miles davis

ssshhhhhhhhhhhhhh…

a mais recente edição da revista MOJO (fleetwood mac na capa) traz uma matéria sobre a gravação do disco “in a silent way” de miles davis (1969)!

a grosseria começa pela capa fotografada por lee friedlander…

e pelos músicos que participam da gravina:

-Miles Davis/trumpet
-Wayne Shorter/soprano saxophone
-John McLaughlin/electric guitar
-Herbie Hancock/electric piano
-Chick Corea/electric piano
-Joe Zawinul/organ
-Dave Holland/double bass
-Tony Williams/drums

4.0!

esse negócio de datas redondas (também) é um prato lotadão contra a falta de assunto.

me refiro aos tantos anos de gravação/lançamento de determinado disco, por exemplo.

quantas toneladas de papel e horas de internet foram utilizadas para, em 2007, lembrarmos os 40 anos do clássico “forever changes” do love?

lembra? do mesmo jeito seguimos, em 2009, saudando as pepitas inesquecíveis de 69…

e assim está sendo com as de 1970.

portanto, a gente pode puxar metros & metros de discos geniais com quatro décadas no lombo… e que, por serem tão fora dos padrões da época, continuam a galgar parâmetros (salve, lazza!) sem respeitar nenhum tipo de limitação.

grosseria em estado bruto.

uma dessas gemas estará logo mais no roNca, mais uma vez.

um disco que influencia qualquer ouvido disposto a crescer… 

para ficar ainda mais fácil de ser identificada, a criança nasceu em janeiro de 1970!

durante todo esse tempo, “bitches brew” esteve lado a lado com outros discos responsáveis pela saudável desorientação sonora em nosso planeta… artefatos como “love supreme”, “electric ladyland”, “white album”, “blonde on blonde” & cia! 

para comemorar a marca dos 40, acabou de sair uma edição tripla (dois cds + um DVD).

e bota marca nisso!

pouquinho antes do disco ser lançado, em 70, miles & seus bluecpas (CARACA!) passaram por copenhagen testando o que viria dois meses adiante…

minha mãe!

este material nórdico é o DVD da caixola.

( :

bento & miles!!!

 

muita coisa aconteceu enquanto os caminhões de mudança preparavam a desova, aqui, no novo poleiro.

a mais bacana/cascuda/inesquecível foi ao ar no dia 21 do mês passado.

a História é a seguinte:

toni platão faz niver em março, assim como antonio bento, filhote dele.

em 2001, no exato dia do pai soprar velinhas, dei a ele um presente muito especial –

o Lp  “kind of blue” de miles davis, original & LACRADO!

trata-se, simplesmente, da criação sonora mais importante para toni.

tá acompanhando?

mas o mimo vinha com uma recomendação: ser aberto em março de 2010, no dia em que antonio bento fizesse 10 anos de vida.

relembrando: quando dei o disco, bento estava prestes a completar um aninho!

sempre deliramos com o tão aguardado momento em que bento entraria em contato direto com a masterpiece de miles… ha ha ha!

até que chegou o dia 21 de março… e para nossa felicidade, os cliques que cliquei viverão forévis…

e claro, tudo acabou em festa cabeleira altíssima…

( :