los hermanos & roNca

J.B

desde a primeira vez em que “milhão” (nome provisório, tipo apelido), canção inédita de amarante, foi tocada no abril pro rock…

hummmmmmm… senti nela um determinado cheiro muito especial… bom, muito bom!

a sensação foi reforçada a cada interpretação… e mantive a coisa só pra mim, no mocó!

com o show de ontem, em porto alegre, foram onze apresentações dos hermanos… a nova música foi tocada em nove.

pois bem, ainda agora, papo de 16h, chegando ao rio… machadão, ruivo e eu rachamos um táxi, no galeão.

lá pelas tantas – trânsito fluindo bem – machadão levanta a bola:

– “pô, ruivo… ótima essa sua nova música, a lenta”

ruivo: “ah, bacana… acho que ela está ficando boa mesmo”

eu: “rapaz, sinto o cheiro danado de uma coisa nela, manja?”

ruivo: “hahaha… é mermo? qual?”

eu: “tá preparado?”

ruivo: “hahaha… claro, desembucha”

eu: “pô, ruivo… desde a primeira vez que você tocou em recife… instantaneamente me veio um nome nas idéias”

ruivo: “habla”

eu: “jeff buckley”

ruivo: “caramba, é mesmo? pois saiba que quando fiz essa música eu ouvia jeff buckley direto. meus discos ficaram pra trás, no rio… e eu tinha acabado de comprar uma compilação dele”

eu: “ufa… meu olfato não está tão estragado”

ruivo: “que nada, você tá cheirando muito bem”

tempo, tempo…

partindo de porto alegre com o coração partido… pouco tempo na toca, pouco tempo na lancheria, pouco tempo com ferla…

pouco tempo nos parques, pouco tempo com frio, pouco tempo na cidade, pô!

a saideira começou no mar vermelho…

com direito a desfile barbarizante pela arquiba…

e seguiu para a segunda – e derradeira – noitada dos hermanitos…

e johnny cash entortando corações & almas sulistas!

( :

 

guaibando (2)…

em 2010, coloquei aqui no poleiro um assunto sobre a loja “toca do disco” em porto alegre, lembra?

rogério, mais uma vez, me ensinou como ter paixão por música e seus artefatos…

achei pepitas de primeira grandeza… em seguida, me atraquei a um bife acebolado de largar a família, aqui…

MC ferla passou por lá e exibiu umas das jóias..

às 19:30…

o local do show – capacidade 7 mil – estava abarrotado! nunca vi tanto gaúcho junto! loucura!

som em pressão máxima no pré-jogo, manja?

e, acredite, vários locais perguntando pelo sambanzo…

e NEU! botando a tampa!

tem mais… às 22h!

 

lembra…

que o marcelo estava fissuradex no maNto…

e que eu nunca estava com o tamanho GG, né?

pois é, ontem, acertamos os ponteiros e como ele anda na fase cartier bresson, resolveu registrar o momento decisivo…

hahaha… tremendo clima leica… “levemente” fora de foco, “levemente” tremida… mas vale o conteúdo!

fechamos, ontem, a segunda instalação no espaço das américas… e, como sempre, aTRIPA marcou presença:

raul, aqui embaixo, chegou na minha lata e mandou:

“maurição, mudei completamente meu jeito de entender música no dia em que você tocou mulatu astatke”

ainda ontem, fotógrafo & baterista…

lembra do segurança que pirou no sambanzo?

olha a Lenda, grande ramos…

já estou com sodade do frevinho…

partindo para porto alegre… shows hoje e amanhã!

( :

2metros!

ainda agora – são 13h – passei por fortes emoções!

crosby, stills & nash se apresentaram, ontem, aqui em são paulo.

eu já sabia que ficaríamos no mesmo hotel… tá começando a matutar?

pois é…

neguinho já havia cruzado com crosby no café…

e o ruivo quase infartou quando eu disse que ele – crosby – estava perambulando pelo recinto… disse o ginger:

“pô, tenho ouvido direto o primeiro disco do crosby. cadê o bigodudo?”

logo depois, quem chega e senta na poltroninha ao me lado, no lobby?

