andy summers

barone mandou pra gente…

já foi fartamente noticiada a sipituca que aconteceu com andy summers (na casa de barone em araras) e que impossibilitou a participação dele no show que o call the police faria, ontem, em teresópolis (RJ).

ah, não soube de nada?

andy “catou um cavaco” e ao perder o equilíbrio, antes de cair de cara no chão, apoiou a mão para poupar o rostinho e… fissurou o tal dedo. tudo isso na manhã de sábado.

joão e rodrigo levaram o show adiante com a chegada do guitarrista gustavo camardella… e quem preferiu o $ de volta foi ao caixa e resolveu a situation.

em novembro, andy estará de volta para dar sequência ao call the police e registrar um DVD.

andy segue de molho (em L.A), sem chegar muito perto de sua amada mas de ótimo humor:

jb+as

history channel (ou andy no brasa)…

andy+2

semana passada, um chapa me perguntou qual público irá aos shows do call the police… respondi que, basicamente, deverá ser a tchurma que quer cantar junto músicas como “message in a bottle”, “roxanne”, “walking on the moon”, “so lonely” e trocentos outros clássicos do police… + uma pontinha de admiradores do barão e dos paralamas… procede?

ah, o repertório do show será, inteiramente, com músicas do police.

ontem, no terceiro ensaio dos três aqui acima, fiquei delirando na entidade que estava bem diante dos meu olhos… quem acompanha o roNca sabe, exatamente, da minha MEGA admiração por andy summers desde muuuuuuuito tempo… oxente, pertinho de mim estava o sujeito que gravou três discos com kevin coyne (ídolo eterNo), em meados dos anos 70…

kevin+andy

ao meu ladinho estava o guitarrista que fez parte do the animals, em 1968… i repeat: MILNOVECENTOSESSENTAEOITO… e que gravou o descabelado “love is” numa formação de banda que faz a terra estremecer até hoje…

animals+andy2

animals+andy

(lembrando que eric burdon era o melhor amigo de hendrix)

andy gravou com ROBERT FRIPP o disco “i advance masked”, em 1982… recentemente, andy passou pelo #199 tocando para JOAN ARMATRADING… lá pelos lados de 1967 esteve com o soft machine (isso!) numa turnê americana com direito a pouso na espanha onde (segundo o próprio) realizaram as maiores barbaridades psicodélicas que a terra de salvador dali jah testemunhou!

tudo isso pra dizer que andy summers é o único terráqueo (que conheço) que já tocou com JIMI HENDRIX… e não foi apenas uma vez, foram várias jam sessions em estúdios, malocas, bares, terreiros e outras localidades descabeladas… andy e hendrix nasceram em 1942… hahaha, captou?

enfim, se você gosta ou não do police… se você gosta ou não dos paralamas / barão, você terá a chance única de ficar “olho no olho” com um legítimo representante do tempo em que os dinossauros circulavam pelas esquinas… e que, sobretudo, utiliza a guitarra de um jeito muuuuuuuuuuuito especial… com a brutal carga de experiência-maestria-autenticidade que fez de andy summers a personificação da História… simples assim!!!

aproveite a oportunidade… ou como diria o tal do elvis: “it’s now or never”

call7

  • 31/03

    Tom Brasil, SP

  • 06/04

    Ciudad del Leste

  • 07/04

    Hangar 677, BH

  • 08/04

    A. Vianna, POA

  • 12/04

    T. Positivo, CTB

  • 13/04

    Vivo Rio, RJ

negativos & positivos (400) [andy summers]…

UAU, negativos & positivos (400)… QUATROCENTÃO, quem diria, hein?

para celebrar, aqui está um gigante da guitarra que passou por soft machine, kevin coyne, the animals, kevin ayers, zoot money, robert fripp…  e dizem: foi dele a primeira guitarra que jimi hendrix usou quando chegou na capital inglesa, em 1966.

segura o colega fotógrafo (ótimo) quando veio ao brasa com o the police…

andy.tico

andy summers  /  rio de janeiro  /  fevereiro1982