lembra o Midani!
Falou do Family, que foi o programa VAPODN com o Ed Mota. Surreal.
E esse Ronca 211 ainda recebe BNegão, dá parabéns pro Yuka – que ontem ouvi um programa que você colocou o Rappa ao vivo, na rádio Imprensa- e lembra do Damião Experiência! Caralho, já salvou minha semana.
Pra todas as religiões e crenças. Conexões sobrenaturais!
Krisnha, Buda, Jesus ou Alá!
Salve, Ronca Ronca!
Abs”
Chico

gustavo, arthur e leonardo…

Assunto: Leonard Cohen

“Fala MauVal,

Tempos estranhos, tentado manter a sanidade aqui, espero que faça o mesmo.

fui no mercadinho portuga perto daqui e dei de cara com mais um mural dele
Não era esse que eu tinha pensado em tirar a foto com a caneca, mas fica o registro (eu e meu filhao Arthur)

Ps: com a crise, agora mesmo que não sei quando a porcelana chega…

Saúde pra todos nós,

Abraço”

Gustavo (Montreal)

epaminondas, “my sweet lord”, lita ree, “ocupa tempo”…

Subject: Ocupatempo #4 tia Lita Ree Preston
“Fala Mauricio!

Escrevo agora na madruga porque senão periga eu não lembrar de postar, pois praticamente só tenho ouvido música na quarentena global.
E ao ouvir “My Sweet Lord” em modo gratuito shuffle com Nigel Preston no ocupatempo4, imediatamente sinapsei: “caraca! Essa porra é tia Lita Ree oficial da era Palha, cantando ‘Chega Mais’”. Mas aí, como de praxe, Nigel mostra como é que se faz. Putz! Muito foda!
Sobre a penitência de guardar os CDs, eu juro pra você que, se não fosse o coronga, eu trabalhava de graça pra você – desde que você me disponibilizasse no local um cd player para a minha eventual curiosidade sonora.
Tenho ouvido direto os ocupa tempo, além das duas horas habituais de quinta-feira.
Obrigado por tudo!”
Abraço”
Epaminondas

zé da maré direto da maré…

“E aí Mauricio!

As coisas por aqui estão tranqüilas, excessivamente até…o termo “quarentena” ainda segue aparentemente desconhecido pela maioria das pessoas; estou saindo de casa pro básico, ir no mercado ou algo assim, mas vendo que o cotidiano segue praticamente inalterado, ruas movimentadas, bares cheios, a excessão foi a tradicional feira que tem aos sábados a mais de cinquenta anos, que não aconteceu pela primeira vez a duas semanas mas já está voltando aos poucos, e o baile que também estava a acontecendo aos sábados aqui perto (sempre com alguma atração de funk ou pagode e que reunia milhares de pessoas, a maioria vindas de fora) também não está acontecendo. Fora isso, a galera tá na onda do Leminski, “Distraídos venceremos” rs. Obviamente também tem muita gente que segue trabalhando pois quarentena não é opção no momento, se não trabalhar de dia, não janta à noite. Mas enfim, a percepção mais realista é que a maioria das pessoas está esperando dar uma merda , morrererem vinte daqui de uma só vez pra aí sim sossegar em casa ou ao menos sair de máscara; ainda não tem nenhum caso confirmado na Maré e espero que continue assim, pois se a coisa chegar aqui (e é só uma questão de tempo), deve se disseminar rapidamente devido ao movimento intenso de pessoas que ainda não pararam de transitar, a proximidade das casas, as ruas estreitas, entre outros fatores. Enfim, que essa praga passe o mais rápido possível e que os danos e mortes sejam abaixo que as estimativas.

Valeu Mauricio, abraço, até +”

Z

A rainha (ou “we will meet again”)…

goste ou não goste, “the queen is dead” ou não com morrissey, “god save the queen” ou não com os pistols, ou dezenas de outras… mas, pufavor, dá um tempo na pedrada. o fato é que bethinha mandou uma brisa refrescante sobre todo o planeta. a presença confiante-serena-precisa-minimalista-humana-verdadeira atropelou os trogloditas em todos os continentes. ainda mais porque elazinha (9.3) já encarou barras igualmente pesadas (em todos os níveis) como sabemos.

portanto, capricha no caramelo, respire fundo, tasca a legenda, adianta a intro grandona e testemunhe quem sabe de onde vem o apito do trem…

cheers

então, veja bem…

veja bem, então…

não é assim que começam uns 80% de qualquer tipo de lero?

mas, veja bem, até essa besteirinha – dizem os entendidos – sofrerá alteração profunda no futuro próximo. a situation será brutalmente reprocessada.

jah tem neguinho se desapegando de trocentas quinquilharias + deletando geral a lista de “amigos” no feice (onde não conhece ninguém) + torrando discos na web + esvaziando o armário + fogueira com pilhas e pilhas de papel + suspendendo a manguaça definitivamente + jogando cigarretes pela janela + jurando nunca mais ir a um estádio de futebol lotado + vendendo o carango… e muitas outras milongas.

