lançamento

rudeboy (ou preto & branco)…

A film about the love affair between Jamaican and British Youth culture told through the prism of one the most iconic record labels in history, TROJAN RECORDS. Combining archive footage, interview and drama – RUDEBOY tells the story of Trojan Records by placing it at the heart of a cultural revolution that unfolded in the council estates and dancefloors of late 60’s and early 70’ Britain and how that period of immigration and innovation transformed popular music and culture. Told by a cast of legendary artists including Lee ‘Scratch’ Perry, Toots Hibbert, Ken Boothe, Neville Staple, Marcia Griffiths, Dave Barker, Dandy Livingstone, Lloyd Coxsone, Pauline Black, Derrick Morgan and more. Director: Nicolas Jack Davies

los andes…

“Espiando al sol” es el primer adelanto del álbum debut de Los Andes, banda formada a finales de 2016 y que es la unión y la fuerza de Juan Marioni (Avant Press, Bristol), Rubin (Grand Prix, Los Campos Magnéticos, Rubin y Los Subtitulados) y Locar y Ema Lopez (ambos de Böas Teitas).

Letra: Sebastián Rubin

Música: Sebastián Rubin Sebastián

Rubin: voz, guitarras eléctricas, guitarra acústica Martín Locarnini: guitarra eléctrica Juan Carlos Marioni: bajo y coros Ema López: batería, percusión y coros Juampi Mandelman: teclados

Grabado por Hernán Agrasar en Estudios Ion (Balvanera / Buenos Aires) Grabaciones adicionales por Juan Marioni en JCM Mezclado en Revólver por Hernán Agrasar Masterizado en Puro Mastering por Diego Guerrero

midsummer madness & the fall…

Quem são seus ídolos?
Está atrasado. Mas resolvemos fazer um tributo ao The Fall que será lançado apenas no formato digital, dia 25 de maio, próxima sexta, nos canais do midsummer madness

Todos nós escutamos muito The Fall.

A banda lançou dezenas de álbuns, todos inquietos. Sempre foram avessos ao establishment e fizeram músicas falando sobre isso.

Infelizmente, o vocalista da banda, Mark E. Smith, faleceu em janeiro de 2018 e isso deixou a música que gostamos mais previsível. Daí, algumas bandas e parceiros do midsummer madness pilharam numa homenagem à banda.

São eles:

Pedro Bonifrate, ex Supercordas e solo com seu sobrenome, foi o que buscou a música mais antiga, do 1º álbum de estúdio da banda “Dragnet”.

A banda shoegazer gaúcha Loomer escolheu uma música menos famosa do álbum mais conhecido do Fall no Brasil, “Bend Sinister”.

Os argentinos Estación Experimental adaptaram a letra de “And Therein” para o espanhol e assim ficou a versão deles para uma canção do 12º álbum do Fall, lançado em 1990.

Outro ex-Supercordas, Sandro Rodrigues, que assina suas composições musicais solo como Digital Ameríndio, escolheu um clássico do EP “Slates” de 1981, “Leave the Capitol”.

Outro que adaptou as canções do Fall foi Cassiano Fagundes, o Cassim, junto com seus parceiros do projeto DON. Eles pegaram “Wrong Place, Right Time” e misturaram com “Frenz Experiment” para criar a música “Wrong Frenz”.

E para fechar o pequeno tributo, o OverEnd homenageou a homenagem que o Fall havia feito ao Kinks, ao regravar “Victoria”.

O título “Perverted by Homage – a Tribute to The Fall” é um trocadilho vagabundo com o álbum “Perverted by Language”.

Clique AQUI para ouvir o tributo que está sendo lançado hoje, dia 25 de maio.

 

“9 luas” (ou a cara do brasil)…

a tchurma do noize record club turbinou uma edição caprichadérrima em vinil (pela primeira vez) do álbum “nove luas”, lançado em 1996, pelos paralamas do sucesso.

mais uma pepita para se juntar à lista com apanhador só, curumin, tulipinha, vinicius & baden, boogarins, otto, o terno e outros mais.

a origem da ação é a revista noize… que continua viva e encartada nos discos.

eles me procuraram assim que começou a producão do pacote “9luas” para eu enviar umas fotos, contar umas mentiras e engrossar o caldo da publicação.

imagens enviadas, lorotas emitidas… e perguntei se eles poderiam me mandar uns kits para fazer uma promo cascuda com a ouvintada… a resposta foi imediata: CLARO!

pois bem, o possante ariel enviou o material – de PORTO ALEGRE / BRASIL – no dia 21 de março de 2018… ou seja, há mais de um mês. sente o inacreditável raioX do rastreamento…

lembrando que hoje é dia 23 de ABRIL… é mole ou quer que enrole?

será que a encomenda está vindo “a pé” via santiago do chile?

reparou que no dia 4abril o pacote foi dado como “desaparecido”… e “reapareceu” no dia 17? cacilds, como assim, bial?

e se fosse um remédio? um documento importante? se fulano tivesse subido pra encontrar com hendrix porque o medicamento não chegou? se beltrana tivesse perdido a venda do apartamento que salvaria a vida dela?

você acha que alguém se manifestou dando satisfação?

e se neguinho tacasse fogo numa agência da EBCT?

vândalos? terroristas?

seguimos esperando e, claro, faremos aqui o solene aviso da chegada….

mas vamos ao mais importante: