torcida

o gavião da fiel…

Assunto: This is Religion

“PUTS QUE PARILI (pode assim MauVal? não quero fazer com que a Carmela e a Viola violinha violão tampe as olhinhos pra ver esse email)
Me faltam palavras MauVal, posso dizer com toda certeza que foi o melhor momento da minha vida, uma utopia um devaneio, fechar o #331, com a aquela palavras massagearam meu coração como nunca feito antes na face desse planeta, mostrei pra minha mãe, pai, irmão, amigos me senti uma “celeb” da coluna social do nandão, mas como dizem as propagandas e não e so issoooo.

Quando achei q tinha chegado no ápice da minha vida terrena com um cara q eu admiro falando de mim e dedicando um encerramento estrogonofico do programa pra mim, vem o #332 e dai meu coração parou, no aniversario do nandão eu receber aquele abraço de saudade, carambaaaaa mauval que demais, sem palavras pra voce e pro ex-aniversariante Nandão, foi sem duvida um momento q eu vou guardar pra minha vida toda, nunca imaginei isso, ter meu nome falado pelas ondas sonoras do programa q faz minha cabeça a milênios, foi a melhor coisa dos últimos anos, salvei os áudios pra quando eu der com o burro na cerca ir com um pendrive comigo encontrar Jimmy Hendrix, Cartola, Fela Kuti e companhia limitada la em cima, foi ÉPICO muito obrigado.
Queria aproveitar esse email também pra pedir se possível guardar 2 canecas do Ronca pra mim vou estar no RIO DE JAH-NEURA no final de semana do show do los hermanos de 3 a 5 de maio, com meu melhor amigo Renato q tb é Corinthiano e Gavião da Fiel e sobretudo devoto dessa entidade que e o Ronca-Ronca e nos damos um jeito de passar aonde for pra pegar essas canecas.
MauVal muito obrigado por tudo, pelo som, pelas ideias por ser essa luz.
Nandão alem dos parabéns você é demais as suas participações abrilhantam essa constelação chamada Ronca-Ronca..

E SALVE O CORINTHIANS O CAMPEÃO DOS CAMPEÕES!!!

PQP
THIS IS RELIGIONNNNNNNN!!!

Abraço..
Do fundo do coração.”

Tiago

aTRIPA chegou chegando na divulgation do DK…

tipo…

Assunto: Dead Kennedys ANIMAL !

“Salve, Morrice !

Tô na área.
Dá uma ligada no PETARDO VISUAL que é o post da turnê de 40 anos do Dead Kennedys, para turnê no Braza !
PQParille !!
A arte é do Cristiano Suarez, artista gráfico responsável pelos rótulos FANTÁSTICOS das cervejas Hocus Pocus.
Já era meio que certo que os caras não iam deixar barata, a passagem por aqui, neste momento BIZARRo de nossa história, né…”

Bruno

valder & o saNto graal…

Assunto: Em busca do Cálice Sagrado….

“MauVal e Nandão:

Como relatei em mensagem blu blustisca anterior, resgatar o Soldado Ryan é fichinha. Já o meu bonê RoNca RoNca é uma missão literalmente impossível, pois o mesmo está na casa de uma ex. E isto acabaria meu casamento!!

No meu aniversário, agora em março, além do bolo RoNca RoNca (cuja foto vocês colocaram no site), os inoxidáveis Jujuba & Pedroca tentaram comprar o boné na Internet, mas não conseguiram. Quando eles ouviram no #332 que o Cálice Sagrado (caneca RoNca-Bibi) estaria disponível, eles colocaram pilha e me fizeram escrever esta mensagem. #332 que teve direito a participação do Cris, menção a eles e a polêmica do IPR.

Missão dada: e não medirei esforços para tentar cumpri-la. Estou oficialmente em busca do Cálice Sagrado!

Alguns compromissos: (1) pego um Elektra com Jujuba & Pedroca para o Rio assim que vocês autorizarem o resgate; (2) levarei o Cálice nas minhas andanças pelo mundo (fugindo da Polícia, né Nandão!?) com direito a líquidos variados e flashes com a xeretinha; (3) o Cálice fará parte do meu inventário para Jujuba & Pedroca; (4) as crianças do Projeto Vagalume ganharão alguns exemplares do Preto & Branco em suas bibliotecas; e (5) farei chegar a alguns RoNqueiros em SP as canecas que puder carregar no Elektra (sem quebrar sua estrutura de cristal).

Nandão; feliz aniversário!”

SaraValder!!!

caneca, canequinha, canecão…

Assunto: Caneca, Canequinha, Canecão

“Boas! Sou um ouvinte de Além Mar que tem anos de educação na vossa escola. Fiz o Básico e o Secundário na Maldita, na Panorama, ImprensaFm, Globo e Cidade. Depois disso tive que voar feito passarinho para esta terra de Camões o que me deixou um pouco baratinado e sem esperança na redenção. Mas como nada é por acaso, já tá tudo escrevinhado, encontrei-a através da Oi e agora na rede. Tudo isto pra dizer que aqui não falha uma audição, as vezes duas ou tres para ver se não ficou nada por ouvir e por sentir. Até dia 25 minha rádiopatroa e o meu Guri estão no Rio visitando a Famelga. Se puder manda uma “Caneca, Canequinha, Canecão” por eles. Fica um Grande abraço pra todos.”

Luiz Affonso

ps – Nandão me manda um abraço, pode ser mesmo sem saudade!

caNecaNdo…

Assunto: caneca

“essa peça

todos é muita gente

cristal tcheco, dinastia mim mim mim (eu)

qual o jeito?

agora eu não tô podendo chegar ao rio de janeiro, é aniversário da minha vó em junho, a minha namorada vai ao Rio (não), claro que tem

orgânico

lado descabelado engendrar saída da siqueira campos

enfim … quero minha caneca … não custa a camiseta (que eu deixei aí 🙂

já é”

Alexandre
JF

+

Assunto: Caneca

“Querido Mauval!

Há quanto tempo a gente não troca umas palavras, não é mesmo?
Mas a presença do Ronquinha em minha vida é constante e eterna, sempre na escuta.
Lembro neste exato momento que já se vão 12 anos desde aquela noite de terça-feira de algum mês de 2007 quando, por acidente, esbarrei na Oi FM (eu ouvia uma rádio de Paris chamada Oui FM quando digitei errado e fui parar na Oi FM, acho que nunca contei isso, né? Pois é, os deuses da música não brincam em serviço e agem pelos mais inesperados meios), foi fixação à primeira ouvida. Coincidentemente, ou não (!), nosso querido Caipirinha estava participando com novidades musicais da terra da rainha, pirei! E não larguei mais…Enfim…

Mauval, tá boa pra meirelles essa nova formatação (formatação pode?) do programa com você e Nandão trocando figurinhas com mais frequência acerca dos mais diversos assuntos, é verdade que Nandão as vezes tenta puxar o tapete (beijo, querido!!) e é aí que a coisa fica interessante, o contra-ponto necessário que já não existe mais em lugar nenhum, porque tá todo mundo “focado” e com medo de dar opinião, aí é um todos concordando com todos, dentro de suas respectivas bolhas.
Outra “iniciativa” (iniciativa pode?) maravilhosa é a da Tripinha, coisa linda bicho, eu me emociono sempre.

Vou ficando por aqui deixando um forte abraço pra você Nandão e toda a Tossida Ronqueira no planeta e na esperança de ganhar essa caneca lindona (pelo amor de Hendrix & Cartola!!!) (eu pago o frete, faço qualquer negócio rsrs).

Cheers!!”

Charles
Maceió

+

Assunto: mulheres na imprensa esportiva

“mauriciao, tô a bordo do #332 agora e com muitos chocolates em volta. 🙂

a ESPN tem uma repórter negra chamada Débora Gares. ela é responsável pela cobertura dos times do RJ junto com o Cícero Mello.

beijos
tô atentíssima pra garantir a caneca!”

Liana

+

 

Assunto: CANECA DO BIBI

“Querido Mauricio,

eu preciso de uma caneca para sobreviver a esse mundo de ilusões! Tomarei café e chá… tomarei coragem e animo…  tomarei providencias e resoluções… preciso dela… de noite ela embalará meu sono e de manha ela vira me acordar… casaca, casaca… domingo seremos um só coração.”
#triparoncaroncasempre
Mariana (Teresópolis)

on the road…

Assunto: Na Dutra

“Salve, Mauricio!

Escrevo diretamente da Dutra, a caminho do nosso balneário.

Atrasado, mas tinha que registrar: você tinha que ver a cara de Maluzinha ao ouvir nome dela sendo mencionado no Ronquinha. Depois ela ouviu Iansã, que ela não enjoa e pede pra ouvir só em vinil. Blublu forte pro papai aqui a Malu no Ronca. Valeu!

Abraço!”

Romulo

PS: fora Valentim!

lucas, ana & luis claudio…

Assunto: Lucas, cidadão do mundo

“Pô, Maurição, olhinhos fizeram blu-blu!

Que legal que a estória do Lucas reverberou de volta em vocês. A gente já tinha sacado as cordas vibrando a distância quando Nandão soltou um “Alô, Prét” no final do #326. Pode ser que a maioria dos contemporâneos das mídias sociais jamais façam ideia do que uma sutil referência como essa significa num contexto como o da Tripa. É de outra ordem. Não se compara a curtidas e retwites automáticos, autômatos e artificiais.

Obrigado a você e ao Nandão por criar esse oásis de sensibilidade, criatividade e resistência em meio à loucura e à poluição de sons, imagens e ideias a que temos sido expostos constantemente.

Já estamos aqui há algum tempo (eu ouço seus programas desde o Radiolla na Globo FM, no início dos 90) mas agora vocês sabem de mais esses três que compõem a Tripa.

Abraços cheios de gratidão,”

Lucas, Ana e Luis Claudio

vivid…

Assunto: #331

“Fala Mauval!

Quando a gente pensa que as coisas não podem piorar, lá vão dois prédios para o chão!!! Pqp… Acho que tudo que deveria ser dito sobre as chuvas e o Lolla foi dito no programa. Mas eis que uma alegria brota no meio desse caos, e fico sabendo que os caras virão ao RJ tocando Vivid!!!

Dia 13/06 no Circo voador!!! Como meu aniversário é dia 10, vale o presente!!! HEhehehehhe. Agora é saber o que mais acontecerá até lá nesse Brasilis cada dia mais maluco…

Abs,”

Jonas

saturday night fever…

Assunto: Luz no fim do túnel…

“Fala Maurição!
Em tempos tão sombrios, nos embalos de sábado à noite, na minha residência, reuni uma rapaziada jovem do Grajaú (RJ) e… só deu CD do Ronca Ronca que tocou na íntegra!
Registro clicado pela patroa…

Grande Abraço”

Gilberto
Rio de Janeiro – RJ

aTRIPINHA & aMÚSICA #23 (final com texto)…

lucas & a nação…

logo nas primeiras semanas de nossa retumbante ação aTRIPINHA & a MÚSICA, comentei no programa que tão inoxidável quanto o material fotográfico estavam sendo as mensagens dos papais e mamães sobre o envolvimento dos filhotes com aMÚSICA… e segui informando que não colocaria no site o referido escancarar de corações, lembra?

well, well, well, aqui estamos para fechar a tampa de nossa transgressora promô… e, para tal, colocarei as letrinhas do luis claudio, pai do lucas, que resumem – estrogonoficamente – nosso pensamento sobre música, pivetada, rádio, amor, dedicação, companheirismo, determinação…

######

Assunto: Lucas, cidadão do mundo

“Fala, Mauricio e Nandão.
Esse é o Lucas de 6 anos. Moramos em Brasília e ouvir o Ronca é programa de família aqui em casa. Até aí, nada que me surpreenda ou que surpreenda a qualquer outro desorientado da Tripa. Mas, por volta dos 3 anos, enquanto andávamos de carro e ouvíamos música, o Lucas pede, do alto da sua cadeirinha, “papai, bota o RoncaRonca”. Aí eu cheguei, mais uma vez, à parte funda da piscina da paternidade. O que é que faz um moleque de 3 anos pedir o Ronca?
Pouco tempo depois, ouvia um setlist com o Lucas e, quando Sangue de Bairro começou a tocar, meio que instintivamente, pulei a música. Achei muito pesada pra ele, sei lá. Daí vem o moleque de novo: “papai, que música era aquela?, “quero ouvir”. Claro que atendi… Uma, duas, três vezes. Disse o nome da banda, contei um pouco da história do Chico Science, e coloquei o Afrociberdelia pra tocar inteiro. O Lucas tinha acabado de descobrir seu primeiro álbum e banda favoritos. Que momento! Mas como é que uma criança de 4 anos pode, ao ouvir pela primeira vez, gostar de um som com a sofisticação e originalidade do CSNZ? Na parte rasa da piscina eu não encontro resposta.
Um grande abraço,”
Luis Claudio

enquanto o planetinha se despedaça, aTRIPA…

Assunto: Velas ao vento

“E aí Mauval, quais as novas na capital da Guanabara?!!!

Pois então…. sou mais um dos brasucas que desistiram de lutar pelo pais
e zarpei destino ao velho mundo… depressão fortíssima no Rio Grande do Sul,
um dos piores estados pra se viver hoje. Os ventos sopraram as velas e vim parar
na terra de Cervantes, que já me deu uma alegria monstra, o sábado da Record
Store Day foi exatamente no dia do meu aniversário.
Várias lojas espalhadas pelo país promovendo e evento… tô mandando em anexo
a foto de uma das tendinhas que estavam participando do evento aqui em Valencia.

PS. Dia 7 de maio teremos o maior de todos, fazendo um barulhinho bom por aqui,
mister Zimmerman.”