é isso, a chapa vai esquentar… ou, talvez, esfriar no bom sentido da palavra.

mas, veja bem… já estão na pista – claro – inúmeros espertinhos aplicando golpe em cima de golpe por conta dessa instabilidade dos pobres humanos. atividade.

se você gutunhar um desses picaretas, manda ele/ela aqui pra casa pra colocar de vez os cds em suas respectivas caixas. penitência pior não existe… PQP

nelson, midani, avós, damasco, o #382 (ou are you experienced?)…

Subject: Damasco ,reflexões ,música , memorias e Tom Jobim e é sempre bom aprender com a experiência dos mais experientes
“Mauricio meu caro tudo bem com você ?

A pauta é grande segura as.letrinhas… …tempos de mudanças para se redescobrir o que nunca deveria  se ter esquecido ou ignorado… manja?

Eh sempre bom ouvir novamente algo bacana de pessoas que tem o que dizer de verdade que verdadeiramente acrescentam   …até porque se percebe nuances e reflexões que tenham passado batido ou vem a mente lembranças e pessoas  …procede?
Aliás agora os ignorantes, cínicos  e egolatras (egolatras pode?)do mundo vão ter que “ouvir” na porrada a realidade do mundo, dos fatos e da ciência e vão ter que fundamentalmente olhar de verdade a realidade  dia após dia e agir para além de seus próprios umbigos ou daquele trem que balança com  conteúdos irrelevantes e imagens fúteis e inúteis..aliás olha a canção do ultraje …
E aí vem a frase impactante “tenha dinheiro tenha poder seja humilde com teu poder e parcimonioso com teu dinheiro e seja audacioso onde você bota o teu poder e teu dinheiro “…preciso comentar a frase do convidado do programa ou como dizem atualmente quer que eu desenhe ? Nestes tempos cínicos de mudanças de paradigmas mundiais entre humanos esta frase diz quase tudo …procede ? ..
“Tom Jobim é o nosso maior compositor clássico brasileiro ..nosso número 1….” Tem Wagner Beethoven e tem Tom Jobim … E me veio a lembrança de um show a céu aberto no Jockey club do rio com Tom Jobim e banda …noite de estrelas e lua cheia e cantar junto baixinho e da felicidade plena …preciso desenhar ?
E pra arrematar” olhar para o artista olhar o sujeito a pessoa e seus desejos olhar o fundo do olho dele do artista “…preciso desenhar ou isso eh o que verdadeiramente importa!
Então me veio o  gosto e a lembrança dos biscoitos duros e deliciosos  da minha avó que ela escondia pela casa dela para a gente não comer tudo de uma vez e ela ter que fazer de novo kkkk e da torta de pão de ló de damasco da outra avó que só fazia a torta em ocasiões muitooo especiais e aquele momento era o ápice de um almoço ou jantar em família que todos simplesmente ficavam ansiosos esperando …damasco me lembra minha avó e a torta e a experiência dos mais experientes que alguns “seres humanos” andam desprezando a céu aberto …coitados …perdoai eles não sabem o que falam…
E o encontro Gil Jorge e ainda com Clapton e cat Stevens eh isso mesmo affmaria! …são deuses mamãe kkkkk…a atualização do “é Deus mamãe” kkkkk…aliás eu acho que a vinheta do Gil deve estar sempre colada a vinheta do mamede  porque assim se revela a síntese sertão..ser tão e  cidade ..nordeste e  amizade …comunicação e música … obá…a totalidade da verdadeira missão da música e do rádio …manja?
Eh isso Mauricio se cuide vc e toda a equipe do ronca e todos em casa… que é o que devemos fazer agora …e respeitem os mais experientes e ouçam os mais experientes e aprendam com os mais experientes e reflitam sobre o que dizem os mais experientes e cuidem dos mais experientes como o sabor de uma torta de damasco feita em ocasiões especiais assim como o programa com o homem genial de damasco .obrigado pelo programa e obrigado ao rapaz que recuperou o áudio do programa ..
Todos em casa faz favor e a musica salva..
Forte abraço cheers”
N.T