fazendo história

adelzon 8.0 (ou agenda única)…

o niver de adelzon – 5setembro – foi lembrado e comemorado, exatamente no dia, em pleno #352… lembra?

acontece que a rave casca grossa acontecerá amanhã, no teatro rival… e a situation é totalmente única já que 8.0, como diz o david byrne é “once in a lifetime”, procede?

se você gosta de Música, comunicação, garra/resistência/determinação, rádio, personalidade… provavelmente, serão diminutas as chances de você dar um abraço em alguém com 8.0 no lombo e com todas essas marcas no coração.

portanto…

ah, sim, claro… você pode encontrar com Ele, semanalmente, na praça da república, alimentando a bicharada antes de entrar no ar na madrugada da rádio nacional… mas aí, a festa é outra…

nas galáxias (ou muita calma nessa hora)…

calma, antes deste email do henrique (que chegou ontem) é preciso informar que ao clicar no link contido na palavra AQUI (ali embaixo), você será jogado numa viagem intergalática com zilhões de conexões inoxidáveis como nunca foi apresentada aqui no poleiro… enfim, confira o email e mergulhe fuNdo no link (de outubro2012)…

Assunto: Livraria Argumento, fotos, Vasco, astronáutica

“Mauval,

O tempo voa à velocidade da luz e já deve fazer um mês ou mais desde que reconheci a sua voz na Livraria Argumento. Não sei se você se recorda, eu fui o cara que cometeu uma indiscrição meio tiete, de correr e comprar o seu livro e de interromper sua conversa para pegar uma dedicatória.

O livro é classudo, bom demais da conta. E o melhor é aquele granulado inconfundível, efeito da química no filme. Digital se aproxima, mas não se iguala. Porque é moderno, mas não é eterno. Digressiono. E continuo por aqui, com minhas câmeras analógicas. E agora curtindo o Ronca por outras mídias. Acredite ou não, a última vez na qual havia lhe escutado, foi no chiado do rádio… Agora, novos formatos, novos horizontes, o programa se adapta ao meu horário, não o contrário. Não largo. Os anos de longe foram bons para celebrar esta reaproximação.

Por fim, e como tudo parece conectado, descobri que, se por um lado eu escuto o que diz o Ronca, a recíproca é verdadeira. Ou foi, ao menos uma vez. Notei que já fui notícia no site, na vez em que o MauVal escutou o que eu tinha a dizer – e assistiu o que eu mostrei. Recordar é viver… AQUI
Enquanto se esforçam para derrubar o Vasco, a gente vai colocando ele no alto, como dá, quando dá. 😊

Saudações vascaínas, espaciais, fotográficas… e musicais.

Um abraço do leitor-ouvinte-correligionário,”

Humberto