Gil

+

Assunto: Viva o Ronca

“Mau Val Vei… Mau Val Vei… Mau Val Vei…

Salve, Mauricio, estava atrasado, mas já fiz uma pequena maratona e já estou em dia. E ouvindo o programa esses dias lembrei que a criança que vos escreve faz 3.0 agora dia 17 e de que fez 10 anos que subi no jumboteko do Ronca pela primeira vez, na época da Oi Fm.

Nessas 10 primaveras, fica cada vez mais claro que o Ronca é um exemplo. Exemplo de carinho com a torcida, de como divertir e informar e principalmente ouvir o NOVO.

Em tempos como estes, onde a música está cada vez mais portátel, mais manuseável, onde podemos a qualquer hora pegar o Yotoba, spotify, ou deezer e ouvir o som que amamos a qualquer hora em qualquer lugar, foi e é muito importante demais pra mim, ouvir o Ronca e deixar que tome o rumo que tiver que tomar. Isto sem falar, nos papos do programa que é tão bom quanto os sons que tocam.

É maravilhoso pôr os fones de ouvido a noite, deitar na cama, olhando pro teto, e viajar pela estrada ronqueira sem saber se vai aparecer o Frank Sinatra ou o Daminhão Experiença. E desse modo, a lista de indicações só aumenta, Boogarins, Cesária Évora, Prk 30, Shilpa Ray, Hugo Trincado, Sam Cooke, Billy Preston entre outros ao longo deste tempo.

Ouvir o que ainda não foi ouvido. É um chute bem dado na “paralisia musical”, que faz com que a pessoa escute exatamente as musicas que ouviam há vinte, trinta, quarenta anos, sem entrar ninguem novo na área, nenhuma novidade.

É um estilo de vida que busco levar comigo. É sentar do outro lado da mesa, é ir por um outro caminho para o trabalho, ver um outro estilo de filme, é o cara que sempre lê Shakespeare e de repente ler Bukowski, ou ir de Bilac a Leminski. É abrir os braços pra arte, pra vida.

Tipo o “novo sempre vem” aquela do Belchior. Só tenho a agradecer. Viva o Ronca e viva o Náutico também hahaha.

O Ronca tem uma importância estrogonófica, cabriocárica, pra mim. Muito obrigado mesmo, Mauricio.

Se possivel, caso você tenha Superstar ou We’ve Only Just Begun do Carpenters, pode mandar brasa.

Caso não tenha, sabe o álbum In-A-Gadda-da-Vida, da Borboleta de Aço? pode meter qualquer faixa que você bater o olho. Valeu mesmo.

Abçs”
Cleiton, de Recife.

+

(atrasadinho, mas eu disse que colocaria aqui no poleiro)…

Assunto: Uma noite sonhei que era Jack Kerouac

“Salve Mauricio, tudo belezinha?

O roNquinha #330 foi uma beleza. E fez lembrança ao iNoxidável Júlio Barroso.

Queria saber se em algum momento da história do RoNca, englobando aqui os seus outros programas de rádio que existiram antes, um especial ou uma homenagem ao Júlio. Curiosidade mesmo. Ele é uma figura que acho foda pra dedeu, mor referência e que precisa sempre ser lembrando.

Voltando ao programa #326 onde tocou nossa amada Siouxsie & The Bashees com “Christine” uma versão demo delicinha. E te falar, achei que fosse rolar a versão da Gang 90, “Lilik Lamê” que é maravilhosa, com a Alice Pink Pank nos vocais e que até onde sei (pode ser que passaram a info errada), a Siouxsie tava por fora dessa versão e quando descobriu ficou p… da vida e com razão, afinal tem que se dar os créditos todos certinhos aos artistas e afins. Mas que a versão da Gang ficou foda, ficou.

Será que rola de tocar em algum programa futuro ❤️?

Tô enviando a foto do único disco brasileiro lançando em 1983 que é de fato importante para o mundo. (Ainda estou a procura do compacto que tem “perdidos na selva/Lilik Lamê”, um dia consigo. Sem pressa, no seu tempo…)

Abraços sonoros & saudações Vascainas”

/+/

William

sissi & SS…

Assunto: cada lugar na sua coisa

“Oi Mauval,
Sabe que dia foi ontem? Do ano foi dia 13/04, que na vida já foi o dia de nascimento de SS – Mr Sergio Sampaio.
Aqui em Vitória rolou o 13° festival sergio sampaio (eu disse décimo terceiro), que finalizou ontem com o show do disco Sociedade da Grã-Ordem Kavernista. Teatro cheio!
Depois rolaram shows só com músicas de SS, noite linda, de encher o coração de esperança. Negozinho saiu da caverna todo pimpão pros leros, boleros, tangos e outras delícias – gente de verdade de todos os tipos, cantando as músicas e letras do maldito. É deus mamãe… Boloco!!!”

Sissi