linton kwesi johnson

a poesia DUB de LKJ e outras traquinagens…

lkj1

lkj2

lkj3

lkg+dennis

 celebração pode ser umas das palavras mais afinadas à noite de ontem.

pra mim, foi a realização de um sonho… que parecia muito distante.

como LKJ abriu a noitada (+ planet+damian marley), o clima estava bem parecido

ao de jonathan richman, no circo voador… lembra, né?

mas, aos poucos, a rapeize foi chegando e formou um climaço para acompanhar LKJ & a dub band.

destaque para a presença d’aTRIPA, como sempre, em modo “cabeleira altíssima”!!!

em uma hora exata, LKJ desfilou suas músicas, carisma, credibilidade (cacilds, outra palavra prestes a ser riscada de nosso vocabulário),

simpatia (com um sorriso apenas em direção a yuka)…

e acima de tudo: sua convicção política/existencial de cidadão planetário.

na verdade, um show de LKJ está longe de ser aquele momento de entretenimento que, em poucos minutos, estará esquecido, abandonado no saco de inutilidades.

a apresentação de LKJ é para ser entendida como um testemunho definitivo

sobre integração-justiça-comprometimento-felicidade-harmonia…

simples assim!

depois do show, através de yuka (que, como sempre, me apresentou como o caboclo que pela primeira vez tocou LKJ no rádio), cruzamos bigodes no camarim com a participação de barone & bigorrilho…

lkj+pds+yuka

e testemunhamos LKJ soltinho como farofa…

lkj+pds+dennis

tendo ao lado a figuraça aça aça da leNda dennis bovell!

a xeretada acima mostra linton revendo (21 anos depois) o manuscrito – feito por ele – da letra de

navegar impreciso“, quando dividiu o vocal com tom zé e herbert, no álbum “severino”, dos paralamas.

mamãe!

ALELUIA…

Veja a programação da 6ª edição do Back2Black, na Cidade das Artes:

20 DE MARÇO

PALCO RIO

– Linton Kwesi Johnson + Dennis Bovell Dub Band (Jamaica/Barbados)

– Planet Hemp (Brasil)

– Damian Marley (Jamaica)

21 DE MARÇO

PALCO RIO

– Lenine + Orquestra Rumpilezz (Brasil)

– Angelique Kidjo (Benim)

– Grande celebração aos compositores negros cariocas

– Stromae (Bélgica)

a chapa esquentou!

mamma mia…

a desgraceira desses tumultos em londres chegou dentro de nossos ouvidos.

afinal, ontem, o depósito da sony – aqui em cima – virou cinza.

era lá que os selos independentes britânicos estocavam seus arquivos.

corremos o risco de perder a História de gravadoras como sub pop, warp, ninja tune, matador, XL, 4AD, domino e muitas outras!

) :

diz aí, master…

LKJ, forévis!

itústock!

 

http://www.youtube.com/watch?v=BNdYYCMbF-M&feature=related

mas que situação esse lance de itú sediar a edição brazukinha de woodstock!

ok, ok, ok… todos sabem a importância da marca WOODSTOCK… é porraí que o $$$ vai aparecer.

agora, o que me arregaça é a tentativa de levantar defunto.

a falta de empenho em criar alguma nova situação… partir do zero.

aí, a gente volta praquele papo da roda que não gira… da inércia, a repetição, da ausência de “paudurecência”, sacumé?

ok, quer fazer um woodstock?

beleza, traz o sly… remonta o CSN&Y, convida o alvin lee, joan baez & cia… e coloca uns nomes atuais.

faz um festival, basicamente, para saudosistas… e para a garotada curiosa em conhecer os véio.

até porque dos que estão sendo cogitados, 110% já vieram umas 32 vezes, cada.

esse “me engana que eu gosto” é triste… apesar de ser o jeito contemporâneo de… tudo!

+

LKJ pro itústock…

( :

+

olha elazinha aí, toda (bem) enturmada…