lançamento

shane, johnny, julien, bruce…

aTRIPA está frenética com o filme de julien temple sobre shane macgowan e enviou alguns petiscos sobre as partes envolvidas… lembrando que johnny depp é um dos produtores.

prestenção nesse depoimento estrogonófico do kiefer sobre shane…

lembra da historinha que declamei sobre o cruza que tive com bruce no elevador em são paulo? pois bem, olha as palavras dele sobre shane…

D+

rockarioca…

“Rockarioca é um movimento e uma seleção de bandas de várias vertentes do rock do Rio de Janeiro em 2020: Albaca, Astro Venga, Banda Gente, Barba Ruiva, Blastfemme, O Branco e o Indio, The Dead Suns, Elétrico Vesúvio, Estranhos Românticos, Facção Caipira, Fuck Youth, Gilber T, A Grande Trepada (Big Trep), Greco, O Grito, Guga Bruno, Homobono, Katina Surf, Ladrão, Latexxx, Luiz Lopez, Mauk & Os Cadillacs Malditos, Melvin & os Inoxidáveis, Panço e Tripa Seca.
Gente que já tocou com Planet Hemp, Erasmo Carlos, Los Hermanos, Caetano Veloso, Fausto Fawcett, BNegão, Robertinho de Recife, Autoramas, Gerson King Combo, Acabou la Tequila, Getulio Cortes, Canastra, Second Come, Black Future, Beach Lizards, Los Djangos, Sex Noise, Carne de Segunda, Jason, Lasciva Lula, Cordel Elétrico, Os Azuis, Os Imperfeitos (e muito mais) – e nunca parou de produzir sons novos – que se aliou a excelentes artistas das novas gerações que estão despontando para produzir a playlist Rockarioca (Spotify, Youtube e Deezer), uma página (Facebook e Instagram) e trabalhar juntos em diversas frentes.
Uma amostra bem diversificada do rock que tá rolando no Rio: aqui tem rock canção, indie-rock, punk-rock, synth-rock, hip-rock, hard-rock, art-rock, pop-rock, soul-rock, ska-rock, rock psicodélico, stoner-rock, psychobilly e outros bichos. E isso é só uma parte…”

AQUI

já viu? (ou dica do leo)…

Subject: Recomendação + pedido
Mauricio, Nandão, tudo bom?
Não sei se vocês comentaram (é a grande desvantagem de estar sempre atrasado na audição), mas tem um filmezinho muito bacana na neteflics chamado “A Incrível História da Ilha das Rosas” que acho que tem tudo a ver com o roNca e a tripa, tanto de dentro quanto de fora. É a história de uma galera que, de saco cheio do mundo, resolve construir uma ilha logo após o mar territorial da Itália e proclamar independência para viver como quiser. E de como o governo retrógrado e opressor vai fazer de tudo para impedir isso. Se passa em 68, mas poderia ser em 2020.
A fotografia é ótima, a atriz principal é linda e a trilha sonora maravilhosa, tem até uma versão em italiano de “California Dreamin'”. Poderia ter mais canções em italiano, já que o filme é de lá. Assista.
E com relação à trilha sonora, vem meu pedido. No clímax do filme, a canção que toca (praticamente inteira) é “Eve of Destruction”, de Barry McGuire. Engraçado que a tinha ouvido recentemente, não sei se numa edição anterior do roNca ou em outra fonte, e acho que tem tudo a ver com 2020, com Brasil, etc. Se é que ainda estamos na véspera da destruição.
Se não tiver tocado recentemente, tem como? A tossida do lado de cá da Mantiqueira agradece.
Grande abraço,”
Leo