STEVE STILLS

PQParille… um filme de looooooooonga duração passou em micro-segundos pela minha memória:

– steve com hendrix, manassas, buffalo springfield, woodstock, a cover do public enemy… mamãe!

fiquei na minha, quietinho… só zoiando de leve! hahaha…

ontem, quando chegamos do show, cruzei com dois caboclos de curitiba… entupidos de vinil para autógrafos!

disseram: “olha as fotos que fizemos com graham nash… crosby e stills nem param para falar”!

hahaha!

voltando à poltroninha…

não aguentei a pressão do silêncio e fui dar uma volta… e olha que eu estava com a xereta!

em seguida, chegam nash e o imperador david crosby…

e se juntaram a stills enquanto aguardavam a van para o aeroporto (show, hoje, em BH).

aí, era muito para minha “consideração”!

fui chegando, chegando, chegando… e ancorei a dois metros daquele monumento da música planetária:

CROSBY, STILLS & NASH!

e o filme das minhas lembranças… cacilda, passou a ter uma MEGA MEGA duração de alguns minutos!

nisso, chega uma produtora deles, minha conhecida… que fala com nash, enquanto crosby e stills se pirulitam.

a moça me apresenta in english:

– este é o mauricio

nash: “olá, eu sou o graham”

eu: “olá, te conheço desde os tempos dos hollies”

nash (com os olhos arregalados0): “verdade?”

eu: “sim, claro, graham… você é uma lenda”

nash: “como é mesmo seu nome?”

eu: “maurice em inglês”

nash: “ok, maurice. muito obrigado pela gentileza. tenha um ótimo dia”

eu: “bom show em belo horizonte”

enfim, coisa de fotógrafo inglês!

e tudo isso, com a xeretinha no bolso!!!

( :

 

sampando, ontem…

detas de ontem:

– o espaço das américas, onde foi realizado o show, passou por reforma… e melhorou muito, segundo os entendidos!

na minha cartilha, ele é um dos melhores locais de grandes shows que conheço – som muito bom, ótima visibilidade, ar condicionado siberiano (hahaha), segurança, bares (não conferi o funcionamento deles)… enfim, tá bão, né?

– logo no início da minha sonorização, coloquei no ar a íntegra da visita de  marcelo jeneci & banda ao roNca… as 10 songs!

– na primeira música que toquei do disco “sambanzo”, o segurança que fica colado à mesa de som perguntou:

“onde consigo esse disco? muito bom”

D+D+D+D+!!!

e, durante toda a noite, ficou curtindo o ronquinha!

logo mais, às 22h, a segunda parte!

( :

 

bahêa bahêa bahêa (4)…

como foi dito, a saideira dos hermanos começou cedo… e acabou cedo!

mais uma página virada… com muito acarajé, sol, rastafarianismo… e som!

caramba, P.i.L sonorizou os momentos que antecederam a chegada dos barbudinhos ao palco…

jah wobble reinou absoluto por muitos e muitos minutos… e alto, muito alto! mamãe!

aproveito esse momento “bye bye salvador” para agradecer (mais uma vez) à rapaziada do BiBi!

a camiseta “los hermanos / roNca roNca” tem sido um espetacular objeto de desejo.

tanto, que camelo cobra diariamente o modelito dele…

mas eu nunca estou com uma GG na mão!

hoje mesmo, vários componentes d’aTRIPA chegaram junto pra trocar de figurinhas… e garantir o maNto!

como foi em recife (muuuitos), fortaleza, manaus, belém e brasília!

D+D+D+D+!

vanessa lee, nossa representande em salvador apareceu nos dois shows… devidamente trajada em ambos!

afinal, ela se juntou à TRIPA por conta de uma visita do ruivo ao roNca lá em 2000&preto&branco…

e nunca mais deixou o jumboteKo!

aproveito para agradecer – também – a todos com quem esbarrei nesses dias de norte, nordeste e DF… inesquecíveis!!!

e mais ainda aos que não consegui encontrar…

como a belisa (de recife), joão pedro (de brasília), cristiano (de salvador)… e outros tantos!

segura parte da rapeize que deixou, hoje, a concha acústica de roupa nova:

cacilds… é muita emoção!!!

cada vez que passo por salvador, fica a sensação de ter esquecido alguma coisa…

e que espero encontrar na próxima visita, manja?

danada!

olha a cara de invocada que ela fez pra mim, hoje, ao entardecer…

próximas paradas: são paulo e porto alegre!!!

( :

bahêa bahêa bahêa (2)…

conhece a concha acústica do teatro castro alves, em salvador?

eu não conhecia… até hoje.

levando pro lado do futebol, ela equivale a um estádio onde basta ao time da casa se esforçar um pouquinho para a festa ser completa. captou?

portanto, não pense em morumbi, engenhão e coisas gélidas do gênero…

venha com bombonera, são jujuba, o do conde (rua javari), o do west ham… este tipo!

a concha de salvador lembra muito a vibe do circo voador… conhecido por “levantar morto”… hahaha!

enfim, os hermanos acabaram de esmigalhar a dita cuja… são 22:45.

como o espaço é cercado por prédios residenciais, todos os shows devem acabar até às 21h.

olha só…

e a vizinhança…

amanhã tem mais!

começando cedo… e acabando cedo!

( :